Como fechar uma igreja

Muitos pensam que igreja não fecha, mas igreja fecha sim. Muitos são os casos conhecidos de igreja que fecharam as portas. Os motivos são vários: falta de dinheiro, falta de membros, ação judicial e outros. Toda igreja tem nos seus estatutos qual será o destino de seus bens, direitos e obrigações caso ela feche as portas. Então, como fica essa declaração de Jesus? Que Igreja é essa que nunca vai fechar as portas, contra a qual o inferno não tem poder? Essa é a Igreja invisível do Senhor, que existe mesmo quando o templo está com as portas fechadas. É uma Igreja sem nome, sem rótulo, sem denominação. Mas quando se fala da igreja local, essa pode, sim, fechar suas portas. E está condenada mesmo a fechar quando:

1. Não Pregar a Jesus, o Cristo, como Único Salvador – Pedro disse a respeito de Jesus: “tu és o Cristo”! Ele é o enviado de Deus que veio ao mundo buscar e salvar o que se havia perdido. Ele é o centro da Igreja, o princípio e o fim, o alfa e o ômega, o cordeiro de Deus, o leão de Judá, a raiz de Davi, o Príncipe da paz, Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade. Um suposto pregador pode subir num púlpito e proclamar qualquer coisa, com voz imponente, às 21 h no Domingo depois dos cânticos terem sido entoados. Mas só existe uma mensagem que é a solução de Deus para o mundo: Jesus é o Salvador. Se a Igreja mudar sua mensagem e colocar outras coisas no lugar da pregação de Jesus como Salvador, está condenada a fechar as portas.

2. Não Crer em um Deus Vivo – Pedro disse: “o Filho do Deus Vivo”. Nosso Deus não é um deus de pau nem de pedra, mas às vezes o tornamos um deus morto em nossas vidas. As pessoas estão cansadas de um deus morto, de um deus que não participa, de um deus que não tem poder, de um deus que agiu ontem, mas não age mais hoje. A pregação da Igreja não pode ser rebaixada a uma mera “velha história de Cristo e seu amor”, como se recontasse a história acerca de tempos melhores quando Deus estava com vida e passando bem. A igreja que não prega um Deus Vivo vai acabar fechando as portas.

3. Não Estar Edificada Sobre a Palavra de Deus – Jesus disse a Pedro: “tu és “pedrinha” e sobre esta “rocha” edificarei a minha Igreja”. No grego são duas palavras bem diferentes. A pedra sobre a qual Jesus disse que edificaria sua Igreja não era Pedro e sim a sua declaração: “tu és o Cristo, o Filho do Deus Vivo”. Toda Igreja tem que estar edificada sobre esse fundamento. Não pode estar edificada sobre usos e costumes, filosofias e conjuntos de “isso pode” e “isso não pode”. Igreja que não está fundamentada sobre a Palavra de Deus está fadada a um dia fechar as portas.

Conclusao
Será que estamos sendo edificados no firme fundamento que não se abala? Que o Senhor nos abençoe!

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião