Conhecimento acerca de Deus

Foi colocado um elefante diante de 3 cegos. Pergunta: O que é um elefante (definição)?
Cada um apalpou uma parte do elefante e chegou a uma conclusão: 1) tromba – elefante é uma cobra 2) pata – elefante é uma árvore 3) barriga e costas – elefante é uma pedra.
>>> Cada um deles deu a sua definição de acordo com a parte do elefante que apalpou.

• A exemplo destes cegos da ilustração, posso dizer que, ao se tratar do conhecimento acerca de Deus nós acabamos tendo o mesmo conceito/definição que os cegos (eu me incluo nesse meio).

>O conhecimento que nós teremos sobre Deus, irá depender do envolvimento/relacionamento/comunhão/intimidade que você tiver com Ele. (Isso não é passado de Pai para filho – mas sim através de uma comunhão íntima e pessoal)
>Posso dizer sem medo de errar que o conhecimento de Deus não se adquire apenas com a leitura da Bíblia (isso pode se tornar em um conhecimento meramente intelectual)
> Você também não conhecerá melhor a Deus ouvindo as pregações sobre Deus (domingo após domingo ou até mesmo na TV). Cada um tem uma linha, e enxerga de um jeito (liberal/neo-liberal/ortodoxo/conservador) cada um tem um conceito (e também não serei eu quem irá revelar a face de Deus – Vc, meu querido irmão/irmã precisa entrar no Santo dos Santos – é pessoal )
> Também o conhecimento de Deus não se adquire através de uma vida de oração – (o muito falar). Entendo que oração é um diálogo com o nosso Pai Celeste – a sós (quarto) (precisamos aprender a ouvir).
 Vai depender de tudo isso junto e mais um pouco. Trata-se de um caminhar diário, de uma comunhão íntima e verdadeira, implica num relacionamento de amizade. Amigos revelam sua intimidade aos amigos (é verdade ou não é?).Ø
 
• Qual a sua definição sobre Deus qual o conhecimento que você adquiriu a respeito dele até agora?
 
 Uma curiosidade: Elaboração da Confissão Fé Westminster. Elaborar perguntas e respostas sobre vários assuntos: Das Sagradas Escrituras, Da Igreja, do Culto… DEUS, foi pedido para um deles orar “Ó Deus, tu que és Espírito Infinito, eterno e imutável em teu ser, sabedoria, poder, santidade, bondade, justiça e verdade, ensina-nos quem tu és, ilumina as nossas mentes e abençoa nossas vidas. Amém! (atributos) Deus é tudo isso e muito mais. Não há quem possa descrevê-lo ou defini-lo – nem mesmo os teólogos.Ø
No texto que lemos, podemos ver que Jó teve uma experiência pessoal com Deus que o levou a ter uma visão mais clara e muito mais ampla do seu Criador. Vejamos algumas conclusões que Jó obteve sobre Deus…Ø
VS – 1, e 2 – DEUS TUDO PODE (ele é Onipotente) – Jó pode chegar a esta conclusão quando Deus lhe mostra as provas do seu poder nas obras da criação (cap. 38). Não há nada nem ninguém que possa frustrar os Seus planos e propósitos. (Deus é todo-poderoso – onipotente – não há força que possa frustrar os seus desígnios). Se Deus tem um plano em nossa vida não há nada que possa frustrá-lo (peso eterno na consciência).
Pelo poder da Palavra Deus trouxe o mundo a existência. “Pela fé entendemos que o universo foi formado pela Palavra de Deus de modo que o invisível veio a existir das coisas que não aparecem (ou seja, do nada)”Ø
> O mesmo Deus que criou o mundo abriu o Mar Vermelho para que o povo de Israel pudesse chegar a terra prometida.

• Um gigante foi derrubado com uma pequena pedra para que um homem segundo o coração de Deus assumisse o trono de Israel
 
 O plano de Deus se concretizou, vindo a plenitude do tempo (cf. Gl) nasceu de uma virgem o Messias prometido. O Verbo se fez carne e habitou entre nós. No dia da anunciação do nascimento “para Deus não haverá impossíveis”.Ø
> Deus tudo pode meus queridos, os planos dele não podem ser frustrados. Creia você também nisso ( saiba que a história está sob a regência das mãos de Deus e tudo haverá de atingir um fim proveitoso no plano maior de Deus – aquiete-se e descanse no poder de Deus ).
Outra conclusão que Jó chegou a respeito de Deus é que…
DEUS TUDO SABE (Deus é onisciente) podemos ver isso nos V. 3,4…
Uma vez que reconhecemos que Deus tudo sabe, podemos confiar em Deus quanto ao cuidado da nossa vida. O Salmo 139 que exalta a onipotência e onisciência de Deus diz: “Os teus olhos me viram a substancia ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinaØdo quando nenhum deles havia ainda.” Existem planos e propósitos de Deus que nós não conhecemos (até porque a nossa mente é limitada e nossos olhos também)
> Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. (Isaías 55.8-9)
 Jó reconheceu que nada sabia (como disse o filósofo Sócrates: só sei que nada sei). Se Deus sabe tudo e conhece tudo, deixe sua vida aos cuidados dele. Mesmo que você não compreenda alguma situação difícil pela qual está passando.Ø

• Deus é onipresente… Após uma experiência dura e trágica, Jó pode ter uma visão mais ampla e mais clara sobre Deus. Ele Deus está em todos os lugares e seu Ser envolve tudo que existe.

Experiência mais marcante que Jó teve com Deus não foi na prosperidade mas na escassez, nas tribulações.Ø
V. 5, 6 mostra qual o conhecimento Jó possuía acerca de Deus antes das provações tribulações da vida e agora sua visão sobre Deus é bem diferente (proximidade – seus olhos foram abertos para uma nova dimensão).
> Depois dessa experiência que Jó viveu ele pode também reconhecer não somente a Onipotência e Onisciência mas também a Onipresença de Deus. Sua visão sobre Deus era outra, era de um Deus próximo e não distante. Não era mais uma experiência com um Deus do qual ele ouvira falar, mas sim de alguém bem íntimo e próximo.
 Conhecer Deus apenas de ouvir falar, seria esse também o nosso conhecimento de Deus? (visão dos nossos pais, sermão do pastor).Ø
 
• Nosso conhecimento/comunhão sobre Deus nos leva a crer no seu poder?

> Nos leva a reconhecer a dimensão do conhecimento de Deus (sabedoria) que ultrapassa o nosso entendimento (pois não entendemos muita coisa), mas quando reconhecemos que Deus tudo sabe e tudo conhece, então, podemos descansar em seu cuidado.
> E sobre a Sua onipresença? Temos essa comunhão íntima com este Deus que se faz presente em nós através do seu Santo Espírito.
Conhecemos Deus de ouvir falar de uma comunhão intima.
Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor – Oséias 6.3b.

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários

comments

Contribua com sua opinião