Dez cristãos





Dez cristãos estavam em plena forma,mas um não gostou do pregador; e ficaram nove.

Nove cristãos amanheciam em tempo para o culto, mas um dormiu demais no culto; e ficaram oito.

Oito cristãos seguiam o caminho para o céu, mas um optou pela estrada larga; e ficaram sete.

Sete cristãos se empenhavam em atingir um belo alvo, mas um desistiu de cooperar; e ficaram seis.

Seis cristãos pareciam muito ardorosos, mas um perdeu seu interesse; e ficaram cinco.

Cinco cristãos desejavam crescer em número, mas não se entenderam no trabalho; e ficaram quatro.

Quatro cristãos tinham bastante fé, mas um mudou de gênio; e ficaram três.

Três cristãos já não sabiam o que fazer; um juntou-se à multidão; e ficaram dois.

Dois cristãos, e não há surpresa nisso, diferiam um do outro; e ficou apenas um.

Um cristão encaminhou o seu amigo a Cristo, levou-o consigo à igreja; e já eram dois.

Dois cristãos conseguiram cada qual mais um,  isso duplicou o seu número, e já eram quatro.

Quatro cristãos saíram para evangelizar,  quando tornaram a se reunir, e eis que eram oito.

Oito cristãos uniram-se num mesmo e belo alvo, e dentro em breve já eram dezesseis.

Dezesseis cristãos… trinta e dois… sessenta e quatro…  cento e vinte e oito… Enfim, duzentos e cinqüenta e seis!

E todos eles, trazendo cada qual mais um, fizeram transbordar completamente a sua igreja!


Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião