O bom samaritano

Neste sermão nós iremos aprender sobre quem se revela ser o bom samaritano

Em Lucas 10.25-37 lemos que um homem descia, saindo de Jerusalém indo para Jericó.

Esta sua saída incorreu em uma DESPEDIDA. Queridos vocês já pararam para pensar que a nossa vida é pautada por despedidas.

Logo no início de nossa breve vida nos despedimos, do ventre da nossa amada mãe, com muita luta, com resistência, com dor, com gritos, pois não queremos sair de lá e então nos despedimos do lugar da segurança, do lugar do conforto, do lugar da proteção.

Nos despedimos do seio da mamãe que nos alimenta, que nos nutre, nos fortalece, nos aconchega.

Nos despedimos dos pais para irmos para a escola.

Nos despedimos da família para formarmos a nossa própria família.

Despedimos de tantas coisas…

Aquele homem se despediu de Jerusalém

Em sua despedida ele encontra-se com o NOVO, que por vezes não é bom.

O PRIMEIRO encontro é com o GRUPO DOS SALTEADORES, são aqueles que estão vitimando pessoas por que querem tudo o que elas tem.

O SEGUNDO GRUPO SÃO OS QUE NÃO SE JUNTAM, são os sacerdotes e levitas, são os RELIGIOSOS.

Tanto o Sacerdote quanto o levita estavam de viagem vindos do mesmo lugar, provavelmente do TEMPLO DE JERUSALEM, mais não seguiam juntos na caminhada.

Engessados pela SUA religiosidade deixaram o homem a ponto de morrer no caminho.

Não estão nem aí para O OUTRO.

Tanto faz que o outro tenha vida ou não…

Jean-Paul Sartre um filósofo francês que recebeu o prêmio Nobel de Literatura de 1964, afirmava em seu discurso “o meu inferno são os outros

Parece-me que os judeus também tinham este tipo de acepção de pessoas, para se reunirem nas Sinagogas fazia-se necessário um quórum 10 homens independente de quantas mulheres houvesse, mesmo que fossem 1.000 mulheres, precisava ter 10 homens ali.

Mas o Senhor Jesus é aquele que quebra os paradigmas, os padrões humanos, padrões religiosos com entusiasmo e cheio de energia e diz a estes religiosos …onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles. Mateus 18.20

O Primeiro grupo diz: O QUE É TEU É MEU.

Segundo grupo diz: O QUE É TEU É TEU, E O QUE É MEU É MEU.

Só se preocupam com sua religiosidade fria e morta.

A partir de então a narrativa de Cristo nos apresenta um outro personagem o Samaritano.

O samaritano que desceu, que foi instrumento de Deus para levar vida aquele que estava perdido.

Penso que aquele samaritano ouviu ao longe um gemido, de dor, de angústia de sofrimento agoniante.

Quem sabe seja o seu caso hoje, nem forças para clamar você tem.

Queridas e queridos, neste momento Jesus se apresenta como este BOM SAMARITANO e passa a falar de si.

Jesus desceu… Jesus desceu… Jesus desceu… Filipenses 2.6-9 diz:

Pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus, antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até a morte e morte de cruz.

Ele desceu, pois, sabia que nos encontraria, largados, caídos sangrando, moribundos, agonizantes, macambúzios, sorumbáticos.

Jesus nos encontra despidos, espancados, agonizantes, quase mortos.

Jesus não usava togas, muito menos filactérios, mas ouviu nosso clamor, ele atentou para o nosso choro, e desceu para nos acudiu, para nos UNIR AO SEU POVO, SEU CORPO.

Ele sabia que tanto o levita quanto o sacerdote não nos ajudaria em nossas dores.

Por vezes podemos nos sentir abandonados, mas Ele, o amado Jesus, nunca nos abandonará.

Isaias 49.15-16 nos diz: Haverá mãe que possa esquecer seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa esquecê-lo, eu não me esquecerei de você! Veja, eu gravei você nas palmas das minhas mãos; seus muros estão sempre diante de mim.

Jesus desceu… Jesus desceu… Jesus desceu…

MESMO QUE NÃO TENHAMOS MAIS FORÇAS PARA GRITAR, SUSSURREMOS, POIS O MESTRE NOS OUVE.

Ele ouviu o sussurro daquele homem moribundo a beira da estrada.

Ele está ouvindo NESTE MOMENTO o clamor da igreja amada

Jesus desceu…

E aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho

Este seu vinho representa seu sangue precioso.

Sangue este derramo para nos dar a plena SALVAÇÃO e VIDA.

Estávamos quase mortos a beira do caminho mas Jesus o Bom Samaritano, APROXIMOU-SE de nós para mudar a nossa história.

Deitando em nossas feridas do seu azeite – ELE NOS UNGIU, UMA UNÇÃO QUE SOMENTE O DONO DA VIDA PODE CONCEDER.

Jesus nos colocou sobre sua cavalgadura, descendo dela.

Ele atraiu sobre si todos os nossos pecado.

Ele esvaziou-Se de toda sua gloria, para que eu e você tivéssemos acesso a ela. O VÉU DO TEMPLO SE RASGOU.

Jesus nos apresenta ao ESTALAJADEIRO, e faz um pedido a ele:

CUIDE DELES

Este estalajadeiro é o doce Espirito Santo João 14.16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador a fim de que esteja para sempre convosco, para que fique convosco para sempre.

Ele clamou na Cruz:

TETELESTAI – ESTÁ CONSUMADO

TODA DÍVIDA FOI PAGA

E ainda disse ao PAI:

Eu dou a minha vida por Eles, ESTA AQUI OS DENÁRIOS DA MINHA VIDA, mas se em algum momento eles ficarem devendo alguma coisa, pode pôr na minha conta, EU PAGO.

Colossenses 2.14-15 tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz; e, despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz.

Jesus declara através de suas ações que: TUDO O QUE É DELE É NOSSO:

  • O meu VINHO eu te dou;
  • O meu AZEITE eu te dou;
  • Minha CAVALGADURA eu te dou,
  • O meu DENÁRIO eu te dou,

Tudo Deus nos deu através de Jesus.

O 1º grupo diz: O QUE É TEU É MEU

O 2º grupo diz: O QUE É TEU É TEU, E O QUE É MEU É MEU

Jesus te diz nesta noite: O QUE É MEU É TEU.

Pedro aprendeu tão bem este ensinamento que disse em certa ocasião: Não possuo nem prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!

Eu lhes faço uma pergunta: De que grupo você faz parte?

Do 1º grupo diz: O QUE É TEU É MEU

Do 2º grupo diz: O QUE É TEU É TEU, E O QUE É MEU É MEU

Ou do 3º grupo do amado que diz: O QUE É MEU É TEU.

Caso ainda não esteja no TERCEIRO Chega um momento em nossa vida que precisamos descer. Para que Cristo suba

Jesus não está diante de nós, e sim nós e que estamos diante do Deus de toda vida e graça.

Que Deus nos abençoe!

 

Autor: Pr. Josimar de Oliveira Silva

visite www.infopastor.com.br

//flp

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Print this pageTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

Comentários

comments

Contribua com sua opinião