A importância de decidir corretamente

Esse texto fala sobre a história de um homem que possuía características muito peculiares e uma delas era a curiosidade. Ele era uma pessoa que sabia das últimas novidades da região. E a última novidade naquela época era: Jesus está na cidade. Só que ele, além de ser curioso e bem informado, era ainda uma pessoa influente, rica.

A Bíblia narra que, quando Jesus encontrou esse homem, Ele o amou, porque viu que havia em seu coração sinceridade. Ele foi tão sincero e tão verdadeiro que Jesus, olhando para o âmago de sua vida, viu a profundidade de quando ele disse: eu guardo os teus mandamentos desde a minha infância. Jesus lhe disse: vá e venda tudo o que tem e dê aos pobres. Porém, ele ficou pesaroso porque era muito, muito rico.

O texto de Marcos 10:17-22 menciona as qualidades desse homem para Jesus e a resposta de Jesus para ele. É o que estudaremos agora.

1. FOI À PESSOA CERTA

Aquele homem foi à pessoa certa, Jesus. Ele não procurou nenhum dos discípulos de Jesus, foi direto à fonte. Essa é uma das características de alguém que tem a vida sedenta de Deus. Uma pessoa sedenta não vai a ribeiros, vai à fonte. A água dos ribeiros pode estar contaminada, mas a água da fonte é sempre límpida. O homem foi a quem poderia responder ao anseio de sua alma. Observamos no texto que ele não bateu cabeça como muitas pessoas que podem até ter as mesmas qualidades que ele, mas lhes falta essa inteligência perceptiva de procurar a pessoa certa.

2. FICOU NA POSIÇÃO CORRETA

Ficou na posição correta porque ao encontrar-se com o Mestre, prostrou-se diante DELE. Tal atitude prova que esse homem possuía em seu coração o desejo de adorar a pessoa certa. Por isso, ao chegar diante de Jesus, foi logo adorando-o. Ele reconheceu que estava diante de Deus.

3. DESCOBRIU A IDENTIDADE CERTA

Descobriu a identidade certa. Ele disse: Mestre, reconheço que Tu és bom. Ele reconheceu a identidade de Deus como sendo o Deus Todo Poderoso. Como um homem curioso, ele descobriu quem era Jesus. Mas, foi além de apenas descobrir, expressou.

4. FEZ A PERGUNTA CERTA

Fez a pergunta certa à pessoa certa. Ele disse: Mestre, o que eu farei para herdar o Reino de Deus? Ele tinha fome de Deus, queria entender a essência do Reino. A forma como ele falou com Jesus fez com que o Mestre fosse mexido, Se compadecesse dele por causa de sua afirmativa, quando disse: Jesus, Tu és bom.

Ainda hoje essa história fala aos nossos corações ao lermos que um homem ao encontrar-se com Jesus e reconhecê-lO como Deus, saiu de Sua presença com pesar por não querer abrir mão de sua vida regalada.

Quantas pessoas conhecemos que, durante o processo consolidador, tem tudo para tornarem-se líderes excepcionais, mas se perdem no meio da caminhada! Quando ele disse a Jesus que guardava os mandamentos desde a sua meninice, desde a sua infância, Jesus o amou, porque sabia que ele falava a verdade. A questão toda era que esse homem, apesar de falar a verdade, era legalista, religioso, cumpria as leis, e, por causa disso, possuía influência dentro de todo o contexto da comunidade judaica.

No momento em que encontrou Jesus, era a hora do seu teste. Jesus disse que ele deveria ir e vender tudo o que possuía. Jesus sabia que ele era rico e apegado às riquezas. Portanto, o deus da sua vida era Mamom e Jesus pediu exatamente que renunciasse o deus que ele tinha em particular. Nessa hora, porém, a Bíblia diz que ele saiu triste e pesaroso.

O que isso significa? É exatamente a condição de querer seguir Jesus, sem ter que abrir mão de algumas coisas que são maiores do que Jesus em nossa vida. E só Jesus mesmo pode nos mostrar que, apesar de nosso comportamento ser aprovado diante de alguns que não têm discernimento, diante dEle tudo se descortina, nada fica em oculto diante de Sua maravilhosa presença. Diante de Jesus não há máscaras.

Hoje Ele está dizendo que, ainda que você tenha características tão relevantes, como as do homem de Marcos 10, como percepção, curiosidade, riquezas interiores, você também precisa renunciar qualquer característica e situação que atrapalhe o seu relacionamento com Deus.

Você, diferentemente desse homem, não deve tomar a decisão de sair triste e pesaroso. Ao contrário, sairá na alegria do Senhor, compreendendo que essa renúncia lhe dará o direito de tomar posse da grandeza das bênçãos que Deus tem preparado para sua vida, entendendo que todos somos testados quando estamos diante de Jesus.

veja ilustracoes em www.ilustrar.com.br

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários

comments

Contribua com sua opinião