A pontualidade de Deus

Introdução

“…vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei,”

O Grande Plano de Deus é o da Redenção da Humanidade. Deus projetou, a partir da Eternidade, o modo como salvaria o ser humano perdoando seus pecados. Neste período, quando o Cristianismo se volta para as festividades do Natal, lembramos que o Advento, ou seja a Manifestação de Deus na Pessoa do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, é uma realidade que celebramos por um acontecimento do qual nossos profetas e pais falaram e aguardaram com ansiedade.

Neste texto Paulo dimensiona a realidade do Natal que devemos celebrar, mostrando que Deus é Fiel e Pontual nos Seus Planos eternos.

I – “Na Plenitude do tempo…”

No “cumprimento do tempo” – “A hora exata em que Deus havia determinado que fosse levado a cabo a redenção feita pela mão do Messias” (Mc 1.14,15) O tempo de Deus é exato e foi exatamente na plenitude dele que o seu plano realizou.

II – “Deus enviou seu Filho,…”

Aqui dois pontos de suma importância:

Enviar. “Deus Pai enviou Deus Filho, em importantíssima missão, universalmente aplicável a todos os homens a toda a criação, é um conceito comum do evangelho de João, por muitas vezes reiterado”(Jo 3.17).

Seu Filho, nos mostra a perfeita Divindade do Senhor Jesus.

III – “Nascido de mulher,…”

Aqui Paulo nos mostra a autêntica humanidade de Jesus Cristo. Depois de dizer sobre “seu Filho” Paulo nos diz que é nascido de mulher. Fica autenticada que Jesus era: verdadeiramente Deus e verdadeiramente Homem.

IV – “Para resgatar os que estavam sob a lei, a fim de que recebêssemos a adoração de filhos.”

Dois conceitos teológicos de suma importância são destacados aqui:

Resgatar. Que significa reaver o que lhe pertencia por direito de Criação. Jesus veio, justamente para nos resgatar da escravidão do pecado.

Adotar. Significa que aquele que era escravo, agora adotado, se torna filho, com direito a toda herança de Deus, em Cristo Jesus.

Conclusão:

Como crentes em Jesus Cristo vivemos duas grandes e maravilhosas realidades. A primeira é a da Celebração daquilo que Deus fez por nós, e a segunda é a da Expectativa, quando aguardamos a sua Segunda e Gloriosa Vinda. Natal é isso.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião