A igreja é edificada para ser santuário de Deus

Introdução: A igreja em Corintos é um “modelo” de igreja moderna, mas é a Igreja de Cristo mesmo sendo uma igreja problemática

Recapitular a ênfase dos argumentos de Paulo para não permitir o culto a personalidade ou “grupos” partidários. No capítulo primeiro afirma que, a igreja depende de Deus e ainda que a “glória da Igreja está na cruz de Cristo”. Depois no cap. 2 afirma que o Espírito Santo é imprescindível na vida da igreja para a sua manutenção e que Ele usa homens como seus instrumentos e não vice-versa. Agora Paulo avança na sua argumentação afirmando neste capítulos 3:

A IGREJA É EDIFICADA PARA SER O SANTUÁRIO DE DEUS. O texto vai nos apresentar as necessidades que os edificadores precisam conhecer

*Necessário lembrar que Paulo foi informado por Cloé através dos seus mensageiros de que havia divisão na igreja. Paulo vai dar uma serie de respostas ao problema –11 respostas – So para dizer Não criem casos…

CRESCIMENTO INDIVIDUAL vers. 1-4 (Algumas pessoas precisam crescer)

“carnais”, “criancinhas em Cristo”, não comem comida sólida”

Vers. 3-4: “havendo entre vós invejas e contendas”.

Paulo com clareza caracteriza as pessoas que precisam crescer: “Ainda não podem suportar comidas sólidas”. A variação de alimentação algumas pessoas prejudica a saúde. Isto não significa que deve comer de tudo, ou tudo é alimento, mas ser “habil para discernir com o que se está alimentando”. Mas tarde o autor de Hebreus diria.: Hb:5-11-6:3

(HB 5:11) “Do qual muito temos que dizer, de difícil interpretação; porquanto vos fizestes negligentes para ouvir.”

(HB 5:12) “Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento.”

(HB 5:13) “Porque qualquer que ainda se alimenta de leite não está experimentado na palavra da justiça, porque é menino.”

(HB 5:14) “Mas o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal.”

(HB 6:1) “Por isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus,”

(HB 6:2) “E da doutrina dos batismos, e da imposição das mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno.”

(HB 6:3) “E isto faremos, se Deus o permitir.”

TRABALHO EM EQUIPE vers. 5-9 (do trabalho da equipe-comunitaria)

No vers. 9 Paulo usa duas figuras: Lavoura e Edifício. Na primeira figura, a lavoura, o lavrador pode fazer quase tudo: arar a terra, lançar a melhor semente, adubar, limpar e podar no tempo certo. Só não pode fazer uma coisas: Dar o crescimento. A Segunda figura, o edifício, temos a participação direta do cristão na construção do santuário,

Paulo com a figura da lavoura nos orienta abrir mão de controlar tudo, de nos qualificarmos como imprescindíveis. Abrir mão da auto-suficiência significa testemunhar que o resultado não depende de nós e sim de Deus que opera tudo em todos. Podemos usar as maiores e melhores estratégias. Termos a melhor formação, a melhor equipe, os melhores em tudo, mas PAULO DIZ “observe o lavrador”- NÃO PODE FAZER CRESCER A SEMENTE, . Aqueles que naõ confiam na ação de Deus não podem trabalhar em equipe (com Deus e com a igreja de Deus). Eles precisam aprender que “Não são imprescindíveis”…. Você já parou para estudar a história de Elias e Eliseu…

AVALIAÇÃO DA CONSTRUÇÀO: vers. 10-17 cf. vers.10c (Avaliar a sua construção)

Para Paulo há três tipos de construtores: os que constroem obra sólida, os que constroem com material que não resiste a prova, e os que, em vez de construir destroem (comentário rodapé BJ.

Com a figura da lavoura (ponto 2) Paulo coloca a ação em Deus, agora com esta figura do edifício, Paulo destaca a ação da equipe, de todos aqueles que querem construir o santuário de Deus, por meio da unidade. Paulo está usando a figura da cidade, onde ele tinha visto as casas construídas em Corinto. Ele conhecia as classes das diversas classes sociais

Devemos lembrar que Paulo está querendo desfazer os ciúmes, invejas e partidos

No vers. 10 Paulo se declara um “sábio construtor” “arquiteto” que colocou o fundamento principal (Jesus) Cf. vers.11 . O que os coríntios precisavam saber, era que eles estavam construindo um santuário ou a “igreja de Deus” ou santuário de Deus, onde Deus podia habitar a vontade, e que Deus cuidaria daqueles que poderiam destruir o santuário de Deus…mas a pergunta surge: o santuário de Deus pode ser destruído? A resposta é sim e não… Sim a nível local, mas não a níveis universais… Paulo fala aqui a uma igreja local. Como pode ser destruído? Paulo está falando a respeito de ciúmes, invejas, contendas, etc. Desta forma podemos afirmar que a “destruição do santuário”, (corromper, arruinar) será a mesma balança que Deus usará para “destruição do destruidor do santuário”

4. ALVO A SER ALCANÇADO vers. 18-23 cf. vers.21 e 22 ( quem levara a gloria)

Paulo passa afirmar que a sabedoria humana objetiva a glória humana, os interesses particulares. Mas veja o que diz os vers. 18-23

(1CO 3:18) “Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio.”

(1CO 3:19) “Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.”

(1CO 3:20) “E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos.”

(1CO 3:21) “Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso;”

(1CO 3:22) “Seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro; tudo é vosso,”

(1CO 3:23) “E vós de Cristo, e Cristo de Deus.”

Paulo está interessado que os cristãos aprendam que toda participação da igreja DEPENDE DE DEUS, pois tudo é dEle…Nada pode ser maior motivação do que Deus: Ele é a origem do santuário, o sustentador do santuário, ele é o habitante do santuário, nós somos simplesmente… os construtores do santuário para que Deus habite…Vocês ouviram direito? É isso mesmo…Você é construtor-não dono nem o habitante do santuário (Cf. Epistolas petrinas)… Tudo é de Deus

O santuário é de Deus,

Os construtores são de Deus

O plano de construção é de Deus

O crescimento é de Deus

Observe que Paulo está apresentando características de Deus: para poder fazer entender os corintios de que não adiantava “brigar” por alguém ou por si mesmos, pois tudo pertencia a Deus

(1CO 3:20) “E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos.”

Onisciência

(1CO 3:19) “Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.”

– Sabedoria

; tudo é vosso,”

(1CO 3:23) “E vós de Cristo, e Cristo de Deus

Tudo pertence a Deus….

Recapitulação: A IGREJA É EDIFICADA PARA SER O SANTUÁRIO DE DEUS.

– necessidade de crescimento

– compreensão do trabalho em equipe

avaliação da construção

objetivo da glória de Deus

Conclusão: Toda a nossa participação na construção é direcionada para a comunidade e para glorificação de Deus. Cabe a cada membro do Corpo de Cristo conscientizar-se de que a habitação que construímos é para um habitante muito especial – DEUS – e por isso devemos aplicar tudo aquilo que nos deu em termos de capacidade espirituais…Não pare, não se sinta sem condições de construir – você é um edificador foi chamado para isto – não pode parar, se deter, impedir – Construa- construa…

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião