Obediência

Neste Sermão vamos aprender sobre Obediência.

Texto: Salmos 19:7-13

ILUSTRAÇÃO: O MENINO E O IMPERADOR

Conta-se que um menino estava sentado junto ao portão que dava acesso à propriedade de seu pai, quando Napoleão se aproximou com seus homens e queria cruzar aquela propriedade, porém, o menino o impedia.

Zangado, o Imperador gritou com ele:

“Menino, eu sou Napoleão Bonaparte, o Imperador. Abra este portão! ”.

Muito educado, o menino tirou o chapéu, e perguntou? “O senhor vai querer que eu desobedeça meu pai? Este portão está fechado, aqui ninguém passa, conforme meu pai determinou! ”.

Napoleão virou-se para seus generais e disse: “Deem-me mil homens como este, e conquistarei o mundo todo”, e foi-se por outro caminho.

Introdução

– Como tenho lhes falado constantemente, estes são tempos difíceis, pois são tempos em que cada vez mais o homem natural tem prazer em fazer aquilo que é contrário à vontade de Deus.

– A sociedade tem se degradado de tal modo que nitidamente temos a impressão e a té mesmo a certeza de que o mundo não tem mais jeito.

– Só para ilustrar, neste mês, um Deputado, diante da discussão que se acalora no parlamento brasileiro acerca da reforma da previdência, onde querem que o trabalhador contribua por 19 anos para se aposentar integralmente, propôs uma aposentadoria especial para prostitutas e garotas de programa.

– Não somente isto, mas tem sido cada vez mais difícil ser uma referência de cristão, em parte por causa daquilo que diz a palavra de Deus em Mt 24:12, mas principalmente por causa daqueles que se dizem cristãos, mas insistem em desobedecer a Palavra de Deus e os seus preceitos, que são justos e dão alegria ao coração.

– Nesta noite, porém, quero mudar nosso enfoque e levar-nos a um olhar para nós mesmos, pois, no contexto em que vivemos, é muito fácil olhar ao redor e ver a desobediência e o pecado do mundo, pois ele é abundante e jorra constantemente como uma fonte de águas podres, mas como nós estamos diante de Deus.

– A Bíblia diz em Dt 30:15-16 “Vê que hoje pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal. Se guardares o mandamento que eu hoje te ordeno de amar ao Senhor teu Deus, de andar nos seus caminhos, e de guardar os seus mandamentos, os seus estatutos e os seus preceitos, então viverás, e te multiplicarás, e o Senhor teu Deus te abençoará na terra em que estás entrando para a possuíres.”

– A Bíblia nos diz para examinar-se a si mesmo, ou seja, olhar para dentro de si e ver se, naquele contexto específico tenho sido ou não fiel diante de Deus.

– Creio que a obediência a Deus e à sua vontade não é sempre um ato fácil. Algumas vezes pode ser, mas outras não.

– Por exemplo, se você pedir ao seu filho que vá até a sorveteria e compre para ele um sorvete, certamente ele irá com prazer, mas se, por outro lado você o manda estudar, muitas vezes ele relutará, pois, comprar o sorvete é algo prazeroso num primeiro momento, ao passo que estudar, nem tanto. Pergunto-lhes, porém: a longo prazo, qual trará maiores benefícios à criança, estudar ou comprar um sorvete?

– Nossa relação com Deus também é assim muitas vezes. Temos facilidade em obedecer à Deus naquilo que nos é prazeroso, mas na luta e na aflição tendemos a seguir nosso próprio caminho, quando a Bíblia nos diz que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus (Rm 8:28).

– Não é fácil dar graças em tudo conforme 1ª Ts. 5:18 (Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco).

– Especialmente se temos que obedecer quando não temos vontade de obedecer.

A questão da obediência tem alguns aspectos fundamentais, os quais devemos levar em consideração:

Primeiro: Para obedecer é preciso sacrificar a carne

– A Palavra nos adverte severamente: Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. (Gl. 5:17)

– Quantas vezes você já soube que deveria fazer algo, mas sua vontade carnal, seu desejo de fato era de ficar sentado, deitado em casa, tranquilamente, dormindo ou assistindo um filme ou a um jogo de futebol. Pois bem, quando você obedeceu, você venceu a sua carnalidade e obedeceu. Penso que neste instante no coração de Deus ouve grande alegria. O contrário também é verdadeiro.

Segundo: Obedecer tem um preço

– Engana-se quem pensa que obedecer é sempre fácil

E podemos ter certeza de que o conhecemos, se obedecemos aos seus mandamentos. Se alguém afirma: ” Eu sei quem é Deus, ” mas não obedece aos mandamentos de Deus, essa pessoa é um mentiroso e não vive na verdade. Mas aqueles que obedecem a palavra de Deus verdadeiramente mostram como o amam. É assim que sabemos que estamos vivendo nele. Aqueles que dizem que vivem em Deus devem viver suas vidas como Jesus fez (1ª João 2:3-6).

– Quando precisa obedecer para comprar um sorvete é moleza, mas quando precisa obedecer para fazer a vontade de Deus e não a nossa, isto se torna muito difícil.

– A expressão final deste texto que diz que “aqueles que dizem que vivem em Deus devem viver suas vidas como Jesus fez” é muito forte, pois Jesus nunca viveu para si mesmo, aliás, a Bíblia diz que Ele negou-se a si mesmo, ou seja, Ele não foi o que poderia ter sido em termos de direito (poderia ter anjos a lhe ajudarem, poderia desfrutar de toda a riqueza que quisesse.

– Como é absurda a expressão, “mas eu tenho o direito” no meio cristão.

– Não temos direito a nada, se vivemos é por misericórdia, se respiramos, se comemos, se andamos, se temos bens, carro, etc., tudo é por misericórdia.

– Como é difícil humilhar-se, como é difícil sujeitar-se, como é difícil falar a verdade muitas vezes, porque a verdade pode ser sinônimo de obediência que tem um preço.

– Muitas pessoas que se dizem cristãos, conduzem seus negócios e assuntos financeiros sem prestar atenção no que Deus disse. Eles vão sofrer as consequências. A maioria dos cristãos professos não dizimam …. Mas eles pensam que Deus os abençoará no final. Isso simplesmente não é assim! Deus diz claramente: ” Mas digo isto: Aquele que semeia pouco, pouco também ceifará; . E o que semeia com fartura com abundância também ceifará ” (2 Coríntios 9:06 ).

Terceiro: Obedecer é mais importante que sacrificar

– Precisamos entender a importância da obediência a Deus, pois se formos obedientes, desfrutaremos do melhor desta terra. Preste atenção na resposta que o profeta Samuel deu ao rei Saul: “Acaso tem o Senhor tanto prazer em holocaustos e em sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? A obediência é melhor do que o sacrifício, e a submissão é melhor do que a gordura de carneiros” (1 Samuel 15:22).

– Quantas pessoas estão sofrendo e vivendo sem direção espiritual, pois focam apenas no sacrifício (campanhas, penitências, jejuns prolongados etc) e não obedecem a Palavra de Deus? Essas pessoas são religiosas, mas não entenderam que Deus prefere a obediência. Certa vez, Jesus disse àqueles que O seguiam: “Por que vocês me chamam ‘Senhor, Senhor’ e não fazem o que eu digo?” (Lucas 6:46).

– Aprendemos com Cristo que não adianta chamá-Lo nos momentos difíceis e acharmos que Ele é nosso Senhor, se não O obedecemos. Pedro e os outros apóstolos também entenderam o segredo da obediência a Deus quando declararam: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens!” (Atos 5:29). Sendo assim, quero te incentivar a ser um cristão que vive em obediência a Deus por meio da Bíblia, que é o nosso manual. Nenhuma pessoa ou religião podem substituir as palavras encontradas na Palavra de Deus, pois só ela nos garante a vida eterna!

– “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida” (João 5:24).

Quarto: Obedecer tem uma recompensa

– Assim como a desobediência redunda em maldição, a recompensa tem como resultado a bênção de Deus.

– Não é uma bênção baseada em resultados materiais e visíveis num primeiro momento, mas sim na eternidade.

– Alguns resultados da obediência, nunca veremos nesta terra, mas são certos na eternidade.

– Talvez, o resultado mais visível da obediência é o relacionamento com Deus através do Espírito Santo.

– A paz que inunda o coração daquele que faz a vontade de Deus

Amém!

Autor: Pr. Sidinei Egon Simon

Visite: http://www.ejesus.com.br

Veja também: Getsêmani: o jardim da agonia e da obediência

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião