Um milagre chamado “milagre”

Eles se conheceram quase por acaso, voltando da escola. Toinho deixou seus livros caírem no chão e Zé o ajudou.
Já que suas casas eram próximas, Zé o ajudou a carregar seu material escolar.
Passaram aquela tarde juntos, vendo televisão, jogando futebol e outros passatempos de adolescentes.
Formaram-se no colegial no ano seguinte.
Na noite da formatura, Toinho perguntou a Zé:
– Lembra-se de quando nos conhecemos?
– Sim, respondeu o amigo, você parecia um “nerd” com aquele monte de livros.
– Sabe porque eu estava carregando todos aqueles livros?
– Nem imagino, Toinho.
– Eu tinha limpado meu armário na escola e estava indo para casa tomar um vidro inteiro de um dos calmantes da minha mãe. Eu queria morrer… mas não queira deixar meu armário bagunçado.
– Que loucura, amigo!? Porque isso?
– Minha vida estava uma droga!!! Mas, depois passarmos aquele dia juntos, conversando e rindo, eu percebi que se eu tivesse me matado, teria perdido aquele momento e tantos outros que estariam por vir. Quando você se abaixou para me ajudar a pegar aqueles livros no chão e se tornou meu melhor amigo, evitou que eu fizesse uma besteira. Obrigado!
UM MILAGRE CHAMADO “AMIZADE”
Eles se conheceram quase por acaso, voltando da escola. Toinho deixou seus livros caírem no chão e Zé o ajudou.Já que suas casas eram próximas, Zé o ajudou a carregar seu material escolar.Passaram aquela tarde juntos, vendo televisão, jogando futebol e outros passatempos de adolescentes.Formaram-se no colegial no ano seguinte.Na noite da formatura, Toinho perguntou a Zé:- Lembra-se de quando nos conhecemos?- Sim, respondeu o amigo, você parecia um “nerd” com aquele monte de livros.- Sabe porque eu estava carregando todos aqueles livros?- Nem imagino, Toinho.- Eu tinha limpado meu armário na escola e estava indo para casa tomar um vidro inteiro de um dos calmantes da minha mãe. Eu queria morrer… mas não queira deixar meu armário bagunçado.- Que loucura, amigo!? Porque isso?- Minha vida estava uma droga!!! Mas, depois passarmos aquele dia juntos, conversando e rindo, eu percebi que se eu tivesse me matado, teria perdido aquele momento e tantos outros que estariam por vir. Quando você se abaixou para me ajudar a pegar aqueles livros no chão e se tornou meu melhor amigo, evitou que eu fizesse uma besteira. Obrigado!

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários

comments

Contribua com sua opinião