Mesmos nos vales da vida

… ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, tua vara e teu cajado me consolam… Sl 23:4

INTRODUÇÃO:
Nós estranhamos que mesmo sendo cristãos tenhamos que passar por dificuldades. O fato de não se ter problemas seria sinal da salvação. Aquele que tem problemas, ou não é salvo, ou está em pecado. Tem que estar tudo bem na vida do crente, ter prosperidade, saúde, senão tem alguma coisa errada na sua caminhada com Deus. Não é isso que a  Bíblia ensina. Conforme a Bíblia teremos muitas aflições, mas ela nos revela um Deus presente, como um pastor.

Transicao: Davi, ao compor esse salmo, trouxe algumas realidades de sua vida pastoril para mostrar um pouco do cuidado amoroso de Deus com seu povo, o cuidado de um pastor com suas ovelhas. Vejamos algumas dessas realidades.

1 – Eu passarei por dificuldades:

1.1 O que são dificuldades?
•    Vale – geografia de Israel acidentada. Havia caminhos estreitos, acidentados, profundo e com margens íngremes, escorregar. Bloqueia a luz, trevas provocam medo nas pessoas. Sujeito a enchentes repentinas, perigos inesperados.
•    Pastoreio era  uma atividade comum. O trabalho do pastor era conduzir, para prover alimentos procurava pastos, proteger dos perigos, dos animais selvagens. Ovelhas se assustavam ao passar por lugares escuros, temem os caminhos pedregosos. Elas tinham que confiar no pastor que as conduzia.

1.2 Quais tipos de dificuldades?
•    Doenças
•    Desemprego
•    Calamidades, como seca ou enchentes
•    Perda de alguém querido
•    Divórcio
•    Convívio com uma pessoa difícil

1.3 Por que passamos por dificuldades?
•    Quando Deus guia está treinando seu povo na justiça
•    Terrível perplexidade e provação, que aparece em sua vida pode ser realmente parte de sua disciplina  na escola de Cristo.
•    Alto grau de intimidade com Deus no perigo
•    Capacitar você a dar graças em meio às dificuldades
•    Nem sempre sentimos que Deus está fazendo muito por nós. Para começar, achamos que se tivéssemos ajuda, não estaríamos naquela situação

Transição: Vimos no texto que os cristãos passam por dificuldades, veremos a seguir outra verdade nele contida que em meio às dificuldades podemos contar com a presença de Deus.

2 – Eu contarei com a presença de Deus:
2.1 A presença de Deus é uma promessa bíblica
•    Em muitos outros lugares do AT o relacionamento de Deus com seu povo é de um pastor para com suas ovelhas
•    Jesus se apresenta também como o Bom pastor
•    Deus presente no meio do povo
•    Não foi parar lá sozinha, o pastor está com a ovelha no vale.
•    Aquele que tem poder para transformar mal em bem em favor dos seus filhos.

2.2 A presença de Deus é uma certeza
•    Relacionamento com Deus
•    Comunhão
•    Confissão de fé do crente
•    O descrente embora necessitado não deposita sus confiança em Deus, pois não o conhecem.
•    Essa é a diferença entre o crente e o não-crente

2.3 A presença de Deus é permanente
•    40 anos no deserto, nada faltou, comida, calçado, vestes
•    Nuvem de dia, direção para o caminho, amenizar o calor do deserto
•    Coluna de fogo para iluminar a noite, proteger do frio
•    No vale como no deserto, poderia concluir que foi guiada ao lugar errado
•    Palavra que no original dá sentido de companheirismo

Transição: Até agora aprendemos duas verdades nesse texto: a primeira é que nós cristãos passamos por dificuldades, a segunda é que podemos contar com a presença de Deus, e a terceira verdade que vamos abordar agora é que recebemos a proteção de Deus.

3 – Eu receberei a proteção de Deus:

3.1 Como é a proteção de Deus?
•    Proteção constante, corajosa, enfrenta os animais ferozes.
•    Leva as ovelhas nos ombros, cura e cuidado.
•    A vara e o cajado são instrumentos do pastor de ovelhas.
•    A vara servia como instrumento para defender as ovelhas dos animais ferozes, seus predadores naturais, seus inimigos de morte.
•    O cajado, para dirigir as ovelhas ou para puxá-las com o gancho na ponta.

3.2     Por que recebemos a proteção de Deus?
•    Precisamos de refúgio
•    Descanso
•    Consolo, através do Espírito Santo
•    Encorajamento
•    Precisamos viver na sua dependência

3.3    Como receber a proteção de Deus?
•    Jesus como Bom Pastor
•    Em Cristo, incluídos na sua morte
•    PLANO DA SALVAÇAO

Conclusão: Podemos concluir que não é pelo fato de sermos cristãos que não passaremos por dificuldades, por perigos, por graves apertos na vida. Todos nós, homens e mulheres estamos sujeitos às intempéries da vida, sejamos cristãos ou não. O que faz a diferença é saber que temos Deus como nosso pastor. É no nosso dia a dia que podemos comprovar nosso relacionamento com Deus, um Deus encarnado, realmente presente na tribulação.

APLICAÇÃO: Agora você, como cristão que é, sabe de alguém que está passando por uma dificuldade? O que você poderia fazer para ajudar essa pessoa? Vamos orar por ela e o Senhor mostrará de que forma você pode auxiliá-la. Amém?

Autora: Lucila Ferreira Arrebola

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários

comments

Contribua com sua opinião