Deus único e verdadeiro

Aldenir Araújo
Texto: I Timóteo 1:17 – João 4:24a

Deus é tão infinito, tão grande e misterioso que, às vezes temos dificuldade em pensar nele como um ser real.

Adicionado a isso é a idéia de que Ele é Espírito, junto com a nossa incompreensão do que é um Espírito.
Quando pensamos em um espírito, muitas vezes nós pensamos em alguma coisa por aí, algum tipo de influência misteriosa, algo que não é real ou sobre a qual não podemos ter certeza. Embora o nosso texto diz que Deus é Espírito, há provas contundentes na Bíblia que Ele é real, pensa, sente, é um ser inteligente.
Meu objetivo com esta lição é tirar esse mistério do nosso conceito de Deus e para nos ajudar a conhecê-Lo como o verdadeiro ser espiritual que Ele é.

I. Sobre quem estamos falando quando dizemos: Deus?

A. O criador e sustentador do universo.
B. Ele tem proporcionado a humanidade uma revelação de Si mesmo através do mundo natural e através do Seu Filho, Jesus Cristo.
C. A Bíblia não procura provar a existência de Deus, simplesmente afirma a sua existência, declarando: “No princípio criou Deus…” (Gênesis 1:1).
D. Deus se revelou através do universo físico:
1. Salmos 19:1;
2. Romanos 1:19-20
3. Ao observar o universo, é possível encontrar indicações positivas da existência de Deus.
4. A criação revela os resultados de uma mente universal que concebeu um plano e executou-o (design inteligente).
5. Faz mais sentido aceitar a idéia de Deus como Criador do universo do que assumir que o nosso universo ordenado veio à existência sem um ser divino.
E. A maior revelação de Deus, entretanto, vem através da Bíblia.
1. Através do registo escrito, inspirado, tanto a existência de Deus e da natureza de Deus é revelado em e por Jesus Cristo.
2. Jesus declarou: “Quem me vê a mim vê o Pai” (João 14:9).
F. Embora a revelação plena de Deus estava em Jesus Cristo, a mente humana não pode compreender plenamente a Deus.
1. Uma razão para isso é que a Bíblia não registra todas as ações e os ensinamentos de Jesus (João 21:25).
2. Outro motivo é a limitação da mente humana.
3. Como o homem finito de mente pode compreender a infinitude de Deus?
4. Isto não é possível.
G. Embora não possamos compreender plenamente a Deus, nós ainda podemos conhecê-Lo.
1. Nós o conhecemos através de uma relação pessoal de fé.
2. E através de um estudo do que a Bíblia ensina sobre Sua natureza.

II. Atributos naturais de Deus:

A. Deus pode ser descrito em termos de atributos.
B. Um atributo é uma característica inerente de uma pessoa ou ser.
C. Enquanto não podemos descrever Deus de uma forma abrangente, podemos aprender sobre ele, analisando seus atributos como revelado na Bíblia.
D. O primeiro grupo é conhecido como os atributos naturais de Deus.
E. Deus é espírito. Jesus ensinou que “Deus é Espírito” (João 4:24).
1. Deus não tem corpo, não tem forma física ou mensurável.
2. Portanto, Deus é invisível.
3. Ele se tornou visível em forma humana na pessoa de Jesus Cristo, mas sua essência é invisível.
F. Deus é imutável.
1. O progresso e a mudança pode caracterizar algumas das suas obras, mas Deus permanece o mesmo (Hebreus 1:12).
2. Ele não muda, caso contrário, Ele não seria perfeito.
3. Assim, o que sabemos de Deus pode ser conhecido com certeza.
4. Ele não é diferente de uma hora para outra.
G. Deus é todo poderoso. O poder de Deus é ilimitado.
1. Ele pode fazer qualquer coisa que não seja incompatível com sua natureza, caráter e propósito (Gênesis 17:1; 18:14).
2. As únicas limitações sobre o poder de Deus são impostas por ele mesmo (Gênesis 18:25).
3. “Impossível” não está no vocabulário de Deus.
4. Deus cria e sustenta todas as coisas, mas Ele nunca se cansa (Isaías 40:27-31).
H. Deus é onisciente.
1. Deus possui todo o conhecimento
2. Jó 38:39;
3. Romanos 11:33-36
4. Porque Deus está em toda parte em um e ao mesmo tempo, Ele sabe tudo ao mesmo tempo.
5. Que Deus tem o poder de conhecer os pensamentos e as motivações de cada coração é evidente, em muitas passagens das Escrituras, notavelmente:
a. Jó 37:16
b. Salmo 147: 5,
c. Hebreus 3:13.
6. Deus está em toda parte. Deus não se limita a qualquer parte do universo, mas está presente em todo o Seu poder em cada ponto do espaço e em cada momento no tempo.
a. Salmos 139:7-12.
b. Portanto, Deus não pertence a nenhuma nação ou geração.
c. Ele é o Deus de toda a terra Gênesis 18:25.
I. Deus é eterno.
1. Eternidade refere-se a relação de Deus com o tempo.
2. Passado, presente e futuro são conhecidos igualmente para Ele.
a. 2 Pedro 3:8;
b. Apocalipse 1: 8
c. O tempo é como um desfile que o homem vê apenas um segmento de cada vez.
d. Mas Deus vê o tempo na sua totalidade.

III. Atributos morais de Deus:

A. O segundo grupo de atributos é chamado de atributos morais.
B. Referem-se ao caráter de Deus, Sua natureza essencial.
C. Deus é santo.
1. A palavra santo vem de uma raiz que significa “separado”.
2. Assim, refere-se a Deus como separado e exaltado acima de outras coisas.
3. Isaías 6:1-3.
4. Santidade se refere a excelência moral de Deus.
5. Ser santo, Deus exige a santidade de seus próprios filhos.
6. E o que Ele exige, ele fornece.
7. Santidade é um dom de Deus que nós recebemos pela fé, através de Seu Filho, Jesus Cristo (Efésios 4:24).
D. Deus é justo.
1. Justiça, como aplicado a Deus se refere a sua afirmação do que é certo, por oposição ao que está errado.
2. A justiça de Deus se refere às suas leis morais estabelecidas para orientar o comportamento da humanidade, como os Dez Mandamentos.
3. A Justiça também se refere à administração da justiça de Deus.
4. Ele traz o castigo sobre a desobediencia
a. Gênesis 18:25
b. Deuteronômio 32:4
c. Romanos 2:6-16
5. Finalmente, a justiça de Deus é redentora.
6. No livro de Romanos a justiça de Deus se refere a Deus, que declara o crente a estar em um estado de justiça, como se nunca tivesse sido injusto.
a. Romanos 1:16-17
b. Romanos 3 :24-26
7. Isto é possível por causa da morte sacrificial de Jesus em nosso favor.
E. Deus é a Verdade.
1. Toda a verdade, seja natural, física ou religiosa, está fundamentada em Deus.
2. Assim, qualquer ensinamento aparentemente incompatíveis entre ciências naturais e físicas e a revelação do próprio Deus é mais aparente do que real.
3. A verdade é ampliada de forma absoluta através da revelação de Deus.
F. Deus é sabedoria.
1. A sabedoria de Deus é revelada em Ele fazendo a melhor coisa, da melhor maneira, com o melhor tempo para o melhor efeito.
2. Algumas pessoas têm conhecimento, mas pouca sabedoria, enquanto que o mais sábio, por vezes, têm pouco conhecimento.
3. Mas Deus é o “único Deus sábio” (1 Timóteo 1:17).
4. Na criação, a história, a vida humana, redenção e Cristo, a Sua sabedoria divina é revelada.
5. O homem, sem sabedoria, pode reivindicar a sabedoria de Deus simplesmente por pedir
a. 1 Reis 3:9
b. Tiago 1:5
G. Deus é amor.
1. O amor é a essencial, doação da natureza de Deus.
2. O amor de Deus para o homem procura despertar um amor sensível do homem para Deus.
3. O amor divino é como um fio de ouro através de toda a Bíblia.
4. A natureza é eloqüente com a habilidade, sabedoria e poder de Deus.
5. Somente na Bíblia, no entanto, descobrimos Deus dando a si mesmo e tudo o que possui a Suas criaturas, a fim de ganhar a sua resposta e para possuí-las para si.
6. Deus amou e deu. João 3:16
7. Ele amou e procurou, exatamente como um pastor busca suas ovelhas.
8. Deus amou e sofreu, proporcionando o seu amor, dando o seu tudo na cruz para a redenção da humanidade.
9. Deus, em Seu amor, atesta boa vontade para todas as Suas criaturas
a. Gênesis 1:31
b. Salmos 145:9
c. Marcos 10:18

Conclusão:
1. A compreensão do crente acerca de Deus continua a aumentar ao longo da sua peregrinação terrena.
2. Será finalmente concluída na eternidade quando estiver na presença de Deus.
3. Jeová, Deus não é alguma ou mera influência flutuante que não podemos conhecer.
4. Ele é real, ele é pessoal, ele possui esses atributos.
5. O mais importante, Ele ama você!
6. Ele é a essência do amor.

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários

comments

Contribua com sua opinião