Introdução:
(1) Deus concedeu ao apóstolo Paulo, queridos irmãos; Amados companheiros, como: o jovem Timóteo; o casal Aquila e PrisciLa; Lucas o médico amado; Silas; Onésimo; Marcos; Tíquico; Ninfa; Trófimo; Aristarco; Arquipo; e muitos outros. Dentre estes, Paulo tinha também em grande estima e amor, o querido irmão EPAFRODITO.

(2) Epafrodito – significa: Amável (sim, ele era muito amável .
(3) Que nos diz a
A PAZ DE DEUS
Filipenses 4.4-7

Introdução
Numa linguagem bem simples, podemos dizer que paz é o oposto de guerra.

Se o mundo não conhece muito bem o que é a paz, certamente conhece o que é a guerra.

Hoje experimentamos diversos tipos de guerras:
- Guerra entre as nações;
- Guerra entre os estados do Brasil (guerra fiscal);
- Guerra entre adversários políticos resultando em mortes encomendadas;
- Guerra entre a polícia e o tráfico de drogas;
- Guerra entre os próprios traficantes pelo controle do tráfico de drogas;
- Guerra entre vizinhos;
- Guerra entre famílias;
- Guerra dentro da própria família;
- Guerra dentro do coração humano;
- Guerra do ser humano com Deus;

Diante de tantas guerras, será possível experimentar paz?

Sim, com certeza. Mas que tipo de paz?
João 14.27

Escrevendo aos filipenses, Paulo fala a respeito da paz de Deus que guarda os nossos corações (4.7).

Essa paz não é produzida ou promovida pelo homem. É a paz promovida pelo próprio Deus no coração humano.

Uma paz que não depende das circunstâncias. Uma paz que guarda o coração na hora da provação.

Uma paz que excede todo o entendimento e compreensão humana.

Naturalmente não dá para entender como é que uma pessoa pode ter paz apesar das provações que enfrenta.

A paz de Deus guarda o nosso coração quando tomamos algumas atitudes.

1. GUARDA OS NOSSOS CORAÇÕES QUANDO BUSCAMOS ALEGRIA NO SENHOR (v. 4)
A verdadeira alegria.

“A alegria no Senhor é a nossa força”

“Alegrai-vos sempre no Senhor” – como alegrar-se sempre, em qualquer circunstância?

Paulo estava preso quando encorajou a igreja de Filipos dessa maneira.
Assim como a paz, alegria no Senhor, não depende das circustâncias.

Atos 16.24-26

2. GUARDA OS NOSSOS CORAÇÕES QUANDO NOS LEMBRAMOS QUE O SENHOR ESTÁ PERTO (v. 5)
Não estamos sozinhos! “Perto está o Senhor!”

Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia (Salmo 46:1);

Não somos felizes porque não temos problemas; porque não sofremos.

Somos felizes e temos paz porque o Senhor está perto! Ele está no controle de todas as coisas. Tudo está em suas mãos!

O Senhor está junto de nós e nos ampara, nos ajuda a enfrentar os problemas. Por outro lado, grande parte do nosso sofrimento, deve-se ao fato de não percebermos que o Senhor está perto.

Salmo 34:18 – “Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito”.

Aqueles, que têm o coração quebrantado é que percebem a presença do Senhor, a sua companhia constante!

Mas o Senhor está perto, não apenas no sentido geográfico. Ele está perto também no sentido cronológico ou escatológico. Ele está perto porque está chegando, e a sua vinda está próxima!

E a vinda do Senhor não nos traz medo, incerteza e insegurança. Pelo contrário, essa verdade nos conforta e nos enche de esperança, a ponto de exclamarmos:Vem Senhor Jesus!

3. QUANDO DEPOSITAMOS NOSSAS ANSIEDADES EM SUAS MÃOS PELA ORAÇÃO (v. 6)
A ansiedade corrói o nosso interior! Acaba com a gente por dentro! Afeta até a nossa saúde!

Paulo nos apresenta o remédio: oração.

Orar é falar com Deus, mas é também ouvir a Deus.

Por meio da oração falamos com Deus, mas ele fala com a gente também.

É bem verdade que nem sempre damos oportunidade para que ele fale com a gente e nos contentamos em falar o tempo todo.

Vale lembrar que a oração que nos alivia da nossa ansiedade é a oração que nos leva a descansar no Senhor, a entregar a ele todos os nossos problemas porque confiamos que ele está no controle de todas as coisas e a sua vontade é a melhor de todas.

Por meio da oração buscamos a Deus. E essa busca precisa ser com fé!

Você precisa crer que Deus existe! Você precisa confiar nele como solução para a sua vida! Você precisa reconhecer que é pecador e que os seus pecados limitam os seus recursos. Você precisa reconhecer que depende de Deus!

O ser humano, por mais capaz que seja, não pode viver sozinho, porque depende de Deus. Isso faz parte do nosso jeito de ser. Deus nos fez assim. Ele conhece a nossa estrutura e sabe que não podemos viver sem ele.

Assim como a ovelha não consegue sobreviver sozinha, o ser humano não consegue sobreviver sem Deus.

Por isso as ansiedades e preocupações são um fardo que só Deus pode carregar.

Falimos quando tentamos carregar sozinhos.

Salmo 55.22

Salmo 68.19

1a. Pedro 5.6-7

Mateus 6.34
V. 6 – “sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições”. Deus já sabe de tudo o que precisamos antes mesmo de formularmos os nossos pedidos.

O que ele quer é que tenhamos um relacionamento com ele. O que ele quer é que o conheçamos melhor e aprendamos a confiar os nossos cuidados a ele mesmo.

Está difícil carregar o seu fardo? Ouça o convite de Jesus: Mateus 11.28-30.

Ninguém nunca falou dessa forma! Só Jesus! Ele tem autoridade e poder para aliviar o seu fardo.

Atos 3.19-20

Experimente Jesus em sua vida! A sua paz é pessoal! É para você!

Cristo conquistou essa paz na cruz ao reconciliar o homem com Deus
(Efésios 2.14).

Conclusão
Você quer experimentar a paz que o mundo não pode lhe dar? Você quer experimentar essa paz capaz de guardar o seu coração na hora da provação, na hora da dor, até mesmo na hora da sua partida para a eternidade?

Confie a sua vida a Jesus! Ele lhe dará paz e muito mais. Ele lhe dará também perdão para os seus pecados e vida eterna.

visite www.ilustrar.com.br

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS