O apelo evangelístico

Texto: João 12.44-50.

Jesus é o Cristo, o Ungido de Deus. Jesus é o Messias, o Enviado de Deus! – “me enviou”, v.49.

PARTE I: O apelo evangelístico para crer em Jesus

Neste texto temos o registro de que Jesus, o Messias, está encerrando seu ministério público… Tanto que, daqui para a frente, tudo é em particular com seus discípulos. Mas diante da situação adversa (ver v.42,43) Jesus lança os desafios de CRER, VER e OUVIR, e, ao mesmo tempo, Ele encoraja os crentes secretos a tornarem-se suas testemunhas públicas – porque rejeitar a Cristo é rejeitar a Deus. Sim, por isso temos no texto o que chamamos aqui de O APELO EVANGELÍSTICO.

  • O apelo evangelístico É PARA CRER EM Jesus, v.44.

Nos v.42,43 temos o registro de que muitos creram nele e outros não…  Na verdade, esses muitos que creram em Jesus tinham apenas um assentimento intelectual sem poder – tinham uma crença que não podia salvá-los! Mas Jesus nos convida a crer:

  • De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir o Filho e nele crer tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia”, João 6.40.
  • Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva”, João 7.38.

Crentes em Cristo Jesus não ocultam sua fé! Crentes em Jesus O confessam publicamente! Por isso podemos afirmar que quem crê obedece! Também afirmamos que crer é confessar, porque Deus não tem agentes secretos.

PARTE II: O apelo evangelístico também é para ver a Jesus.

Aqui Jesus diz: “E quem me vê a mim vê aquele que me enviou”. E verdade é que “ninguém jamais viu a Deus”; mas a mesma Escritura que diz isso também afirma que Jesus revela a Deus: “Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou”, João 1.18. Veja-se, ainda, o texto de Hebreus 1.1-4.

Noutra parte da Escritura temos: “Disse-lhe Jesus: Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?”, João 14.9. E é claro, esse ver a Jesus é de natureza espiritual, mas algumas pessoas desejaram ver a Jesus, literalmente:

  • “Herodes, porém, disse: Eu mandei decapitar a João; quem é, pois, este a respeito do qual tenho ouvido tais coisas? E se esforçava por vê-lo, Lucas 9.9.
  • Outra vez, “Herodes, vendo a Jesus, sobremaneira se alegrou, pois havia muito queria vê-lo, por ter ouvido falar a seu respeito; esperava também vê-lo fazer algum sinal”, Lucas 23.8.
  • Também Zaqueu: Então, correndo adiante, subiu a um sicômoro a fim de vê-lo, porque por ali havia de passar”, Lucas 19.4.

Algumas pessoas, ao verem Jesus tiveram atitudes distintas:

  • Por exemplo, Maria, irmã de Lázaro, se prostrou, lançou-se aos pés de Jesus! João 11.32.
  • E o que falar dos primeiros discípulos? Lendo João 1.39 em diante descobrimos que aqueles que viram a Jesus depois do “vinde e vede” do querido Mestre O seguiram! Ver a Jesus é seguir a Jesus!

Hoje, as pessoas veem a Jesus pela Escritura Sagrada, ou seja, pela leitura da Bíblia; mas, enfaticamente, as pessoas veem a Jesus na Igreja – sim, as pessoas hoje veem a Jesus na pessoa de cada crente! Vamos ler Mt 5.16: “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus”.

PARTE III : O apelo evangelístico é para ouvir Jesus

O próprio Mestre ensinou que algumas pessoas são incapazes de ouvir: “Qual a razão por que não compreendeis a minha linguagem? É porque sois incapazes de ouvir a minha palavra”, disse Jesus em João 8.43.

Mas havia quem queria ouvir a Jesus: “Aconteceu que, ao apertá-lo a multidão para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré”, Lc 5.1. E isto era uma constante durante todo o ministério do querido Mestre: Mt 14.13; Mt 22.33; Lc 4.42; Lc 8.42; Lc 11.29.

No primeiro período missionário, o período da Igreja Primitiva, muitos queriam ouvir a Palavra de Deus:

  • “O qual estava com o procônsul Sérgio Paulo, que era homem inteligente. Este, tendo chamado Barnabé e Saulo, diligenciava para ouvir a palavra de Deus”, Atos 13.7.
  • “No sábado seguinte, afluiu quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus”, Atos 13.44.
  • “As multidões atendiam, unânimes, às coisas que Filipe dizia, ouvindo-as e vendo os sinais que ele operava”, Atos 8.6.

CONCLUSÃO

Ouvir Jesus é CONHECER! Ouvir Jesus é aprender mais de Jesus! E em Apocalipse 3.20 Jesus ainda orienta sobre o ouvir: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”.

Sabendo que o APELO EVANGELÍSTICO consiste em OUVIR, VER e CRER em Jesus vamos concluir lendo em João 10.27,28 que diz: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem.  Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão”.

Autor: Rev. Adilson Souza dos Santos

Visite: http://www.ejesus.com.br

Comentários

comments

Sobre Antonio C. Barro

É professor da Faculdade Teológica Sul-Americana, em Londrina. Formado em teologia, com mestrado e doutorado pelo Fuller Theological Seminary, nos Estados Unidos. É o criador e editor do blog cristão: www.coisado.com.br

Contribua com sua opinião