Mãos estendidas

Neste sermão vamos aprender sobre as mãos estendidas

Ajudem uns aos outros e assim vocês estarão obedecendo à lei de Cristo.” (Gálatas 6.2 – NTLH).

Vivemos dias em que o egoísmo tem um grande espaço em nossa sociedade. Cada vez mais estamos focados, e até mesmo ensimesmados, em nossos problemas e lutas, assim como nas nossas conquistas e sonhos. À medida que a população cresce e a longevidade aumenta, os problemas seguem o mesmo curso. Doenças se multiplicam, caos financeiro, relacionamentos se quebram, sincretismo religioso que trás tanta confusão.

Os dias passam rapidamente e com eles o seu próprio mal. Assim, fica difícil perceber e até mesmo estender a mão a quem precisa. Nesse cenário somos desafiados, como cristãos, a lidarmos com os nossos problemas e dificuldades, e também, a carregarmos as cargas uns dos outros.

Jesus nos convidou a estar com ele todas as vezes que nos sentirmos cansados e sobrecarregados, pois ele nos daria alívio. Dessa maneira, conhecemos o caminho da graça de Deus para que a nossa jornada seja mais leve, e assim podemos ajudar aqueles que não conhecem esse caminho a chegar nele.

Jesus nos deixou como exemplo o olhar a multidão exausta e aflita com compaixão e misericórdia, fazendo dessa maneira para aliviar a dor do necessitado.

Somos chamados a andar nas pegadas de Jesus, pois elas são firmes e agradam o coração de Deus. Somente obedeceremos essa missão, se o nosso coração for regado pelo amor de Deus, que deu seu único Filho para reproduzir esse amor em nós. Assim alcançaremos aqueles que não conhecem essa maravilhosa graça.

É preciso incluir em nossos planos, para esse novo ano, ir ao encontro daqueles que sofrem por alguma causa, ou, por viverem à margem da companhia de Jesus, pois, com certeza, Deus cuidará das nossas causas.

Janeiro está acabando, e com ele o registro das nossas ações, pois tudo fica arquivado nas regiões celestiais. É preciso oração, mas também ação. Não basta pensarmos no que fazer, é preciso fazer contando sempre com a graça de Deus.

Vamos permitir que o Espírito Santo toque nosso coração e arranque do mais profundo tudo o que não pertence ao Senhor, assim, ele encontrará mais espaço para plantar, regar e colher do seu fruto de amor e misericórdia. A seara é grande e precisamos percorrer cada centímetro à procura do aflito, do necessitado, e ajudar aqueles que estão carregando um fardo difícil e pesado, pois somos um só corpo, o corpo de Cristo.

autor: Rev. Marcelo Galhardo

Visite o site www.ejesus.com.br

//flp

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião