“A Oração de Agradecimento”

INTRODUÇÃO

“Naquele dia”. Que dia? O dia do Messias (cap. 11), o tempo em que vivemos. O capítulo 12 é um salmo ensinando a agradecer a Deus pelos atos do Messias, Jesus Cristo, por nós. O capítulo 13 trata da ruína de Babilônia, inimiga do povo de Deus, no Antigo Testamento. O agradecimento do capítulo 12 vem entre duas idéias: o reinado do Messias (cap. 11) e o fim do poder do mal (cap. 13). Por que louvamos e agradecemos a Deus? Por causa dos seus dons e do seu dom maior, Jesus Cristo, e pelo livramento que ele nos dá. Há três chamadas no capítulo e devemos ouvi-las.

1. UMA CHAMADA PARA CONFIAR NELE COMO NOSSO DIVINO LIBERTADOR

Julgou o povo por um tempo (v. 1). Agora o conforta (Is 40.1). Algumas vezes Deus nos prova ou disciplina, mas sempre nos conforta. Ele iria libertar o povo, destruindo seu inimigo, Babilônia (cap. 13). Isaías não diz que Deus nos salvará, mas que é a nossa salvação (v. 2). Salvação não é algo que Deus nos dá. Salvação é Deus se dando a nós. Vemos isto, mais que em outro lugar, na encarnação em Jesus, o Messias. Nele, Deus se deu aos homens. Veio nos libertar: João 8.36. Porque estamos aqui? Porque Deus, a nossa salvação, veio a nós, em Jesus, e nos libertou. Podemos confiar nele.

2. UMA CHAMADA PARA TESTEMUNHARMOS DOS SEUS FEITOS

Porque é a nossa salvação, ele faz coisas por nós. Por isto, “fazei notórios os seus feitos entre os povos” (v. 4). Quanta gente é abençoada e não agradece, não testemunha! Quando agradecemos publicamente, estamos testemunhando do poder de Deus. O Deus que é a nossa salvação faz coisas pelo seu povo: Salmos 126.1-3. Estavam cativos, mas sairiam e todos veriam o que Deus fizera por eles. As pessoas vêem o que Deus fez por nós? damos graças e testemunhamos, ou sabemos apenas nos lamentar?

3. UMA CHAMADA PARA ADORÁ-LO POR TUDO QUE ELE É E POR TUDO QUE ELE FAZ

O que ele é? Minha salvação, minha força (v. 2),tem nome excelso (99v. 4) é grande (v. 6), é Santo (v. 6). O que ele faz? Tornou-se nossa salvação (v 2), tem grandes feitos por nós (v. 4) e está no meio de nós (v. 6). É o Deus que está com os homens, na pessoa de Jesus. O versículo 3 era cantado pelos sacerdotes, no último dia festa dos tabernáculos. Jesus se valeu desta figura

(João 7.37-39). Ele se foi, mas nos enviou o Espírito, que continua sendo Deus conosco, e nosso Consolador, agora (João 14.16).

CONCLUSÃO

Último culto de oração do ano. Excelente oportunidade para olharmos para tudo que passou. Houve dificuldades? Deus nos provou ou corrigiu, mas nos livrou e nos trouxe até aqui. Houve bênçãos? Tudo é motivo de gratidão. Saibamos dar graças a Deus, conforme o versículo 1, e repitamos o versículo 2: “Eis que Deus é a minha salvação; eu confiarei e não temerei porque o Senhor, sim o Senhor é a minha força e o meu cântico; e se tornou a minha salvação.”

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS