O sentido da riqueza

Um dia, um rico pai de familia levou seu pequeno filho para viajar pelo interior, com o firme propósito de mostrar o quanto as pessoas podem ser pobres.
O objetivo era convencer o filho da necessidade de valorizar os bens materiais que possuia, o “status”, o prestigio social; queria, desde cedo, passar esses valores para seu herdeiro.
Eles ficaram um dia e uma noite numa pequena casa de taipa, de um morador da fazenda de seu primo.
Quando retornaram da viagem, o pai perguntou ao filho:
– O que achou da viagem?
– Muito bom, Papai!
– Você viu a diferença entre viver com riqueza e viver na pobreza?
– Sim.
– E o que você aprendeu?
O filho respondeu:
– Eu vi que nós temos um cachorro em casa, e eles têm quatro.
Nós temos uma piscina que alcança o meio do jardim; eles tem um riacho que não tem fim.
Nós temos uma varanda coberta e iluminada com lampadas, eles têm as estrelas e a lua.
Nosso quintal vai até o portão de entrada, eles têm uma floresta inteira.
Quando o pequeno garoto acabou de responder, seu pai estava perplexo.
O filho acrescentou:
-Obrigado Papai, por me mostrar o quanto “pobres” nos somos !

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião