A base do meu Lar 2

COMUNICAÇÃO NA FAMÍLIA

EFÉSIOS 4: 25 – 5: 2

25 – POR ISSO NÃO MINTAM MAIS. CADA UM FALE A VERDADE COM SEU IRMÃO, POIS TODOS NÓS SOMOS MEMBROS DO CORPO DE CRISTO.

26 – SE VOCÊ FICAR COM RAIVA, NÃO DEIXE QUE ISSO O FAÇA PECAR E NÃO FIQUE COM RAIVA O DIA TODO.

27 – NÃO DÊEM OPORTUNIDADE AO DIABO.

28 – QUEM ROUBAVA NÃO ROUBE MAIS, PORÉM COMECE A TRABALHAR A FIM DE VIVER HONESTAMENTE E AJUDAR AOS POBRES.

29 – NÃO DIGAM PALAVRAS QUE FAÇAM MAU AOS OUTROS, MAS USEM APENAS PALAVRAS BOAS, QUE AJUDEM OS OUTROS A CRESCER NA FÉ E A CONSEGUIR O QUE NECESSITAM, PARA AQUILO QUE VOCÊS DIZEM FAÇA BEM AOS QUE OUVEM.

30 – E NÃO ENTRISTEÇAM O ESPÍRITO SANTO DE DEUS. PORQUE O ESPÍRITO É A MARCA DA PROPRIEDADE DE DEUS EM VOCÊS E A GARANTIA DE QUE CHEGARÁ O DIA EM QUE DEUS OS LIBERTARÁ.

31 – ABANDONEM TODA AMARGURA , ÓDIO E RAIVA. NADA DE GRITARIA INSULTOS E MALDADE.

32 – AO CONTRÁRIO, SEJAM BONS E DELICADOS UNS COM OS OUTROS. E PERDOEM UNS AOS OUTROS, COMO DEUS, PERDOOU VOCÊS.

CAPÍTULO 5

01 – VOCÊS SÃO FILHOS QUERIDOS DE DEUS E POR ISSO PRECISAM SER COMO ELE.

02 – QUE SUAS VIDAS SEJAM DOMINADAS PELO AMOR, ASSIM COMO CRISTO NO AMOU E DEU SUA VIDA POR NÓS, COMO OFERTA DE PERFUME AGRADÁVEL E COMO SACRIFÍCIO QUE AGRADA A DEUS.

“… A BASE DO MEU LAR”

ESTUDO 5

COMUNICAÇÃO NA FAMÍLIA

EFÉSIOS 4: 25 A 5:2

II COMENTANDO O TEXTO:

A Igreja de Éfeso, estava acostumada com o estilo do Apóstolo Paulo. Ele mesmo fundou aquela comunidade e se tornou seu Pastor durante 2 anos e três meses (Atos 19:1 a 20: 1). Muito provavelmente, o Apóstolo estava preso em Roma quando escreveu essa carta aos irmãos em Éfeso. A carta não trata de nenhum problema específico da Igreja, mas trata de uma modo especial do que é a Igreja e como deve ser a vida cristã. É claro que por conhecer os seus leitores de perto, Paulo se torna mais livre e abrangente em seus assuntos. O texto em discussão esta semana, trata dos deveres dos cristãos no trato de uns para com os outros e nós neste estudo iremos tirar a mensagem do texto para as famílias nos nossos dias.

II – PERGUNTAS PARA ESTUDO:

01 – Você acha que é difícil conversar com seus familiares? Porque?

02 – Porque tantas famílias falham em sua comunicação?

03 – A TV é um dos veículos mais modernos na comunicação, será que ela não está atrapalhando as famílias em dedicarem mais tempo para ouvir as pessoas? O que fazer?

04 – A maneira de se comunicar tem importância? (palavras grosseiras, gritarias, choros, explosões, raiva etc.)

05 – Em casa, a verdade deve sempre ser dita em qualquer situação, ou para não magoar as pessoas nós devemos ocultar a verdade ou mudá-la? Porque?

06 – Comunicar não é só falar, mas também é ouvir. Você acha que todas as pessoas nas famílias estão dispostas a ouvir ou somente a falar?

07 – O amor deve ser um dos principais ingredientes da comunicação familiar. Você acha que hoje pelo monos 30% de nossa comunicação familiar é comunicação em amor? Porque?

08 – Gastamos muito tempo resolvendo problemas. Isso não seria por causa de uma falha na comunicação que deveria ser amorosa?

09 – “Ninguém sabe o que o calado quer”, esse ditado surgiu do comportamento tímido de alguns ao chegarem em determinados lugares e não saberem iniciar uma conversa ou tirar uma informação. Será que hoje em dia existem pessoas com esse comportamento? Será que são elas que têm dificuldades de se expressarem ou as outras pessoas é que as tornam constrangidas?

10 – Você concorda coma afirmação: “a comunicação é a chave do sucesso”? Porque? Como isso se aplica à família?

III – APLICAÇÕES:

01 – O que é comunicação? R. É o processo verbal ou não verbal de transmitir um informação ou um sentimento a uma outra pessoa de maneira que ela entenda o que você está dizendo e o que está sentindo.

02 – A Comunicação deve ser sempre recíproca. Você fala, mas também precisa ouvir com atenção. Você pode expressar seus sentimentos, mas precisa ter a sensibilidade de entender os sentimentos dos outros.

03 – Bloqueios para a comunicação. Mágoas, raivas, iras, malícia, falta de verdade, insultos, grosserias etc.

04 – A vida moderna e seus ativismo, têm prejudicado a grande maioria das famílias. A TV está tirando muito tempo das pessoas que até a utilizam como válvula de escape para ocultar algum problema de ordem doméstica. É bom saber dosar as atividades para que estas não criem amarguras dentro de casa.

05 – O básico da comunicação, é saber que as pessoas precisam umas das outras para falar e ouvir. Muitos pessoas não teriam que freqüentar psicólogos e psiquiatras, se houvesse uma boa comunicação dentro de casa.

PERDÃO E RECONCILIAÇÃO

LUCAS 15: 11 -32

11 – E JESUS DISSE AINDA:

CERTO HOMEM TINHA DOIS FILHOS.

12 – O MAIS MOÇO DISSE AO PAI: “PAI, QUERO AGORA A MINHA PARTE DA HERANÇA.”

E O PAI REPARTIU OS BENS ENTRE OS DOIS.

13 – POUCOS DIAS DEPOIS O FILHO MAIS MOÇO PEGOU TUDO O QUE ERA SEU E PARTIU PARA OUTRO PAÍS. ALI VIVEU UMA VIDA CHEIA DE PECADOS E DESPERDIÇOU TODA A HERANÇA QUE HAVIA RECEBIDO.

14 – DEPOIS DE GASTAR TUDO, HOUVE UMA GRANDE FOME NAQUELE PAÍS, E O RAPAZ COMEÇOU A PASSAR NECESSIDADE.

15 – ENTÃO PROCUROU UM DOS MORADORES DAQUELA TERRA E PEDIU AJUDA. ESTE O MANDOU PARA SUA FAZENDO A FIM DE TRATAR DOS PORCOS.

16 – ALI, COM FOME, ELE TINHA VONTADE DE COMER O QUE OS PORCOS COMIAM, MAS NEM ISSO LHE DAVAM.

17 – CAINDO EM SI, PENSOU: “QUANTOS TRABALHADORES DE MEU PAI TÊM COMIDA DE SOBRA E EU ESTOU AQUI MORRENDO DE FOME!

18 – VOU VOLTAR PARA CASA E DIZER: “PAI, PEQUEI CONTRA DEUS E CONTRA O SENHOR

19 – E NÃO MEREÇO MAIS SER CHAMADO SEU FILHO. ACEITE-ME COMO UM DOS SEUS TRABALHADORES!”

20 – ENTÃO SAIU DALI E VOLTOU PARA CASA DO PAI.

QUANDO O RAPAZ AINDA ESTAVA LONGE DE CASA O PAI O AVISTOU. E, COM MUITA PENA DO FILHO, CORREU E O ABRAÇOU E BEIJOU.

21 – E O PAI DISSE: “PAI, PEQUEI CONTRA DEUS E CONTRA O SENHOR E NÃO MEREÇO MAIS SER CHAMADO DE SEU FILHO !”

22 – MAS O PAI ORDENOU AOS EMPREGADOS: “DEPRESSA TRAGAM A MELHOR ROUPA E VISTAM NELE. PONHAM NELE UM ANEL E SANDÁLIAS.

23 – TAMBÉM TRAGAM E MATEM O BEZERRO GORDO. VAMOS COMEÇAR A FESTEJAR.

24 – PORQUE O MEU FILHO ESTAVA MORTO E TORNOU A VIVER; ESTAVA PERDIDO E FOI ACHADO.”

E COMEÇARAM A FESTA.

25 – ENQUANTO ISSO, O FILHO MAIS VELHO ESTAVA NO CAMPO. QUANDO VOLTOU, CHEGOU PERTO DA CASA E OUVIU A MÚSICA E O BARULHO DA DANÇA.

26 – ELE CHAMOU O EMPREGADO E PERGUNTOU: “QUE É ISSO ?”

27 – O EMPREGADO RESPONDEU: “O SEU IRMÃO VOLTOU PARA CASA VIVO E COM SAÚDE. POR ISSO SEU PAI MANDOU MATAR O BEZERRO GORDO.”

28 – O FILHO MAIS VELHO FICOU ZANGADO E NÃO QUIS ENTRAR. ENTÃO O PAI VEIO PARA FORA E INSISTIU QUE ENTRASSE.

29 – MAS ELE RESPONDEU: “FAZ TANTOS ANOS QUE TRABALHO COMO UM ESCRAVO PARA O SENHOR E NUNCA DESOBEDECI A UMA ORDEM SUA. MESMO ASSIM O SENHOR NUNCA ME DEU AO MENOS UM CABRITO PARA EU FAZER UMA FESTA COM MEUS AMIGOS.

30 – PORÉM ESSE SEU FILHO DESPERDIÇOU TUDO O QUE ERA DO SENHOR, GASTANDO COM MULHERES PERDIDAS. E ELE AGORA VOLTA, E O SENHOR MANDA MATAR O BEZERRO GORDO!”

31 – ENTÃO O PAI RESPONDEU: “MEU FILHO, VOCÊ ESTÁ SEMPRE COMIGO, E TUDO QUE É MEU É SEU.

32 – MAS ERA PRECISO FAZER ESTA FESTA PARA MOSTRAR A NOSSA ALEGRIA. PORQUE ESSE SEU IRMÃO ESTAVA MORTO E TORNOU A VIVER; ESTAVA PERDIDO E FOI ACHADO!”

“A BASE DO MEU LAR”

ESTUDO 6

“PERDÃO E RECONCILIAÇÃO”

LUCAS 15: 11 – 32

I – COMENTANDO O TEXTO:

Não é novidade para ninguém que toda família tem problemas. A família da parábola contada pelo senhor Jesus, não é exceção. Estes problemas foram provocados pela arrogância de um filho mais novo, que exigiu de seu Pai a parte que lhe pertencia em sua herança. É claro que um dia seria dele aqueles bens. porém só teria direito quando o seu Pai morresse. O que aquele rapaz cometeu foi uma ofensa terrível contra o seu Pai, tanto para a Palestina daquela época, quanto para os dias de hoje. Na prática, aquele jovem estava dizendo que seu Pai valia menos que riqueza e bens materiais.

O que devemos notar dessa parábola, é que três atitudes se evidenciam no texto:

01 – A Arrogância e egoísmo – Uma atitude do filho mais novo. O Resultado foi a decepção com o mundo. Ele volta humilhado.

02 – A amargura e ressentimento – Uma atitude assumida pelo filho mais velho. Ele estava cheio de misericórdia de si mesmo. O Resultado é que ele não conseguia perdoar seu irmão e se alegrar na festa de retorno.

03 – A Abnegação e amor – Uma atitude assumida pelo Pai. Ele permitiu a saída do filho mais novo. Ele entrega metade de tudo que havia produzido em sua vida com o seu trabalho. O Resultado é que ele perdoa o filho quando este retorna humilhado. Ele o abraça e tenta conciliar até o irmão mais velho.

II – PERGUNTAS PARA ESTUDO:

01 – Será que em todas as famílias existem pessoas mais egoístas que as outras?

02 – Se você fosse o Pai dessa parábola, você entregaria metade de suas propriedades a um filho que não gosta de trabalhar ? Como você chama essa atitude?

03 – Você acha que o Pai foi justo com o filho mais velho? Porque?

04 – Se o dinheiro não tivesse acabado será que aquele rapaz teria se lembrado de seu Pai?

05 – Alguns filhos hoje precisam passar por experiências negativas para passar a valorizar a sua família? Porque?

06 – A decepção de muitas famílias podem gerar pessoas amarguradas. Você acha que aquele jovem que ficou com seu Pai o tempo todo, se tornou uma pessoa amargurada?

07 – Todo perdão tem um preço. Que preço essas três pessoas de nossa parábola tiveram que pagar?

08 – O que dificulta a prática do perdão na família?

09 – “Eu perdôo mas não esqueço”, Esta afirmação está biblicamente correta?

10 – “E eles viveram felizes para todo o sempre…” É assim que termina a maioria dos contos de fada. Você acha que essa afirmação pode se aplicar ao nosso texto? Ou você acha que aquela família continuou tendo problemas? E quando o Pai morreu, o que o filho mais novo recebeu de herança?

III – APLICAÇÕES:

01 – Sua família não é diferente, ela também poderá sofrer problemas de arrogância de alguns e amarguras de outros. O que você precisa fazer é assumir uma atitude de vigia e uma disposição de perdão.

02 – Todo o perdão tem um preço. Nesta parábola, o preço para o filho mais novo foi a humilhação, a derrota e a vergonha. O Pai, pagou o preço da renúncia, do perdão total e do novo conflito com o filho mais velho. O filho mais velho pagou o preço da submissão ao Pai, o trabalho e a perda de certos privilégios.

03 – O que mais dificulta a prática do perdão na família é o fato das pessoas fecharem seus corações umas para as outras. O filho mais velho bloqueou o sentimento de perdão, e em seu lugar só deixava surgiu suas mágoas e ressentimentos.

04 – Biblicamente falando, quando se aplica o perdão a alguém devemos deixar de lado as lembranças de seus erros. Em Isaias 43:25 diz “Eu, Eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembrarei mais”

05 – Todo pecado tem as suas conseqüências. Embora aquele jovem tenha retornado para casa e tenha sido perdoado, a conseqüência disso tudo é que ao morrer o seu Pai, seu irmão mais velho seria o dono de tudo. Na antiga Palestina um documento de herança era muito sério. elaborado diante de anciãos que testemunhavam e velavam pelos direitos dos envolvidos.

UMA PALAVRA AOS FILHOS

PROVÉRBIOS 15: 5

05 – QUEM DESPREZA O QUE O PAI ENSINA É TOLO, MAS QUEM ACEITA A SUA CORREÇÃO É SÁBIO.

EFÉSIOS 6: 1 – 3

01 – FILHOS, O DEVER CRISTÃO DE VOCÊS É OBEDECER A SEUS PAIS, POIS ISSO É JUSTO.

02 – “RESPEITE O SEU PAI E SUA MÃE”, QUE É O PRIMEIRO MANDAMENTO COM PROMESSA,

03 – A FIM DE QUE TUDO CORRA BEM PARA VOCÊ, E VOCÊ VIVA MUITO TEMPO NA TERRA.

“A BASE DO MEU LAR”

ESTUDO 7

UMA PALAVRA AOS FILHOS

PROVÉRBIOS 15:5 E EFÉSIOS 6: 1 – 3

I – COMENTANDO O TEXTO:

No estudo de hoje nós teremos dois textos para discussão. Embora sejam textos por demais conhecidos, é bom que relembremos algumas coisas sobre eles.

01 – Provérbios – Trata-se de ensinos práticos sobre a vida e a religião, como os dois caminhos se cruzam. O versículo em destaque, faz parte de uma série de ensinos ligados à vida familiar. O filho não deve desprezar o ensino do Pai.

02 – Efésios – É um texto ligado a uma série de instruções do Apóstolo Paulo àquela igreja. Na verdade, desde o capítulo 5:18 , Paulo está se referindo a uma necessidade de cada cristão ser cheio do Espírito Santo. Uma das evidências desse enchimento do Espírito é que a vida familiar vai ser atingida de maneira positiva através de: a) Mulheres que são submissas aos maridos (v. 22,24) b) Maridos que amam e que se entregam totalmente por suas esposas (v. 25 – 33) c) Filhos que obedecem a seus Pais (6: 1 -4) e d) Escravos que obedecem e não lesam a seus senhores.

Devemos lembrar que o texto de Efésios 6: 1 – 3, trata-se de uma repetição de um dos mandamentos do Senhor a Moisés em Êxodo 20.

II – PERGUNTAS PARA ESTUDO:

01 – Será que nos dias de hoje é necessário que os filhos obedeçam a seus Pais?

02 – Quais são as conseqüências da desobediência aos Pais de acordo com os textos de Provérbios e Efésios?

03 – Porque Deus colocou os Pais sobre os filhos?

04 – Muitos filhos não respeitam seus Pais. Porque?

05 – Até que idade os filhos devem obediência a seus Pais?

06 – Até que idade os filhos devem respeito a seus Pais?

07 – Filhos desobedientes aos Pais poderão se tornar bons Pais?

08 – Filhos que não respeitam seus Pais poderão se tornar bons Pais?

09 – É correto insultar os Pais? Porque? Insulto ou Briga, é falta de respeito?

10 – Se você fosse dar uma nota a você mesmo como filho, que nota você daria? 4 = bom 3 = regular 2 = ruim 1 = péssimo

O que você pode fazer para melhorar?

II – APLICAÇÕES:

01 – Os filhos devem obedecer a seus Pais, não porque seja isso uma imposição, mas porque deve ser uma forma de permitirmos que os nossos Pais nos eduquem. eles estão tentando formar o nosso caráter.

02 Deus tem colocado os Pais sobre os filhos para que estes não se extraviem.

03 – Uma diferença singular entre Respeito e Obediência. Enquanto respeito deve ser dado aos Pais em todo tempo. Obediência está ligado a nossa permanência como filhos pequenos até atingirmos a idade adulta. Muitos filhos desobedecem seus Pais na Adolescência e acham que já podem viver por sua conta própria. Eles esquecem que dependem de seus Pais para possuir uma roupa, ir a escola, quando ficam doentes etc.

04 – Filhos que mesmo de casados continuam sob o comando do Pau ou da mãe, poderão tornar seus cônjuges muitos infelizes. É possível respeitar sem ser dominado.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião