Faça a diferença

Era uma vez um escritor, que morava numa praia tranqüila, junto a uma colônia de pescadores.
Todas as manhãs ele passeava à beira-mar para se inspirar e, à tarde, colocava-se a escrever.
Um dia, enquanto caminhava pela praia, viu a silhueta de alguém que parecia dançar.
Quando chegou mais perto, observou um jovem pegando as estrelas-do-mar da areia, uma a uma, jogando-as de volta ao oceano.
– Por quê você está fazendo isto? -, perguntou-lhe o escritor.
– Você não vê? -, respondeu o jovem. – A maré está baixa e o sol está brilhando. Elas vão secar ao sol e morrer se ficarem aqui na praia.
– Mas meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pelas suas areias. Você joga umas poucas de volta ao mar. Que diferença faz?
A maioria vai perecer de qualquer maneira…
O jovem pegou mais uma estrela na areia, atirando-a de volta ao mar. Depois olhou para o escritor e lhe disse:
– Para essa, eu fiz a diferença!
Naquela tarde, o escritor não conseguiu escrever. Quando a noite caiu, também não conseguiu dormir.
Na manhã seguinte, o escritor voltou à praia e junto com o jovem começou a jogar estrelas-do-mar de volta ao oceano.
Melhore o mundo. Faça a diferença!

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião