Vacas gordas e magras

Introdução:
– Muitas vezes perguntamos como vai alguém, e a resposta é basicamente a mesma: “Olha, enquanto Deus não der uma lição ou um jeito nele, ele não muda”.
– Por quê é necessário sofrer para aprender a amar e respeitar a Deus acima de todas as coisas?

Transição:
Vacas magras e vacas gordas. Invariavelmente nossas vidas estão ou num período ou no outro.

1. AS VACAS GORDAS
A. Um período de grande poder e restauração na vida de José.
1. Perante a nação Egípcia
2. Perante a sua própria família, mais tarde.
B. Um período de grande fartura, devido a uma grande produção da terra. Havia tanto trigo que não se podia contar: “como a areia do mar”.
C. A terra sempre produz, os clientes sempre compram, as vendas sempre acontecem…

2. AS VACAS MAGRAS
A. O mais forte torna-se fraco. Faraó está sujeito ao que José lhe falará. O império torna-se impotante diante da visita de Deus.
B. O mais fraco torna-se forte e domina sobre os outros. José tornou-se o senhor de todas as gentes.
C. Começa com uma grande fome sobre a terra. A terra parou de produzir o seu fruto.
D. Não havia dinheiro na praça. Ninguém podia comprar o pão de cada dia. Começa a evaporar as economias de cada um:
1. o gado, os cavalos, as ovelhas
2. a terra e os campos foram vendidos
E. Finalmente, disse José ao povo: “Hoje vos tenho comprado a vós e a vossa terra para Faraó”.

ALGUMAS LIÇÕES:
1. O período das vacas gordas é perigoso porque ele oferece uma falsa segurança. A segurança advinda dos bens e das riquezas.
– Pv 11:28 Aquele que confia nas suas riquezas cairá
– Pv 27:24 pois as riquezas não duram para sempre
– Ec 5:13,14 Há um grave mal que vi debaixo do sol: riquezas foram guardadas por seu dono para o seu próprio dano; e as mesmas riquezas se perderam por qualquer má aventura; e havendo algum filho nada fica na sua mão.
– 1Tm 6:17 nem ponham a sua esperança na incerteza das riquezas, mas, mas em Deus…
– Tg 5:2 Eia agora vós ricos, chorai e pranteai, por causa das desgraças que vos sobrevirão. As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão roídas pela traça.
2. No período das vacas gordas, lembre-se de Deus e do seu compromisso com o seu reino.
3. No período das vacas gordas, lembre-se de que Deus é o seu bem supremo e não as suas coisas.

4. O perigo das vacas magras é perigoso porque ele leva ao desespero.
– Sl 14:1 [53:1] Diz o néscio no seu coração: Não há Deus.
– Ef 5:17 Pelo que não sejais insensato, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.
– Pv 12:15 O caminho do tolo é reto aos seus olhos.
– Ec 5:4 Ele não se agrada de tolos; o que votares, paga-o.
5. No período das vacas magras, viva de maneira digna diante dos outros e diante de Deus. Não faça como a mulher de Jó que pediu que ele amaldiçoasse a Deus e morresse.
5. No período das vacas magras, lembre-se que Deus está pronto a restaurar e suprir todas as suas necessidades.
– Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação (HC 3:17,18).

Conclusão:
“Então Faraó acordou”. Foi um sonho que veio a ser tornar realidade.
O meu desafio para você é que você acorde: Se você vive num período de vacas gordas, acorde antes que as vacas magras entrem na sua vida.
Se você vive num período de vacas magras, acorde antes que elas destruam a sua vida por completo.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião