Louvor

INTRODUÇÃO:

1. No V.T., o termo usado é a palavra “corbã”, que significa “aquilo que é trazido perto”. Aquilo que é oferecido a Deus. No V.T., havia uma multiplicidade de sacrifícios. Já no N.T., Deus ofereceu apenas um sacrifício, ou seja o sacrifício de Jesus Cristo, seu filho.

2) No V.T., o homem fazia algo para restabelecer a comunhão quebrada pelo pecado. No N.T., Deus fez tudo para restabelecer esta comunhão quebrada.

3. “PENSANDO EM SACRIFÍCIO DE LOUVOR, COMO O LOUVOR QUE PODEMOS OFERECER A DEUS, HB 13.15, VEJAMOS ALGUMAS COISAS”:

I – DEUS TEM PRAZER NO LOUVOR.

1. Sl 22.3, “Entronizado entre os louvores”.

2. Sl 50.23, “Sacrifício de ações de graças, glorificam ao Senhor”.

3. I Ts 5.18, “Vontade de Deus para conosco”.

4. Ap 19.1, 5, “É o que os habitantes do céu fazem constantemente”.

II – DEUS QUER QUE O LOUVEMOS CONTINUAMENTE.

1. “O louvor, é o fruto dos lábios…”. Nós fomos chamados para frutificar

2. Jo 15.2, “Sem fruto, não podemos permanecer na videira”.

3. Jo 15.4-5, “É estando em Jesus, que produzimos fruto”.

4. Jo 15.8, “O fruto produz glorificação”. Glorificar é louvar.

5. O fruto de nossos lábios, deveria ser só louvor, só adoração, só glorificação ao Senhor.

III – O LOUVOR TRAZ VITÓRIAS.

1. Vitória de Jeosafá sobre Moabe e Amom, 2 Cr 20.

2. Paulo e Silas em Filipos, At 16.16sess.

3. Era o segredo do poder da Igreja Primitiva, At 2.46-47.

IV – O LOUVOR EXPRESSA NOSSA GRATIDÃO A DEUS.

1. Sl 100.1-4.

2. II Co 2.14.

CONCLUSÃO:

1. Como tem sido a sua vida? Queixosa?

2. O oficial cuja esposa queria o divórcio.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião