Como nos realizamos em nossos sonhos?

Os sonhos podem ser descritos de duas formas. A primeira delas se dá quando estamos dormindo e de forma involuntária “viajamos” para uma realidade psicológica, onde imagens, idéias, símbolos, histórias, etc., nos evolvem de tal forma que pensamos estar vivendo realmente aquele momento, nesses sonhos geralmente os acontecimentos não passam apenas de ilusões e/ou fantasias. O outro tipo de sonho é aquele que se inicia pelos nossos anseios, desejos e aspirações despertados por nossos próprios corações por influência de alguma circunstância externa, pessoas e/ou por Deus em seus propósitos para as nossas vidas e é sobre esse tipo de sonho que focaremos nesta mensagem. Talvez você não se interessa muito pelo assunto, afinal para que serve sonhar? Mas eu te trago uma boa notícia acerca da importância de sonhar: Os sonhos trazem sentido e significado para a vida, pois eles nos direcionam e nos levam mais longe que do que podemos esperar sem sonharmos, alguém disse: “Quem não sabe para onde vai qualquer lugar serve”, os sonhos nos motivam a continuar mesmo diante de circunstâncias difíceis e até aparentemente irreversíveis, os sonhos ampliam nossa visão de mundo e futuro, “os realizados de hoje foram aqueles que sonharam no passado”, etc. Ou talvez Possivelmente você tem sonhado e as circunstâncias lutam contra você tentando te fazer desistir. Ou talvez você alimentou sonhos mais dia a dia foram se frustando. Saiba que Deus é o maior interessado que você comece e/ou continue a sonhar, alinhando os teus sonhos aos dele para a sua vida, e saiba: Ele é Fiel e tem o de melhor para nos proporcionar.
Transição: Para nos realizarmos em nossos sonhos vejamos alguns princípios da palavra de Deus que certamente irão nos ajudar.
I. É preciso entender e praticar o propósito de nossas vidas. At 13.36
1. Davi cumpriu com o propósito de sua vida aqui na terra. Deus o fez entender qual era o sentido de sua vida e qual a direção de seus sonhos, Davi saiu do pastorado de simples ovelhas para pastorear milhões de israelitas, abraçando a causa de Deus para seu povo, dedicando-se na realização de seus sonhos e dos sonhos de Deus.
– Nossos corações tendenciosos ao mal nos enganam (Pv 16.25; Jr 17.9), mas Deus pode providenciar direção, socorro e ajuda (Sl 139.23,24; 143.10) se assim o quisermos (Pv 2.1-17).
2. Senhor tem um propósito na vida de cada um de nós.
– Esse propósito está expresso em sua Palavra, que estão de forma resumida em Mc 12.30,31
– Amar a Ele com todo o nosso pensar e agir (Mc12.30); Integrar-nos à sua família da fé (Igreja-Rm 12.12-14); Que sejamos semelhantes a Jesus (Fl 2.5); Servir a Deus no seu Reino (Tg 2.14) e Partilhar o amor de Deus aos outros (At 1.8).
– Relacionado com os já citados, Deus têm propósitos específicos na vida de cada um de nós. Esses propósitos trazem paixão pela vida, dinamismo, direção e significado de nossas existências para Deus, para as pessoas e mundo em que vivemos. Pr. Gleidson Costa disse: “Conhecer o seu propósito lhe dá força e determinação necessárias para buscarmos a realização”.
3. Aplicação: Quando conhecemos e abraçamos o real propósito de nossas vidas colocando-os em prática, alinhamos os nossos sonhos com os de Deus. Ao focarmos a nossa vida nesses propósitos os nossos sonhos serão alcançados mais facilmente. Assim podemos cumprir os nossos sonhos baseado no propósito de nossas vidas. Busque de Deus a sua vontade e permita-se sonhar os sonhos de Deus para a sua vida.
4. Transição: O segundo aspecto que podemos observar na Palavra de Deus para a realização de nossos sonhos:
II. É preciso saber esperar. Ec 3.1,2
1. Toda e qualquer atividade demanda tempo para iniciar e concretizar-se. E o sábio está nos ensinando que existem períodos em nossas vidas a serem cumpridos.
2. Há momentos que sabemos o dia e a hora da realização dos nossos sonhos e ha circunstâncias que não estão ao nosso alcance, controle ou previsão (Tg 4.13-16). E o que acontece nesse intervalo de tempo em ambos os casos pode acabar se tornando um grande obstáculo para a realização dos nossos sonhos.
3. Exemplos bíblicos de realização de sonhos após a espera: Abraão espera 25 anos para ter o filho da promessa; Jacó esperou 14 anos para conseguir casar com Raquel; José mais de 10 anos de espera para ver seus sonhos cumpridos; etc.
4. Ilustração: Os nossos sonhos precisam ser semelhantes a uma criança que passa em média 9 meses no ventre sob cuidados de sua mãe até que ele venha a nascer e crescer de forma saudável. A mãe precisa estar preparada para gerar a criança e a criança precisa dos elementos orgânicos necessários para desenvolver-se no ventre de sua mãe até o momento ideal ou permitido do nascimento. Caso a criança venha nascer fora do tempo tanto ela quanto a mãe correm riscos de saúde e/ou vida. Assim temos que, diante do tempo, preparar-nos e tornando-se mais maduros e zelando do sonho que Deus confirmou em nossos corações, para que ele “nasça” ou se realize no tempo certo (seja esse tempo conhecido ou não).
5. Aplicação: O tempo não mudará, mas o que pode mudar são as nossas atitudes. Podemos escolher se passamos esse tempo de espera em tristeza, murmuração, dor ou alegria, fé, esperança, paciência, etc., a forma como encaramos o tempo pode determinar o futuro de nossos sonhos. “O futuro pertence aqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos” (Eleanor Roosevelt).
6. Transição: O tempo possui um papel didático muito forte, portanto não desista!
III. Não desista porque Deus é Fiel. Js 1.9
1. Josué é a pessoa escolhida para a realização de um sonho gerado no coração de seu povo a aproximadamente 500 anos. Josué e o povo que o acompanhava partilhavam desse mesmo sonho: Conquistar a terra prometida e ser uma nação grande, poderosa e influente.
2. Havia circunstâncias que poderiam fazê-lo desistir e Deus se antecipa para alertá-lo, elas eram: A grande demanda de esforço, a falta de ânimo, o medo diante do desafio, as derrotas (Js 7.7-10), e Deus permaneceu fiel ao seu povo para dar-lhes a vitória.
– Façamos o que está ao nosso alcance da melhor maneira possível (Ec 9.10).
– “Se seus sonhos estiverem nas nuvens, não se preocupe, pois eles estão no lugar certo; agora construa os degraus” Autor desconhecido.
– Colheremos aquilo que plantarmos (Ec 11.3-6)
– O animo nos leva a conquistar os nossos sonhos (o ex. de Calebe Js14.11,12)
– A Bíblia possui a frase “não temas” cerca de 365, ou seja, Deus sabe que temos tendência a nos amedrontarmos, ou seja, é como se para cada dia do ano o Senhor nos encorajasse a fé e obras constantes. Jo 14.27; 1 Jo 5.4
“Quem é capaz de exercitar a fé vai mais longe, voa mais alto, chega mais adiante” de Renê Kivtz.
– As derrotas fazem parte das aflições (pressões, opressão, estresse, angústias, dificuldades, sofrimento, etc.) que Jesus avisou que teríamos, mas Ele está conosco e nos deu exemplo para animar-nos e prosseguirmos no Seu propósito. Jo 16.33; 1Co 10.13
– Ele nos ajuda por meio do seu Espírito Consolador (Jo15.26).
3. Deus é Fiel: 1Ts 5.24; 2Ts 3.3; etc.
– Amém, um dos seus significados é: “Eu creio que o meu Rei é Fiel para cumprir a sua promessa”
4. Aplicação: Os seus sonhos serão conquistados quando você dedicar esforço, ânimo, coragem e superação. Deus é fiel para te fortalecer, ajudar, e fazer os milagres necessários a sua vida familiar, profissional, relacional, etc., a palavra do Senhor para ti essa noite é: Não desista, Eu sou fiel para cumprir todas as minhas promessas e sonhos que tenho para tua vida.
5. Transição: Depender desse Deus fiel e maravilhoso é nosso último ensinamento por hoje.
IV. É preciso desenvolver dependência de Deus. Sl 84.5; Is 40.29-31
1. O salmo fala que felizes são aqueles que não se fiam nas suas forças humanas limitadas, mas colocam as suas vidas na dependência de Deus atentando para sua provisão, ajuda, direção, proteção, etc. Já o texto de Isaías demonstra que mesmo a plenitude da força humana (os jovens) é limitada, mas aqueles que dependem Dele serão revitalizados e vitoriosos.
2. Depender de Deus significa colocar-se de forma submissa á sua vontade revelada. Por meio da entrega completa de nossa vida. Sl 37.4; Rm 12.1,2.
– Somos limitados e falhos e precisamos de sua ajuda Pv 16.25; Tg 4.1-16.
3. Diante do tempo e circunstâncias que nos cercam a única forma de sermos plenamente realizados é Nele, por Ele, e para Ele.
– E só podemos fazer isso com o Seu auxílio (Mt 11.28,29).
– Ele quer nos dar uma vida abundante Jo 10.10
– Aquilo que conquistamos e fazemos independentes dele pode tornar-se em algo muito ruim para nós: Mt 7.26,27; Lc 12.20
– Os nossos sonhos terão de ser moldados pelos vontade de Deus (Mt 16.24-26; Jo 14.23)
4. Deus deseja o controle de nossas vidas, como um bom Pai. (Pv 23.26)
– Se o consideramos como Pai, então precisamos honrá-lo. (Ml 1.6)
– O melhor Pai que existe (Mt 7.7-12)
– Precisamos ser como crianças diante de Deus (Mt 18.3, 4)
– O desejo de Deus é nos dá o de melhor (Is 1.9; 1Co 2.9)
5. Transição: Existem outros além de desses princípios, mas cumprindo-se esses já é o suficiente para sermos felizes em os nossos sonhos.
Conclusão: Deus é o maior interessado que sejamos felizes na realização de nossos sonhos. Eu não sei ao certo quais são os teus sonhos (se um relacionamento íntimo e frutífero com o Senhor, um ministério crescente e saudável, a conversão de sua família a Jesus, uma cura física, emocional e/ou espiritual, o seu casamento, um bom emprego, prosperidade financeira, cumprimento das muitas promessas de Deus para sua vida, etc.) O Senhor também tem sonhos para minha e sua vida, e nós precisamos abraçar o propósito de nossa vida já estabelecido por Deus nas suas escrituras sagradas, entender e desenvolver paciência e maturidade antes que os sonhos se concretizem, não desistir, lutar com todas as nossas forças confiando na fidelidade do nosso Deus, submeter-se ao senhorio de Jesus dependendo de sua ajuda, direção e força. E um dia poderemos cantar um cântico semelhante ao do povo de Israel quando retornou do cativeiro na Babilônia: Quando juntos ao SENHOR realizamos os nossos sonhos, estávamos como os que sonham enquanto dormem, então os nossos lábios se encheram de risos, e nossas vozes, de louvores; então as pessoas dirão: Grandes coisas fez o SENHOR a estes. Grandes coisas fez o SENHOR por nós e por isso estamos alegres. Sl 126.1-3 (adaptação minha).

Como nos realizamos em nossos sonhos?
Introdução: Os sonhos podem ser descritos de duas formas. A primeira delas se dá quando estamos dormindo e de forma involuntária “viajamos” para uma realidade psicológica, onde imagens, idéias, símbolos, histórias, etc., nos evolvem de tal forma que pensamos estar vivendo realmente aquele momento, nesses sonhos geralmente os acontecimentos não passam apenas de ilusões e/ou fantasias. O outro tipo de sonho é aquele que se inicia pelos nossos anseios, desejos e aspirações despertados por nossos próprios corações por influência de alguma circunstância externa, pessoas e/ou por Deus em seus propósitos para as nossas vidas e é sobre esse tipo de sonho que focaremos nesta mensagem. Talvez você não se interessa muito pelo assunto, afinal para que serve sonhar? Mas eu te trago uma boa notícia acerca da importância de sonhar: Os sonhos trazem sentido e significado para a vida, pois eles nos direcionam e nos levam mais longe que do que podemos esperar sem sonharmos, alguém disse: “Quem não sabe para onde vai qualquer lugar serve”, os sonhos nos motivam a continuar mesmo diante de circunstâncias difíceis e até aparentemente irreversíveis, os sonhos ampliam nossa visão de mundo e futuro, “os realizados de hoje foram aqueles que sonharam no passado”, etc. Ou talvez Possivelmente você tem sonhado e as circunstâncias lutam contra você tentando te fazer desistir. Ou talvez você alimentou sonhos mais dia a dia foram se frustando. Saiba que Deus é o maior interessado que você comece e/ou continue a sonhar, alinhando os teus sonhos aos dele para a sua vida, e saiba: Ele é Fiel e tem o de melhor para nos proporcionar.
Transição: Para nos realizarmos em nossos sonhos vejamos alguns princípios da palavra de Deus que certamente irão nos ajudar.
I. É preciso entender e praticar o propósito de nossas vidas. At 13.36
1. Davi cumpriu com o propósito de sua vida aqui na terra. Deus o fez entender qual era o sentido de sua vida e qual a direção de seus sonhos, Davi saiu do pastorado de simples ovelhas para pastorear milhões de israelitas, abraçando a causa de Deus para seu povo, dedicando-se na realização de seus sonhos e dos sonhos de Deus. – Nossos corações tendenciosos ao mal nos enganam (Pv 16.25; Jr 17.9), mas Deus pode providenciar direção, socorro e ajuda (Sl 139.23,24; 143.10) se assim o quisermos (Pv 2.1-17).2. Senhor tem um propósito na vida de cada um de nós.- Esse propósito está expresso em sua Palavra, que estão de forma resumida em Mc 12.30,31- Amar a Ele com todo o nosso pensar e agir (Mc12.30); Integrar-nos à sua família da fé (Igreja-Rm 12.12-14); Que sejamos semelhantes a Jesus (Fl 2.5); Servir a Deus no seu Reino (Tg 2.14) e Partilhar o amor de Deus aos outros (At 1.8).- Relacionado com os já citados, Deus têm propósitos específicos na vida de cada um de nós. Esses propósitos trazem paixão pela vida, dinamismo, direção e significado de nossas existências para Deus, para as pessoas e mundo em que vivemos. Pr. Gleidson Costa disse: “Conhecer o seu propósito lhe dá força e determinação necessárias para buscarmos a realização”. 3. Aplicação: Quando conhecemos e abraçamos o real propósito de nossas vidas colocando-os em prática, alinhamos os nossos sonhos com os de Deus. Ao focarmos a nossa vida nesses propósitos os nossos sonhos serão alcançados mais facilmente. Assim podemos cumprir os nossos sonhos baseado no propósito de nossas vidas. Busque de Deus a sua vontade e permita-se sonhar os sonhos de Deus para a sua vida.4. Transição: O segundo aspecto que podemos observar na Palavra de Deus para a realização de nossos sonhos:
II. É preciso saber esperar. Ec 3.1,2
1. Toda e qualquer atividade demanda tempo para iniciar e concretizar-se. E o sábio está nos ensinando que existem períodos em nossas vidas a serem cumpridos.  2. Há momentos que sabemos o dia e a hora da realização dos nossos sonhos e ha circunstâncias que não estão ao nosso alcance, controle ou previsão (Tg 4.13-16). E o que acontece nesse intervalo de tempo em ambos os casos pode acabar se tornando um grande obstáculo para a realização dos nossos sonhos.3. Exemplos bíblicos de realização de sonhos após a espera: Abraão espera 25 anos para ter o filho da promessa; Jacó esperou 14 anos para conseguir casar com Raquel; José mais de 10 anos de espera para ver seus sonhos cumpridos; etc. 4. Ilustração: Os nossos sonhos precisam ser semelhantes a uma criança que passa em média 9 meses no ventre sob cuidados de sua mãe até que ele venha a nascer e crescer de forma saudável. A mãe precisa estar preparada para gerar a criança e a criança precisa dos elementos orgânicos necessários para desenvolver-se no ventre de sua mãe até o momento ideal ou permitido do nascimento. Caso a criança venha nascer fora do tempo tanto ela quanto a mãe correm riscos de saúde e/ou vida. Assim temos que, diante do tempo, preparar-nos e tornando-se mais maduros e zelando do sonho que Deus confirmou em nossos corações, para que ele “nasça” ou se realize no tempo certo (seja esse tempo conhecido ou não).5. Aplicação: O tempo não mudará, mas o que pode mudar são as nossas atitudes. Podemos escolher se passamos esse tempo de espera em tristeza, murmuração, dor ou alegria, fé, esperança, paciência, etc., a forma como encaramos o tempo pode determinar o futuro de nossos sonhos. “O futuro pertence aqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos” (Eleanor Roosevelt). 6. Transição: O tempo possui um papel didático muito forte, portanto não desista!
III. Não desista porque Deus é Fiel. Js 1.9
1. Josué é a pessoa escolhida para a realização de um sonho gerado no coração de seu povo a aproximadamente 500 anos. Josué e o povo que o acompanhava partilhavam desse mesmo sonho: Conquistar a terra prometida e ser uma nação grande, poderosa e influente.2. Havia circunstâncias que poderiam fazê-lo desistir e Deus se antecipa para alertá-lo, elas eram: A grande demanda de esforço, a falta de ânimo, o medo diante do desafio, as derrotas (Js 7.7-10), e Deus permaneceu fiel ao seu povo para dar-lhes a vitória.        – Façamos o que está ao nosso alcance da melhor maneira possível (Ec 9.10).         – “Se seus sonhos estiverem nas nuvens, não se preocupe, pois eles estão no lugar certo; agora construa os degraus” Autor desconhecido. – Colheremos aquilo que plantarmos (Ec 11.3-6)       – O animo nos leva a conquistar os nossos sonhos (o ex. de Calebe Js14.11,12)       – A Bíblia possui a frase “não temas” cerca de 365, ou seja, Deus sabe que temos tendência a nos amedrontarmos, ou seja, é como se para cada dia do ano o Senhor nos encorajasse a fé e obras constantes. Jo 14.27; 1 Jo 5.4 “Quem é capaz de exercitar a fé vai mais longe, voa mais alto, chega mais adiante” de Renê Kivtz.      – As derrotas fazem parte das aflições (pressões, opressão, estresse, angústias, dificuldades, sofrimento, etc.) que Jesus avisou que teríamos, mas Ele está conosco e nos deu exemplo para animar-nos e prosseguirmos no Seu propósito. Jo 16.33; 1Co 10.13- Ele nos ajuda por meio do seu Espírito Consolador (Jo15.26).3. Deus é Fiel: 1Ts 5.24; 2Ts 3.3; etc. – Amém, um dos seus significados é: “Eu creio que o meu Rei é Fiel para cumprir a sua promessa”4. Aplicação: Os seus sonhos serão conquistados quando você dedicar esforço, ânimo, coragem e superação. Deus é fiel para te fortalecer, ajudar, e fazer os milagres necessários a sua vida familiar, profissional, relacional, etc., a palavra do Senhor para ti essa noite é: Não desista, Eu sou fiel para cumprir todas as minhas promessas e sonhos que tenho para tua vida.5. Transição: Depender desse Deus fiel e maravilhoso é nosso último ensinamento por hoje.
IV. É preciso desenvolver dependência de Deus. Sl 84.5; Is 40.29-31
1. O salmo fala que felizes são aqueles que não se fiam nas suas forças humanas limitadas, mas colocam as suas vidas na dependência de Deus atentando para sua provisão, ajuda, direção, proteção, etc. Já o texto de Isaías demonstra que mesmo a plenitude da força humana (os jovens) é limitada, mas aqueles que dependem Dele serão revitalizados e vitoriosos.2. Depender de Deus significa colocar-se de forma submissa á sua vontade revelada. Por meio da entrega completa de nossa vida. Sl 37.4; Rm 12.1,2. – Somos limitados e falhos e precisamos de sua ajuda Pv 16.25; Tg 4.1-16.3. Diante do tempo e circunstâncias que nos cercam a única forma de sermos plenamente realizados é Nele, por Ele, e para Ele. – E só podemos fazer isso com o Seu auxílio (Mt 11.28,29).- Ele quer nos dar uma vida abundante Jo 10.10- Aquilo que conquistamos e fazemos independentes dele pode tornar-se em algo muito ruim para nós: Mt 7.26,27; Lc 12.20- Os nossos sonhos terão de ser moldados pelos vontade de Deus (Mt 16.24-26; Jo 14.23)4. Deus deseja o controle de nossas vidas, como um bom Pai. (Pv 23.26) – Se o consideramos como Pai, então precisamos honrá-lo. (Ml 1.6)  – O melhor Pai que existe (Mt 7.7-12) – Precisamos ser como crianças diante de Deus (Mt 18.3, 4)  – O desejo de Deus é nos dá o de melhor (Is 1.9; 1Co 2.9)  5. Transição: Existem outros além de desses princípios, mas cumprindo-se esses já é o suficiente para sermos felizes em os nossos sonhos.
Conclusão: Deus é o maior interessado que sejamos felizes na realização de nossos sonhos. Eu não sei ao certo quais são os teus sonhos (se um relacionamento íntimo e frutífero com o Senhor, um ministério crescente e saudável, a conversão de sua família a Jesus, uma cura física, emocional e/ou espiritual, o seu casamento, um bom emprego, prosperidade financeira, cumprimento das muitas promessas de Deus para sua vida, etc.) O Senhor também tem sonhos para minha e sua vida, e nós precisamos abraçar o propósito de nossa vida já estabelecido por Deus nas suas escrituras sagradas, entender e desenvolver paciência e maturidade antes que os sonhos se concretizem, não desistir, lutar com todas as nossas forças confiando na fidelidade do nosso Deus, submeter-se ao senhorio de Jesus dependendo de sua ajuda, direção e força. E um dia poderemos cantar um cântico semelhante ao do povo de Israel quando retornou do cativeiro na Babilônia: Quando juntos ao SENHOR realizamos os nossos sonhos, estávamos como os que sonham enquanto dormem, então os nossos lábios se encheram de risos, e nossas vozes, de louvores; então as pessoas dirão: Grandes coisas fez o SENHOR a estes. Grandes coisas fez o SENHOR por nós e por isso estamos alegres. Sl 126.1-3 (adaptação minha).

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários

comments

Contribua com sua opinião