Fechando os Muros

Intro: Vimos na primeira mensagem sobre este livro que após obter autorização do rei Artaxerxes para a reconstrução de Jerusalém, Neemias chega a cidade que estava destruída, durante a noite ele sai pelas ruas para avaliar a situação, quando retorna ele reune os homens de Jerusalém e declara seus planos, imediatamente seus planos são aceitos e a obra começa.

Porque era tão importante reconstruir os muros? Resposta: Sem os muros não se havia separação dos inimigos, com os muros rachados a cidade estava sem proteção, os inimigos entravam e saiam a hora que queriam, seu paganismo, sua idolatria continuavam dentro dos muros de Jerusalém, Neemias então diz: “edifiquemos os muros e deixemos de ser vergonha. 2:17″.

Com os muros erguidos a cidade se fortalece e os inimigos ficam do lado de fora, em 6:15 lemos que a obra acabou em 52 dias.

Poderíamos parar por aqui, adorar a Deus pela vitória que foi dada ao seu povo, a história estaria terminada, porém, as coisas não são bem assim. A reconstrução foi feita, mais diante de muita oposição, poderemos nos separar do pecado e do mundo mas precisamos estar determinados.

Tema: Vejamos o que enfrentou Neemias para reconstruir os muros:

1. Para reconstruir os muros Neemias enfrentou o escárnio ( Neemias 4:1-3).

a. Uma das armadilhas mais usadas por Satanás é o descaso, e foi essa a primeira que ele usou contra Neemias. Vejam o que as pessoas diziam:

i. Fracos judeus (v.2).

- Vocês são fracos, desqualificados, não são especialistas em muros,. Vocês acham que vão mesmo terminar esta obra?

- Desistam vocês nunca irão terminar isso, seu Deus não liga para vocês, para que vão oferecer sacrifícios a esse Deus?

ii. Pedras queimadas (v.2).

- Quando as pedras calcarias são queimadas elas se tornam muito moles e perdem a durabilidade, então estavam dizendo este muro vai cair logo não vai durar, até um animal noturno derrubará seu muro, vocês estão perdendo seu tempo, desistam nós somos mais fortes do que vocês, vamos entrar a qualquer hora aí.

iii. Provocam a ira (v.5).

- Enquanto os homens estavam trabalhando para reconstruir seus muros o inimigo lá estava, provocando, tentando desviar suas atenções da obra, tentando iritá-los a tal ponto que desentissem de tudo.

- Muitas vezes em nossas vidas nós estamos querendo levantar os muros, talvez você está aqui hoje dizendo: Vou consertar os muros da minha vida como disse o filho pródigo “Levantarme-ei e irei ter com meu Pai”, talvez você esteja aqui hoje dizendo: vou colocar o pecado do lado de fora como fez o filho pródigo “pequei contra o céu e diante de tí”, pode ter certeza que Satanás vai tentá-lo a desistir, vai rir de você, vai dizer você é muito fraco para fazer isso, você não tem coragem, Deus não está se importando com você, você já caiu uma vez vai cair de novo.

- Quando alguém está querendo viver uma vida que agrada a Deus ele vai ser motivo de zombaria.

- muitas vezes quando um jovem declara que sente o chamado para o ministério os seus “amigos” vão rir dele.
- muitas vezes quando alguém está querendo voltar atrás colocar padrões morais em sua vida ele vai sofrer perseguição.
- sabe porque muitas vezes nós encontramos nas igrejas jovens que estão isolados pelos cantos com poucos amigos? É por que estão querendo levar sua vida espiritual a sério.

b. Fique firme!

i. Neemias não confiava em sí mesmo porém dizia “O Deus do céu é quem nos dará bom êxito” lembre-se das palavras de Paulo em (Fil. 4:13) “Posso todas as coisas naquele que me fortalece”.

ii. A vontade de Deus é a nossa santificação, e de acordo com Pedro temos que adicionar à nossa fé a perseverança, não dê ouvidos ao inimigo mas prossiga em sua obra de restauração, e não desanime, pois assim fez Neemias e o povo, com ânimo fecharam os muros até a metade (Neemias 4:6).

Sentença Transitiva
Mas não foi somente escárnio que Neemias sofreu na reconstrução dos muros, mas…

2. Para reconstruir os muros Neemias sofreu ataques do inimigo (Neemias 4:7-8).

a. O inimigo uniu forças (v.8).

i. Os arábicos eram liderados por Gesém (Neemias 2:19).

ii. Os amonitas eram liderados por Tobias (Neemias 2:19).

iii. Os asdoditas (Filisteu) provavelmente foram insitados por Sambalá.

b. O inimigo agora quer o confronto (v.8).

i. O inimigo viu que o escárnio não havia funcionado.

ii. Os muros já estavam até a metade, não podiam esperar mais pelas raposas.

iii. Teriam que atacar e o ataque seria secreto (4:11).

c. Como reagiu Neemias aos ataques do inimigo?

i. Com oração (Neemias 4:9).

ii. Estando preparado para o ataque (Neemias 4:9).

- distribuiu o povo (4:13).
- armou o povo (4:13).
- elaborou um plano:

- metade trabalhava a outra metade vigiava (4:16).
- os carregadores, uma mão com espada e a outra com a carga (4:17).
- os edificadores traziam a espada na cinta (4:18).
- todos estavam prontos (4:23).

iii. Vigiando (Neemias 4:21).

iv. Não se descuidando (Neemias 4:22-23).

- Ao que tudo indica muitos judeus não passavam as noites na cidade , mas voltavam para suas aldeias, e essa atitude além de tomar tempo precioso também fazia com que a cidade ficasse desprotegida à noite, e desta feita exposta aos ataques inimigos.

- Neemias então orienta o povo a ficar na cidade e trabalhar o dia e servir de guarda durante a noite.

v. Sendo sábio (Neemias 6:1-4).

- O inimigo é muito astuto, usa de várias estratégias, muitos truques sujos, para nos afastar da obra do Senhor, precisamos de sabedoria vinda de Deus para podermos enfrentar o inimigo, precisamos estar preparados (I Pedro 5:8-9).

- O vale de Ono ficava a aproximadamente a uns 32 Km de Jerusalém, a intenção de Sambalá e seus amigos era a de afastar Neemias da obra, para que na sua ausência atacassem a cidade e até mesmo com a intenção de matá-lo no vale.

- De acordo com o relato quatro vezes o mesmo pedido quatro vezes a mesma resposta.

- Neemias considerava a sua obra mais importante que qualquer outra coisa, e ele não queria jogar seu precioso tempo fora.

- Satanás vai nos fazer convites para nos desviar da obra do Senhor, ele vai insistir, colocará em nossos caminhos a mulher adúltera, jovens vocês serão convidados aos prazeres da mocidade, se não considerarmos a obra de Deus como prioridade iremos aceitar o convite, Neemias disse: “Estou fazendo grande obra”.

Sentença Transitiva
Não foi somente escárnio e ataques que Neemias sofreu, mas também…

3. Para reconstruir os muros Neemias foi caluniado (Neemias 6:5-9).

a. Mais uma investida para afastar Neemias da obra, dessa vez foi a calúnia, a carta foi lida em público com o objetivo de:

i. Talvez fazer com que ele fosse até Ono para esclarecer os fatos, e assim a obra seria interrompida.

ii. Minar sua autoridade, dizendo que ele havia comprado os profetas para falarem dele ao povo e proclamá-lo rei.

b. Quando estamos querendo arrumar nossas vidas diante de Deus, quando estamos querendo erguer novamente os muros da separação do mundo, do pecado e vivermos uma vida santa e que agrada a Deus Satanás vai tentar nos caluniar, usando pessoas para julgar nossos motivos e intenções. Não desanime pois “Deus fortalecerá suas mãos”.

Sentença Transitiva
Neemias sofreu escárnio, ataques, calúnia e também…

4. Par reconstruir os muros Neemias foi traído (Neemias 6:10-13).

a. O profeta diz a Neemias: Deus me revelou que os inimigos vão tentar te matar ainda esta noite, vamos pois ao templo e nos escondamos lá.

b. Neemias conhecia seu Deus e sabia que Ele não iria dar uma profecia que contrariasse a lei de Moisés, que impedia que um leigo entrasse no templo.

c. Quando alguém está andando com Deus e conhecendo a sua palavra ele não vai dar ouvidos a falsos profetas e a falsas doutrinas (Heb. 4:12 & 5:14).

5. Conclusão

a. Assim em meio a zombaria, ataques, calúnia e traição a obra foi concluída em 52 dias.

b. Não se preocupe se ao tentar consertar sua vida você sofrer ataques.

c. Lembre-se esses ataques podem vir até de dentro da sua própria casa ou igreja.

d. Tenha sempre em mente esta grande verdade: “Deus dos céus é quem nos dará bom êxito.”

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários no Facebook