Viver a vontade de Deus

( 1 Ts. 5:17-19, 4:3ss., 1 Pd. 2:15)

Introdução
Uma das frases mais comuns entre crentes e descrentes também é “se Deus quiser”. Mas esta frase apresenta um problema: como saber se Deus realmente quer?
Todos nós temos preocupações com a “vontade de Deus”. Parece-me que nos últimos anos esta preocupação tem aumentado cada vez mais, talvez pelo fato de que vivemos numa das épocas mais complicadas na história do mundo. É uma preocupação muito natural, e até sadia.
Namoro Vestibular Carreira Moradia
Filhos; quantos Aposentadoria Fazer cirurgia? Ministério?
Ministério Quando estudar Onde estudar Compras

De fato, a Palavra de Deus nos dá ordens para conhecer e fazer a vontade de Deus:
Ef. 5:17-21
Rm. 12:1,2

Ilustração:
Dani foi um rapaz que sabia o que é viver bem. Um jovem simpático, forte, bonito, ele era de uma família nobre, de bastante influência na terra. Foi educado nas melhores escolas particulares, e estava se preparando para prestar vestibular em medicina quando seu mundo desmoronou. Sua terra foi invadida por um povo inimigo. Depois de dias e semanas de guerra, fuga, noites sem dormir, terror de dia e de noite, o pior aconteceu. A sua cidade caiu. Ele nunca podia esquecer dos gritos de mulheres sendo separadas de seus maridos e crianças, da morte de pais perante os olhos dos seus filhos, da fuga desesperada de milhares de pessoas tentando escapar da destruição.
Naquela hora, todo o dinheiro da sua família não valia nada. Dani assistiu enquanto o inimigo saqueou sua casa, estuprou a sua mãe, matou seu pai, e levou o melhor da casa embora. E como um jovem forte de 17 anos, “o melhor” incluía ele mesmo. Dani foi levado como prisioneiro de guerra.
Foi então que sua sorte mudou. Por ser um jovem forte, bonito, capaz, Dani foi um dos poucos escolhido para ser treinado para uma posição oficial no governo do país inimigo. Mas primeiro, teria que passar por uma série de provas, depois de 3 anos prestando “vestibular”. Havia somente um problema: Dani teria que se tornar um do inimigo, conformando-se em tudo com eles.
Envolvia uma mudança de língua, de roupa, e de costumes. Em termos gerais, isso não apresentava nenhum problema. Mas logo ele descobriu que também implicava numa outra mudança – da sua fé. Ele teria que largar alguns princípios da sua religião para ser aceito e ganhar a sua posição no governo Isso ele recusava fazer. E todos pensaram que ele era louco. Os outros cativos tentaram persuadi-lo. O homem responsável por ele fez de tudo para ele mudar de idéia. Mas Dani não voltou para trás. Chegou ao ponto que arriscava sua própria vida por não “dar um jeitinho” na sua fé. Ele ficou praticamente sozinho, e jogou fora da janela a sua última esperança… Tudo porque ele recusava se conformar com atitudes e expectativas que violavam sua fé resoluta… (Talvez você reconheceu o jovem desta história: Daniel…)
Moral:
Sabendo a vontade de Deus para sua vida, Daniel resistia a tentação de “dar um jeito” e ser conformado ao padrões do mundo. O pré-requisito para saber a vontade de Deus para sua vida é não adotar os padrões do mundo, mas sim, de Deus, e ser transformado em seu pensamento pela Palavra de Deus!

Rm. 12:1,2:
A vontade de Deus e conformidade com o mundo
Ilustração: Massa moldada
Para saber e experimentar a vontade de Deus para nossas vidas, não podemos nos conformar com os padrões deste mundo!
O que eu não entendo é como em nossos dias temos feito desta busca pela vontade de Deus um exercício em misticismo! Nosso conceito de Deus e da Sua vontade está totalmente errado! Imaginamos que Ele é aquele “velho mal-humorado no céu” que não tem maior prazer do que esconder dos seus as informações tão necessárias para seu bem-estar. Achamos que somente com muito suor e grandes lutas que vamos descobrir o plano que Ele tem para nossas vidas. Ou talvez pensemos que descobrimos aquela vontade através de revelações especiais, profecias, visões, sonhos.
Mas estamos nos enganando! Deus é um Deus de graça e misericórdia, que não deixa seus filhos perdidos num labirinto de vida como ratinhos vendados!
Gostaria de afirmar que 99% da vontade de Deus para minha vida já foi revelada! Está debaixo do meu nariz!
66 livros
1189 capítulos
31.173 versículos

Todos inspirados por Deus, para nós sabermos como conduzir as nossas vidas no temor do Senhor! Esta é a razão de existir da Bíblia! Contém a vontade de Deus! Deus está interessado nos mínimos detalhes da sua vida! Quer revelar a Sua vontade para você!
Mas está na moda em nossos dias uma preocupação demasiada por novas revelações, por sonhos, profecias, revelações. Mas depois de 2000 anos ainda não compreendemos toda a vontade já revelada!

Tese: Gostaria de sugerir que devemos nos preocupar muito mais com o 99% da vontade de Deus que já foi revelada, e vamos descobrir que aquele outro 1% que nos aflige tanto Deus tomará conta.
Sl. 37:4 Rm. 12:1,2 Pv. 3:5,6

Em vez de andar preocupados, procurando um “sinal” de Deus para seu futuro, devemos andar como Caçadores de Sabedoria na Palavra de Deus, obedientes a vontade dEle já revelada!
É absurdo pensar que podemos ignorar o que Deus já revelou, e imaginar que Ele vai nos dar informação particular, especial. Por quê Deus faria tal coisa!

Ilustração:
Um exame final na matemática. No semestre inteiro você não fez nenhuma tarefa de casa, não leu o livro texto, não freqüentou as aulas. No dia da prova você chega para o professor, fala o quanto você gosta dele, e pede as respostas do exame. Absurdo!
A vontade de Deus para sua vida não é mística, obscura, difícil de achar.
Começa seguindo os padrões que Deus já estipulou na Sua Palavra!
Idéia:
A vontade de Deus se conhece quando a Palavra de Deus se obedece.
Transição Inicial: Embora poderíamos alistar “x” textos da Palavra que contêm a vontade de Deus para nossas vidas, gostaria de destacar três textos principais que falam expressamente qual a vontade de Deus para nossas vidas.
No mínimo devemos prestar bastante atenção a estes textos, se realmente estamos preocupados com a vontade de Deus para nossas vidas. São três expressões claras da vontade de Deus para sua vida e minha vida.

I. A Vontade de Deus é que Vivamos em Constante Comunhão com Ele (1 Ts. 5:16-18)
A. Explicação: O que estes três versículos têm em comum? Porque são colocados juntos como sendo a vontade de Deus para as nossas vidas? Creio que os três representam um conjunto de atitudes que refletem uma vida de constante comunhão com Deus. Refletem uma vida de contentamento, satisfação, alegria, apesar das circunstâncias!
“regozijai-vos sempre” mesmo em sofrimento, grato porque Deus tem tudo sobre controle. Esta é a vontade de Deus! Uma decisão de manter comunhão com Deus como a coisa mais importante na minha vida. Ninguém pode roubar. Por isso, fico alegre, seguro, contente.
“orai sem cessar” tosse constante = atitude de dependência, comunhão, amizade, reverência (cf. Neemias), capaz de escapar a qualquer momento, a qualquer hora, com a mínima de provocação. Esta é a vontade de Deus.
“em tudo dai graças” atitude que é um privilégio ser vivo, um filho de Deus, não merecedor de nada mas receptor de todas a bênçãos celestiais em Cristo Jesus. Uma filosofia de vida, uma estratégia de comunhão com Deus constante.
B. Ilustração: Na moda (EUA): ter uma “atitude”. Rebeldia, filhos contra seus pais, jovens contra adultos (parece os anos 60)… Atitude de ingratidão, insatisfação, descontentamento, murmuração.

Ilustração: Gastar semanas e horas procurando aquele presente de Natal… Só para a criança reclamar que não é a cor que ele queria… Revelam sérios problemas de relacionamento, obstáculos, além da má educação. É assim em termos do nosso relacionamento com Deus, nosso Pai!

C. Aplicação: As pressões do mundo são muitas! Satanás não quer que sigamos este modelo! A mentira de Satanás: Deus nos deve! Riqueza, saúde, prosperidade, e não vou ficar contente, alegre até receber tudo que mereço!
Mas a vontade de Deus é que mantenhamos comunhão com Ele apesar das circunstâncias, que reconheçamos o quanto Ele já nos presenteou!
Poderíamos alistar muitas maneiras de manter comunhão com Deus:
ler a Bíblia
fazer uma oração
assistir os cultos da igreja

Mas gostaria de sugerir que estes versículos vão muito além destas atividades”, que muitas vezes acabam sendo pesadas em nossas vidas. Um relacionamento com Deus não deve ser um jugo, um peso, uma atividade, um item em nossa agenda espiritual, mais um “afazer” para os nossos dias tão corridos. A ênfase deste aspecto da vontade de Deus para nós não é tanto uma atividade quanto uma amizade. Não é tanto uma disciplina quanto uma dependência. Não é tanto uma agenda quanto uma atitude! Não é tanto uma estratégia devocional quanto uma filosofia de vida!

Transição: A primeira expressão da vontade de Deus para as nossas vidas é que vivamos em constante comunhão com Ele, gratos por tudo que Ele tem realizado em nossas vidas! A segunda expressão da vontade de Deus é mais específica ainda:

II. A Vontade de Deus é que Mantenhamos Pureza Moral (1 Ts. 4:3-8)
Parafrasear:

A. Explicação:
Contexto: Crescimento espiritual mais e mais
Santificação = separação (afastamento!) cf. 1 Co. 6:18
“Prostituição” = qualquer forma de pecado sexual (antes e depois do casamento): pornografia; pensamentos impuros (cf. Jesus); sexo ilícito
“Ninguém ofenda nem defraude o seu irmão”
Deus o vingador
vs. 8 Cuidado!

A Mentira de Satanás! “Todo mundo faz!” “Não faz mal” Se Satanás não consegue impedir que você vá até Cristo, pelo menos pode tentar levar você até o mundo. “A voz do povo é a voz de Deus”. FALSO! A maioria vive no reino das trevas!

B. Ilustração:
José: nenhuma razão porque não se entregar! Já perdeu tudo (como Daniel): família, terra, futuro, língua; porque não? Gn. 39:9 “como… pecaria contra Deus?”
“É tolo aquele que dá o que deve guardar, para ganhar o que certamente vai perder”.

C. Aplicação:
(As pressões do mundo para nos conformar…)
Escola: “ficar”, beber (“encher o caco”), colar, usar roupas questionáveis Serviço: relaxar no serviço; mentir ao patrão; “emprestar” ferramentas para uso pessoal
Mídia: comprar, brincar, beber, adulterar, etc. “Todo mundo faz!” = mentira de Satanás! 7000 ainda não dobraram o joelho para Satanás! Você não está sozinho!
Ficar – a nova instituição brasileira
Entretenimento – cuidado
Pensamentos puros – Jó 31:1
Fugi da impureza! 1 Co. 6:18 (pessoas aqui sendo tentadas nesta área)

Transição: A primeira expressão da vontade de Deus é que mantenhamos comunhão constante com Ele, apesar das circunstâncias, não deixando que o mundo nos pressione para conformarmos ao seu padrão. A segunda é que mantenhamos pureza moral. Mas existe mais uma expressão bem especifica da vontade de Deus para nossas vidas, onde devemos fazer um “checagem” para verificar se estamos andando em terreno sólido.

III. A Vontade de Deus é que Obedeçamos às Autoridades em Nossas Vidas (1 Pd 2:13-15)
Parafrasear:
A. Explicação:
Contexto – governo ruim! Injustiça, sofrimento, perseguição! Impostos para pagar pelos “death squads” contra crentes acusados falsamente como malfeitores (vs. 12). Mas Pedro diz que o cristão deve manter um testemunho tão exemplar que ninguém podia acusá-lo de mal. Situação de calúnia, intervenção policial, e ostracismo social. “Pela prática do bem” = vs. 13 “sujeitai-vos a toda instituição humana” Cf. Ef. 6:1 (“no Senhor”)

Autoridades instituídas por Deus, usadas por Ele para revelar a Sua vontade para nós, mesmo que seja desagradável! Se não for anti-bíblico, devemos obedecer! Deus é soberano. Se Ele constituiu tal autoridade, também tem o poder de removê-lo. Uma palavra de cautela para todos nós que nos achamos em posições de autoridade: Cuidado! Devemos desempenhar bem a nossa função como embaixador/representante de Deus na vida de outros. Pais, pastores, líderes, governantes. Se não liderarmos como Deus requer, podemos ser retirados!

B. Ilustração:
Aprovação dos pais
Nosso noivado

C. Aplicação:
(As pressões do mundo para nos conformar…)

4 níveis: (veja a mentira de Satanás)
1) Governo (leis, imposto, trânsito, etc.) (O mundo diz “são bobos… .São desonestos; dão para si aumentos salariais absurdos enquanto nós passamos fome)

2) Pais (namoro, escola, etc.) (O mundo diz . . .”são quadrados, ultrapassados, todo mundo faz, o que não sabem não pode machucá-los”)

3) Marido/esposa (O mundo diz . . .”mulheres, tomem seus direitos!” “não sejam oprimidas”)

4) Liderança da Igreja (cf. Hb. 13:17)

Conclusão:
(Terminar a história de Daniel, José: abençoados por Deus na sua firmeza moral! Deus cuidou deles! A voz do povo não é a voz de Deus! Deus mais um constitui uma maioria! Confiar neste Deus apesar das circunstâncias.
A vontade de Deus é que andemos de conformidade com os padrões de Deus apesar do palpite do mundo!
Poderíamos alistar inúmeros aspectos da vontade de Deus que são claramente revelados na Palavra de Deus:
Jugo desigual
dízimo/oferta
instruir os filhos na fé
evangelizar
edificar os santos
servir a outros

E aquele 1% desconhecido da vontade de Deus em nossas vidas? A graça de Deus é muito maior que as nossas fraquezas! Ele nos ama, e mesmo que erremos muito, ainda nos guia como suas ovelhas perdidas. Às vezes demoramos a chegar ao nosso destino, pois bobeamos muito. Mas eventualmente chegamos lá.
O que quero afirmar é que devemos nos preocupar muito mais com aquela vontade que já foi revelada na Palavra de Deus, e deixar que Deus cuide da outra parte. Ele é um Bom Pastor, e quer o melhor para suas ovelhas.

Recapitulação:
1) viver em constante comunhão com Ele
2) abster da imoralidade em todas as suas formas
3) obedecer as autoridades em sua vida
Não garanto que, se você andar de acordo com estes três princípios você vai sempre saber qual a vontade de Deus para o sapato que você deve usar para aquele dia. Mas creio que estará muito mais perto do que se não.

Aplicação Final: Você está dentro da vontade de Deus claramente expressa na Palavra?
Você está resistindo as pressões do inimigo na escola? no escritório? no serviço? na mídia?
Você é uma pessoa alegre, grata, com uma amizade contínua com Deus?
Você está brincando com o fogo de imoralidade?
Você está sendo submisso às autoridades que Deus colocou em sua vida?
Idéia: A vontade de Deus se conhece quando a Palavra de Deus se obedece. Hb. 13:20,21 (benção)

“Ora, o Deus da paz, que tornou a trazer dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor, o grande Pastor das ovelhas, pelo sangue da eterna aliança, vos aperfeiçoe em todo bem, para cumprirdes a sua vontade, operando em vós o que é agradável diante dele, por Jesus Cristo, a quem seja a glória para todo o sempre. Amém”.

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários no Facebook