Agir como porcos

Um historiador estava narrando de uma bomba que havia caído dentro da lama de um chiqueiro. Enquanto um soldado bombeiro, com muita cautela, se aproximava dela, um grande porco subiu na bomba e começou a lambê-la. Um porco confunde qualquer objeto não identificado com algo de comer. O homem possui instinto de defesa ao perigo. Ao ver uma bomba, sua primeira reação é manter-se afastado – isto é auto-proteção. Mas um porco não é capaz de analisar um objeto ou mesmo julgar uma situação; ele é dirigido pelo apetite e sua primeira reação é a auto-satisfação. Coisa triste é quando agimos como porcos!

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião