Amor: o caminho mais excelente

1 Co. 13: 1

O texto base da nossa preleção nesta manhã será 1 Co 13

Para o intróito faremos menção de 1 Ts. 1: 2-3; 2 Ts. 1:3-4

1:2-Sempre damos graças a Deus por todos vocês, mencionando-os em nossas orações.

1:3-Lembramos continuamente, diante de nosso Deus e Pai, o que vocês têm demonstrado: o trabalho que resulta da fé, o esforço motivado pelo amor e a perseverança proveniente da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo.

1:3-Irmãos, devemos sempre dar graças a Deus por vocês; e isso é justo, porque a fé que vocês têm cresce cada vez mais, e muito aumenta o amor de todos vocês uns pelos outros.

1:4-Por esta causa nos gloriamos em vocês entre as igrejas de Deus pela perseverança e fé demostrada por vocês em todas as perseguições e tribulações que estão suportando.

Introdução

Os textos que acabamos de ler, apresenta-nos duas realidades bem diferentes. Duas igrejas de situações opostas. A primeira, a de Corinto, que, de positivo ficava numa cidade geograficamente bastante privilegiada, porém, de negativo, era corrupta, muito devassa, e que precisava da influência purificadora do evangelho. Havia em Corinto um fluxo muito grande de pessoas, por ser o maior centro de negócios da Grécia, aproveitando a encruzilhada de caminhos norte/sul e dois portos leste/oeste, então, o que se falava poderia ter ampla disseminação; e era aí o ponto que o Apóstolo Paulo precisava aproveitar. Por se achar neste contexto, a igreja de Corinto tinha muitos problemas graves. As pessoas abusavam de seu vasto conhecimento intelectual e enveredavam para a prostituição, divisão, abuso dos pobres, problemas conjugais, alimentos oferecidos a ídolos; haviam muitos problemas nas mentes dos cristãos daquela igreja, por isso Paulo resolveu escrever-lhes a carta com muitas exortações, cujo capítulo 13, de uma forma bem forte ele ensina a prática do amor cristão.

Diferente era Tessalônica, situada na via Inaciana, estrada que ligava a Itália ao Oriente, cidade estrategicamente militar e também comercial, onde a igreja, embora tivesse problemas, a carta tem muitos incentivos, após o relato que Timóteo trouxe da visita realizada em lugar de Paulo que foi impossibilitado de ir ter com eles.

A primeira igreja precisava urgentemente de ensinos sobre o amor; já a segunda, Paulo dava Graças a Deus porque eles estavam cultivando o amor de forma mui excelente, e incentivava-os a ir alem.

Assim quero falar sobre “Amor, o Caminho Mais Excelente”

Michelangelo disse:

“O amor foi a asa que Deus deu a alma, para que possa subir até Ele”

A Igreja dos nossos dias caminha em meio às lutas, com muita dificuldade. Muitos são os problemas; mas uma coisa que nos deixa motivados é que ela está na berlinda, isto é, na ordem do dia, porque o amor de Deus tem estado de contínuo na vida dEla.

Nos primeiros versículos de 1 Co. 13 vemos que

I – O amor é essencial ao serviço cristão – vs. 1 – 3

O Apóstolo Paulo demonstra nestes versículos o seu próprio modo de ser. Entendemos que o ocorrido no caminho de Damasco foi um ato de amor para uma pessoa que tinha muito para o serviço cristão, e o próprio Jesus aparece a ele, fazendo com que tivesse uma mudança radical de vida e atitudes.

Quando Paulo escreve à igreja de Corinto, mesmo sendo uma linda e preciosa redação sobre o amor, mais do que nunca, ele está sendo severo com aqueles cristãos, orientando-os à prática do amor. As palavras do texto espelham o que muitos não estão fazendo no serviço cristão em nossos dias. Uma pequena olhada ao nosso redor vamos encontrar trabalhos do Senhor sendo conduzidos relaxadamente, dons de profecia, cura usados inadequadamente; usufruem a fragilidade das pessoas para deixá-las com um temor, não temor a Deus, mas um temor medo, esquecendo que a essencialidade do serviço pra Deus é o amor. O texto é claro, “tudo depende do amor”.

Não podemos exercer a diaconia sem amor – pois o serviço requer de nós muito zelo, dedicação pelo próximo, pela Casa de Deus, muito amor no trabalho para o Reino; todas as tarefas na igreja precisam da dosagem de amor; os departamentos não funcionam sem o amor.

Certa ocasião Karl Barth foi à Universidade de Chicago e estudantes e professores amontoaram ao seu redor e lhe perguntaram: Qual a verdade mais profunda que ele aprendeu em seus estudos? Ele respondeu sem hesitação: “Jesus me ama, a Bíblia assim o diz”

Além da essencialidade no serviço Cristão,

II – O amor tem qualidades distintivas – vs. 4-7

Nos versículos 4 a 7, encontramos qualidades positivas e negativas do amor.

As Positivas:

· Longanimidade – ser generoso

· Benignidade – ter reação de bondade com quem os maltratam

· Amor à verdade – não se admite mentiras

· Confiança – é Crédito

· Paciência – infinita capacidade para esperar e não perder o domínio depressa

· Tolerância – é a capacidade de suportar

Na série “Smiliguido” aparece um grupo de formiguinhas e uma delas é bastante gordinha – do meio do grupo, gritam a ela “EI GORDUCHA!! – ela pensa, pensa – e aparece uma frase ”o amor tudo suporta!” . ( o pior é que tem gente que não anda suportando).

· Esperança – fala da fé

Uma das tantas histórias lindas da Bíblia é a de Abraão em Gn. 22. Ele recebeu o pedido de Deus para oferecer o seu filho em holocausto. E assim ele procedeu, por fé e também em esperança.

No meio do caminho, com aquele amor sofredor, mas confiante, suportando a maior dor pela entrega de seu único filho, esperançoso de alcançar a provisão, é silenciado por uma pergunta: “Pai, a lenha e o fogo estão aqui, mas onde está o cordeiro para o holocausto?”.

Com o amor no serviço que estava prestando a Deus, responde ao amor de sua vida, o seu filho; fala um amor de resposta, que só quem tem muito amor de Deus pode dizer: FILHO, DEUS PRA SI O CORDEIRO PROVERÁ!!!

Lembram de João 3:16? – Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

É esse amor que dá a você o privilégio de ser chamado filho de Deus!

É esse amor que te capacitou e hoje você está sentado num banco de seminário aperfeiçoando seus conhecimentos para levar outros a Deus!

Não existe amor maior do que este, que dá esperança.

Não existe um caminho mais excelente que o amor .

Também temos as qualidades negativas do amor

· Não inveja –

· Não é leviano –

· Não é orgulhoso –

· Não é desconfiado –

· Não se irrita –

· Não tem bons olhos para a injustiça –

· Não se porta com indecência –

Durante a Sua vida terrena, Cristo espelhou e ensinou virtudes do amor. E nós o que temos feito? – Somos invejosos, levianos, orgulhosos; ou, pacientes, confiantes, tolerantes? Qual o seu modo de agir?

Entendemos, também que o amor que é essencial ao serviço cristão e tem qualidades distintivas não se finda com a vida atual;

III – O amor não finda com a vida atual – vs. 8 – 13

Vai chegar um dia que nossos planos, nossos sonhos, nossas circunstancias de vida, nossos poderes vão acabar. O apóstolo Paulo mostra uma mudança radical em muitas situações que estavam acontecendo em Corinto: o falar em línguas, as profecias e que estas acabariam. Mas a fé, a esperança e o amor; estes permanecem.

Um certo autor disse que “as grandes vigas de sustentação do cristão é: a esperança, a fé e o amor” e eu tenho a ousadia de dizer que a viga central é o amor.

O amor faz com que a desilusão transforme em festa;

O amor faz com que o perdão aconteça;

O amor faz com que o pastor deixe as noventa e nove ovelhas no aprisco e vá em busca da ovelha perdida;

No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor;

O amor aliado à fé vence o desânimo

Nos idos anos da reforma protestante, Martinho Lutero encontrava-se, um dia, muito desanimado em seu escritório. A esposa ao ver Lutero naquela agonia correu em casa e vestiu-se de luto e foi até o escritório. Quando Lutero a viu naquele estado, perguntou: Por que o luto?? Ao que ela respondeu:

– Você não sabe?, Deus morreu!!!!

Num grito Lutero disse:

– DEUS NÃO MORRE!!!

– Se Deus não morre por que tanto desânimo?

A continuidade do árduo trabalho da reforma foi mudado, o amor e a fé em Deus derrubaram as paredes do desânimo e ele pode caminhar com mais confiança.

Conclusão

Amados, a excelência deste caminho está ao nosso alcance.

O nosso papel será, sempre, colocar amor no nosso serviço a Deus independente das circunstancias;

Que as qualidades desse amor seja espelhadas em nós:

– Confiança – Paciência –Tolerância – Esperança –

– Sem inveja – Sem leviandade – Sem orgulho – Sem desconfiança

Entendendo que nossos planos, nossos sonhos, nossas circunstancias de vida, nossos poderes vão acabar, mas, a fé, a esperança e o amor; estes permanecem!

Pastor Auxiliar Assembléia de Deus – Anápolis-GO
Bacharelando em Teologia pelo IBA, pós-Graduando em Ciência da Religião.
[email protected]

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião