Intimidade com Deus

Talvez você se questione a si próprio como alcançar um relacionamento mais profundo e um nível de intimidade mais gratificante com Jesus.
Será de grande ajuda observar-mos onde começa a nossa jornada espiritual como cristãos, e como o nosso relacionamento com Deus se desenvolve na medida em que viajamos em direcção á maturidade espiritual. Jack Hill explica que existem 6 níveis progressivos no nosso relacionamento com Deus que se encontram nos seguintes comparações Bíblicas.

1. Relacionamento do Oleiro com o barro!
2. Relacionamento do pastor com a ovelha!
3. Relacionamento do Mestre com o seu servente!
4. Relacionamento do amigo com um amigo!
5. Relacionamento do Pai com o seu filho!
6. Relacionamento do Noivo com a noiva!

Acredito que Deus fez estas comparações para aumentar o nosso entendimento acerca das facetas da nossa personalidade e para nos ajudar a compreender o seu amor perfeito por nós. (apesar da mente humana nunca conseguir entender completamente) Estas comparações, ilustram a maturidade do nosso relacionamento amoroso com Deus.

Assim como uma criança desenvolve fisicamente até alcançar a fase adulta, crentes em Cristo desenvolvem níveis espirituais na sua caminhada rumo á maturidade espiritual. Na medida em que examinar-mos a dinâmica de cada um destes níveis talvez você possa discernir em qual nível de intimidade você se encontra actualmente. Poderá também determinar qual o nível seguinte de intimidade que você poderá alcançar, antecipando assim o seu nível de maturidade.

1. Relacionamento do Oleiro com o barro!
Isaias 64:8 Jeremias 18:4-6

Quando vimos a Jesus pela primeira vez, a nossa vida espiritual não tem muita forma. Submetemo-nos a Jesus como nosso Senhor e Salvador e começamos a pedir a Deus que molde as nossas vidas de acordo com a Sua vontade. “… nós somos o barro, tu és o oleiro. Todos nós somos obra das tuas mãos” Como pedaço de barro podemos deixar-nos moldar e transformarmo-nos no produto que o oleiro tinha em mente nós sermos, no entanto não podemos expressar o nosso amor para com Ele.

Não podemos experimentar nenhuma espécie de intimidade se permanecer-mos neste nível de relacionamento. Porquê? Porque um pedaço de barro está baseado na maneira como pode ser usado. Quando ficamos completos e descobrimos que Deus nos pode usar, sentimo-nos bem connosco próprios. Mas quando fazemos algo errado ou não temos um propósito claro, sentimo-nos culpados e distantes de Deus.
Frequentemente nos escondemos porque pensamos que Ele está zangado connosco por causa das coisas erradas que fazemos.
Efésios 2:10 diz “Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos.” Esta escritura está afirmando que é importante nós submetermo-nos a Deus e permitir que Ele transforme as nossas vidas em algo que Lhe traga glória. No entanto Ele não quer que o nosso relacionamento fique estagnado neste nível. Ele que que continuemos a crescer mais profundo na nossa intimidade.

2. Relacionamento do pastor com a ovelha!
Ezequiel 34:11-15 John 10:1-18

Talvez não seja muito bonito ser comparado a uma ovelha, mas esta comparação ilustra como Deus cuida tão bem do seu povo, tal como um pastor cuidadosamente cuida bem do seu rebanho. Deus falou através do Profeta Ezequiel: “Eu mesmo buscarei as minhas ovelhas, e delas cuidarei. Assim como o pastor busca as ovelhas dispersas quando está cuidando do rebanho, também tomarei conta das minhas ovelhas. Eu as resgatei de todos os lugares para onde foram dispersas num dia de nuvens e de trevas… Tomarei conta delas numa boa pastagem, e os altos montes de Israel serão a terra onde pastarão, ali se alimentarão, num rico pasto nos montes de Israel. Eu mesmo tomarei conta das minhas ovelhas e as farei deitar-se e repousar. Palavra do soberano Senhor” .
No entanto ainda que a ovelha conheça a voz do pastor e o siga, ela não tem ideia daquilo que o pastor sente por ela.

A ovelha não tem a capacidade de compartilhar sonhos e esperanças. Só se preocupa com a sua necessidade diária, comida e água Ainda que seja muito importante para nós seguirmos e confiarmos que Deus cuida de nós e que suprirá todas as nossas necessidades, assim como a ovelha que segue o seu pastor, Deus deseja dar-nos muito mais.

3. Relacionamento do Mestre com o seu servente!
Mateus 25:14-30 Lucas 19:11-27

Enquanto as ovelhas vivem do lado de fora pelo menos o servo vive na mesma casa que o seu mestre. Pode dialogar com desde que seja acerca de trabalho. O servo tem um relacionamento um pouco mais intimo. Este nível de relacionamento está referido na parábola dos talentos e na das 10 minas. No entanto servos sabem muito pouco daquilo que se passa com os seus senhores para além daquilo que os envolve. O valor do servo está baseado na maneira como completa a vontade do seu senhor. Se não conseguir satisfazer as expectativas do seu senhor, será removido da sua casa e outro virá substitui-lo. Ainda que seja importante para nós servir a Deus de todo o nosso coração, mesmo assim Ele continua a desejar ter um nível ainda mais elevado de intimidade.

Perguntas!
Numa escala de 1 a 10 como é que você pensa que se encontra o seu nível de amizade com Deus? O que é que lhe poderá ser pedido para que esse numero aumente?

Você sente que está festejando das abundância da casa de Deus e bebendo do seu rio de prazer, ou será que se sente seco espiritualmente, questionando a falta de realização no seus relacionamentos? Explique porque é que você se sente dessa maneira?

Onde é que você está procurando amor, atenção e afecto? Qual é o nível de sucesso que você tem alcançado ao procurar satisfação nessas fontes? O que é que Deus oferece de diferente que essas fontes não podem dar?

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários no Facebook