A corrida do salmão

“Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.” – Mateus 11:28
O salmão fascina-me. Em cada mês de Agosto percorro algumas milhas para o norte da minha casa em Idaho e observo estes peixes a realizarem as últimas fases da viagem na sua corrida para a desova nos bancos de areia nas margens do Lago Creek. Penso sempre na longa viagem que eles fizeram.
Alguns meses antes eles deixam o Oceano Pacífico e começam o seu curso subindo o rio Columbia até ao rio Snake, depois subindo até à bifurcação principal do Rio Salmon com o East Fork até chegar ao Rio de Secesh atingindo o Lago Creek – mais de 1100 kms.
Conduzidos pelo instinto, eles nadam contra as correntes, sobem quedas de água, e rodeiam represas hidroeléctricas. Apesar das águias, ursos, e muitos outros predadores, eles lutam para alcançar o seu local ancestral de desova para aí porem os seus ovos.
A sua viagem faz-me lembrar a viagem humana. Nós também temos um instinto para regressar a casa. “Existe na mente humana, e na verdade por instinto natural, um senso de Deidade,” disse João Calvino. Nascemos e vivemos com o propósito expresso de conhecer e amar a Deus. Ele é a fonte da nossa vida, e os nossos corações estão inquietos até que nos cheguemos a Ele.
Estás inquieto hoje, dirigido pelo descontentamento e ansiando aquele efusivo “algo mais?” Jesus Cristo é a fonte da satisfação de tudo o que tu procuras. Vem a Ele hoje e encontra descanso para a tua alma (Mateus 11:28).


OS NOSSOS CORAÇÕES ESTÃO INQUIETOS ATÉ QUE ENCONTREM O SEU DESCANSO EM CRISTO.


Fonte: Nosso Pão Diário

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião