Fazer o bem

“Quando alguém lhe der um galho de espinhos, ao invés de se zangar e jogá-lo fora, plante-o no jardim de sua vida e cultive com muito carinho.
Porém, quando nascerem as rosas, não se esqueça de mandar uma para esse alguém, afinal, foi ele quem lhe mandou a muda…        
Quando alguém lhe der um ponta-pé, ao invés de ficar com raiva e revidar o golpe, de um sorriso a esse alguém e lembre-se de que você ficou um passo à frente na caminhada da vida…
Quando alguém lhe cuspir no rosto, não queira fazer da vingança a sua resposta, porém lembre-se de que um pouco de água e sabão lhe deixarão a face mais limpa que antes enquanto quem lhe cuspiu desperdiçou um pouco de saliva, o que atuaria beneficamente em sua digestão…        
Quando, por fim, disserem todo o mal de você, buscando tirar a sua paz, pare… respire fundo… conte mentalmente até três… e distribua um enorme sorriso, consciente de que fez todo o esforço que lhe foi possível para, com sua ação na caminhada, fazer o mundo melhor…
Afinal, quanto mais ganharia a humanidade se, ao invés de ódios, distribuísse sorrisos?”

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião