Arte de calar

1.Só se deve deixar de calar quando se tem algo a dizer que valha mais do que o silêncio
2.Há um tempo de calar,assim com há um tempo de falar
3.O tempo de calar deve sempre vir em primeiro lugar; e nunca se pode bem falar quando não se aprendeu antes a calar
4.Não há menos fraqueza ou imprudência em calar,quando se é obrigado a falar, do que leviandade e indiscrição em falar,quando se deve calar
5.É certo que,considerando as coisas em geral,há menos risco em calar do que em falar
6.O homem nunca é tão dono de si mesmo quanto no silêncio:fora dele,parece derramar-se,por assim dizer,para fora de si e dissipar-se pelo discurso; de modo que ele pertence menos a si mesmo do que aos outros
7.Quando se tem uma coisa importante para dizer,deve-se prestar a ela uma atenção muito especial:é necessário dizê-la primeiro a si mesmo e,depois de tal precaução,voltar a dizê-la,para evitar que haja arrependimento quando já não se tiver o poder de voltar atrás no que se declarou
8.Quando se trata de guardar um segredo,calar nunca é demais;o silêncio é então uma das coisas em que,geralmente,não há excesso a temer
9.A reserva necessária para guardar o silêncio na conduta geral da vida não é uma virtude menor do que a habilidade e a aplicação em bem falar;e não há mais mérito em explicar o que se sabe do que em calar o que se ignora.O silêncio do sábio às vezes vale mais que o arrazoado do filósofo;o silêncio do primeiro é uma lição para os impertinentes e uma correção para os culpados 10.O silêncio muitas vezes passa por sabedoria em um homem limitado e por capacidade em um ignorante
11.Somos naturalmente levados a acreditar que um homem que fala muito pouco não é um grande gênio e que um outro que fala demais é um transtornado ou um louco.Mais vale passar por não ser um gênio de primeira grandeza,permanecendo freqüentemente em silêncio ,do que por
louco,abandonando-se à comichão de falar demais
12.A característica própria de um homem corajoso é falar pouco e executar grandes ações .A característica de um homem de bom senso é falar pouco e dizer sempre coisas razoáveis .
13.Mesmo que se tenha propensão ao silêncio ,sempre se deve desconfiar de si mesmo;e,se houver muita paixão em dizer uma coisa,este será um motivo suficiente para decidir não a dizer
14.O silêncio é necessário em muitas ocasiões ,mas é preciso sempre ser
sincero ;podem-se reter alguns pensamentos,mas não se deve camuflar nenhum
Há maneiras de calar sem fechar o coração;de ser discreto sem ser sombrio e taciturno;de ocultar algumas verdades sem as cobrir de mentiras

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião