A esperança da glória

INTRODUÇÃO

sempre, estamos esperando alguma coisa;

a esperança é a última que morre, mas morre;

Abraão esperou contra a esperança (não podia Ter filhos) tanto esperou que Sara acabou esperando;

TRANSIÇÃO

O texto nos fala do ministério de Paulo e da Igreja;

O ministério e anunciar que o mistério que estivera oculto, isto é, Deus habitando com e no ser humano, foi revelado em Cristo – v.26

Conhecer a Cristo é conhecer a riqueza da glória de Deus : “CRISTO EM VÓS”;

Esta presença em nós, gera muita esperança na glória, lugares celestiais, no céu.

Porque estamos de posse desse tesouro, a “glória”- (Deus, anjos, arcanjos, querubins e serafins, e a grande nuvem de testemunha – os que já partiram em Cristo) esperam que tenhamos algumas atitudes.

I.- PRESERVAR A HERANÇA – 24-25

“preencher o que resta das aflições de Cristo”- não significa que falta alguma no sofrimento de Cristo, mas sim, o exemplo do sofrimento dEle nos anima a dar continuidade. Aqui se trata de sofrimento na carne – (físico) – os sofrimentos de Paulo; de tantos outros – visita que papai fez, andando 14 km;

sofrimento a favor do seu corpo – a Igreja –

convicção do chamado – 25

objetivo do chamado – “dar pleno cumprimento à palavra de Deus”;

temos uma herança, pela qual devemos empenhar nossas vidas. Somos os fiéis depositários e a “glória”tem a esperança de que vamos cuidar bem do tesouro;

II.- ANUNCIAR TODO O EVANGELHO – 28

3 verbos distintos: anunciamos – proclamar, gritar, falar;

advertindo – dialogar, prevenir;

ensinando – didática, relacionamentos íntimos – os pais ensinam pelo exemplo, devido a intimidade de relacionamentos;

a todo homem e ao homem todo – o evangelho rompe barreiras raciais e promove reconciliação; não apenas ao espírito – mas, também, ao seu corpo e alma;

toda a sabedoria de Deus – todo o evangelho – não a parte que eu mais gosto;

com um grande propósito – apresentar todo o homem completo em Cristo

a “glória”espera que façamos isto. Que nos preocupemos com a pregação, sua metodologia, sua abrangência e suas consequências;

III.- TESTEMUNHAR EFICASMENTE – 29

afadigo – eu não brinco em serviço;

esforçando-me o mais possível – tanto fisica, como emocional e espiritualmente;

Se eu me esforço, Ele torna a minha eficiência eficaz –

As diferenças entre: eficiente, eficaz e efetividade – o plano de Jesus – Vades, deis fruto e ele permaneça.

CONCLUSÃO – Não só eu espero um dia estar na glória, mas ela espera por mim.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião