Eu sei melhor

Introdução:
– Existe no ser humano uma capacidade de auto-suficiência que muitas vezes não encontra limites para os seus atos e daquilo que o mesmo é capaz de realizar.
– No texto lido, nós encontramos duas verdades a respeito das realizações humanas.

1. Tudo o que eu faço é melhor

a. tudo o que o ser humano realiza é reto
b. muitas vezes a vaidade e a arrogância da pessoa a leva a só enxergar o que ela realiza>
– quando criticada, reage sempre negativamente
– quando questionada, enfurece-se contra o que ousou questionar
c. “o que foi que eu fiz de errado?” “eu fiz alguma coisa errada, por acaso?”
d. características:
– aos seus olhos, tudo o que faz é correto e tudo o que os outros fazem está em falta
– sempre tem melhores ideais do que os outros
– sempre tem a solução para o problema de quem quer que seja

2. Mas o Senhor pesa os corações

a. a idéia aqui é de que Deus coloca todas as ações em uma balança
– “porque o Senhor é o Deus da sabedoria, e por ele são pesadas todas as ações”
I Sm 2.3
– “pese-me Deus em balanças fiéis e conheça a minha integridade” Jó 31.6
– “pesado foste na balança, e foste achado em falta” Dn 5.27 (Belsazar)

b. Deus não somente julga as ações e os seus resultados, mas as intenções que procedem do coração.
– as nossas convicções contam muito para determinar o curso da nossas ações
– a nossa ética, a nossa crença nos valores bíblicos

Conclusão:
– Daqui a 50 ou 100 anos pouca diferença fara aqui na terra como você se portou, mas fara grande diferença para você diante daquele que é Rei e Justo sobre todas as coisas?
– Deus está falando a cada um de nós: “eu peso os corações”.
– O resultado para você será favorável ou desfavorável

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião