Apagão Espiritual

-Quero fazer duas considerações para introduzir o pensamento de nossa reflexão hoje:

-Primeira: Não sei se você já conheceu a cidade de Santos. Mas meu irmão morou lá, no bairro Areia Branca. E próximo àquela localidade existe um canal de esgoto que divide geograficamente alguns bairros da cidade. (E isso é praxe na maioria das cidades litorâneas). …. E quase todos os anos, os entulhos jogados naquele canal tem provocado vários problemas de ordem sanitárias, tais como:

1. A saúde dos moradores que se situam às margens do canal esta sempre ameaçada por aquele tipo de habitat.
2. O ar poluído pelo material tem causado desconforto e incomodo a todos os moradores.
3. No período de chuvas excessivas, o povo é gravemente atingido pelo transbordar do canal, pondo em risco os pertences dos moradores.

-Obviamente tudo isso é gerado por dois problemas gravíssimos:
a) A falta de educação do povo em priorizar áreas livres para lançarem os seus despojos. (Afinal: “Povo limpo é povo desenvolvido”).
b) O descaso das autoridades sanitárias em educar o povo e remover em tempo hábil o lixo jogado nessas áreas livres.

Moral da história: Basta um só homem (sozinho), todos os dias lançar entulhos, lixo, etc. nesse canal, para em poucos dias prejudicar todos os moradores daquela localidade!

-Segunda consideração: (é a tônica da pastoral do seu boletim de hoje). – Os brasileiros estão vivendo hoje uma realidade inesperada: cada um se virando como pode para alcançar as metas do racionamento de energia. Ou seja, estamos vivendo acuados e com medo de um possível APAGÃO!
-Obviamente, o APAGÃO, se acontecer, é resultado da incompetência administrativa do governo. E essa incompetência leva eu e você a mergulhar num desespero da possibilidade de termos nossa energia cortada.

-E quando nos informamos da razão disso tudo, podemos observar (pelo menos pelos críticos dos grandes órgãos de comunicação) que o mau planejamento de apenas um setor do governo, faz com que toda a nação sofra as conseqüências do erro e da incompetência!

-Levando em conta essas duas considerações, podemos nos lembrar de um personagem bíblico de nome ACÃ, que era bisneto de Zera, morador na tribo de Judá, e que, sozinho, bloqueou o canal das bênçãos de DEUS à toda nação de Israel e fez com que seu exército perdesse a batalha.

-Vamos conhecer a história desse homem: ABRA SUA BÍBLIA no livro de JOSUÉ 7:1-26 –

-Este é o relato de um homem, que por causa de um único ato impensado, obteve uma lamentável notoriedade. – … Existe meus irmãos uma verdade fundamental por trás desta experiência de ACÃ que raramente refletimos sobre ela.

-O primeiro pensamento que nos vem, é sobre o que havia de tão horrível no pecado de ACÃ a ponto dele merecer a sua própria destruição, a de sua família e de seus pertences?
– …. Porque na verdade MOISÉS já tinha prometido que os despojos de Canaã seriam presa de guerra…. Veja o que ele diz em Deuteronômio 20:14…

“…Mas as mulheres, crianças, animais e o que mais houver na cidade ficarão com vocês. Quer dizer que vocês poderão usar e desfrutar todos os bens saqueados dos inimigos que o Senhor entregar nas mãos de Israel. – (Mas aí ele conclui dizendo:) Estas instruções são aplicáveis somente a cidades distantes, não às cidades das nações daqui de perto, situadas na Terra Prometida”

-A ordem de DEUS, portanto é clara: “Desfrutem de todos os bens saqueados dos inimigos que o Senhor os entregar em suas mãos, MAS não das cidades situadas dentro da Terra Prometida”, – Portanto, AI, era uma cidade dos cananeus, que associada a Betel, Jericó e Jerusalém, na época em que Israel deu início à sua conquista da Palestina, toda esta região era conhecida por terra de Canaã, … a Terra Prometida!

-Por outro lado DEUS ratifica esta ordem nos vv. 18-19 do Capítulo 6 que não lemos. DEUS diz assim: “…Vejam bem: Não peguem coisa nenhuma da cidade! Obedeçam, porque se não fizerem isso cairá uma terrível desgraça sobre todo o povo de Israel! Agora notem bem: Todo o ouro e prata, bem como todos os utensílios de bronze e de ferro, deverão ser recolhidos, mas para serem dedicados ao Senhor, e irão para o tesouro sagrado”.

– E esta é a verdade fundamental que esta por trás desta experiência de ACÃ que raramente refletimos sobre ela: Desde que Jericó era a primeira cidade de Canaã a ser tomada (portanto, as primícias) o Senhor declarou que os despojos deveriam ser reservados ao seu tesouro. Portanto, o castigo e a lição decorrente da experiência de ACÃ foram muito importantes para Israel no princípio da sua vida em Canaã, porque eles deveriam lembrar sempre de que a terra pertencia ao Senhor e ELE exigia que lhe trouxessem sempre as primícias das colheitas.

-E esta é a lição peculiar que o sábio Salomão ratifica no livro de Provérbios 3:9-12 – “Dê honra ao Senhor, oferecendo a ELE a primeira parte de tudo quanto você ganha. ELE lhe dará trigo e cevada para encher completamente os seus celeiros. Fará os seus tanques de espremer uvas transbordarem de tanto vinho! (Entretanto) Meu filho, não fique revoltado quando for castigado pelo Senhor. Não fique desanimado quando ELE o corrigir. O castigo do Senhor é uma prova do Seu amor por você. ELE faz a mesma coisa que um pai cheio de amor faz por seu filho”.

-Tire, portanto, você irmão, as conclusões práticas destas colocações!!!!!!!!
-Mas vamos agora voltar nossos pensamentos à reflexão de que um homem, sozinho, bloqueou o canal das bênçãos de DEUS sobre toda a nação de Israel. Podemos afirmar, contextualizando a situação do Brasil neste momento, que ACÃ foi um APAGÃO ESPIRITUAL para a nação Israelita:

1. ACÃ rompeu a lei da aliança que DEUS havia feito com o povo. Deuteronômio 7:25 traz esta ordem expressa de DEUS: “Queime os ídolos desses povos, e nem sequer pense em ficar com a prata e o ouro de que são feitos. Não leve para casa imagem para adorar, porque estará então condenado. Não queira saber delas, pois são amaldiçoadas”.

2. O rompimento da aliança fez com que o pecado de ACÃ fosse imputado sobre toda a nação – v.11 – “Porisso o povo de Israel esta sendo derrotado…” – Os irmãos conseguem captar esta mensagem? Em dizer, trazendo assim para os dias de hoje, que a causa de Cristo é prejudicada pelo pecado, negligencia e falta de espiritualidade de um só crente?

-É escandaloso ver como vivem muitas pessoas que se dizem crentes. “Crentes” que não aparentam nenhuma diferença em relação aos que não conhecem a Deus. Mentem do mesmo jeito, buscam vantagens fáceis nos negócios, não resistem as propostas corruptas, sonegam, burlam as leis, superfaturam valores e bens, negociam valores absolutos…

-Roubam a DEUS nos dízimos e ofertas (e alguns ainda ostentam fazer parte de alguns ministérios da Igreja), usam a língua para traiçoeiramente matar, ferir, depreciar = CRENTES INSENSÍVEIS AO PECADO!!!

3. E o pecado de ACÃ levou a nação de Israel à derrota diante dos amorreus. O povo de Deus foi derrotado pelo pecado de um homem. Os vv. 4 e 5 de Josué 7 são os mais frustrantes de toda a bíblia: “…eles foram completamente derrotados. Trinta e seis israelitas foram mortos durante o ataque, e os restantes foram perseguidos desde a porta da cidade até as pedreiras e foram dominados! Josué e os líderes, como sinal de desespero, rasgaram as roupas, lançaram-se no chão, rosto em terra, e jogaram poeira sobre as cabeças…”

-Isso nos leva a pensar que nenhum pecado afeta só o pecador! Toda a nação sofreu! E agente fica se perguntando: porque será que tantos projetos dentro da nossa Igreja são frustrados? Por que será que patinamos, patinamos e não saímos do lugar?

-Porque será que tantos iniciaram sua caminhada cristã em nossa Igreja e hoje já não estão mais conosco? Tantas decisões, tantas iniciativas em conhecer a Jesus … e tantas desistências!

-E a advertência que JESUS faz deveria fazer tremer qualquer irmão ou irmã que são “tropeços” dentro da Igreja! Lucas 17:1-2 – “Disse Jesus a seus discípulos: É impossível que não venham tropeços, mas aí daquele por quem vierem! Melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequeninos”

-Essa expressão final de Jesus nos leva a pensar em uma outra circunstancia: Temos muitos pequeninos espirituais hoje dentro da nossa Igreja. São irmãos e irmãs que estão engatinhando na vida cristã. São recém-convertidos…

-E às vezes quando um destes escorregam, erram….”Ah! Pastor, precisamos discipliná-los, excluí-los da Igreja, … vamos matar o cidadão!” …. esta é a primeira atitude que ouvimos dos mais velhos, dos mais experientes, que na verdade deveriam ser os “pais espirituais” destes pequeninos… Acham que eles devem vir prontinhos, livres, libertos de todo vício, de todos os cacuetes mundanos….

-Quando na verdade o hino que cantamos diz: “Eu venho como estou. As minhas culpas grandes são. Mas tu que não morreste em vão me podes conceder perdão. Aceita um pecador…”

-“Aí daquele que for uma pedra de tropeço dentro do reino de Deus”. ACÃ foi um tropeço! E nenhum pecado afeta só o pecador. Sua família sofreu as conseqüências. A Nação inteira sofreu as conseqüências. E hoje não é diferente: O pecado de um único irmão faz com que toda a Igreja sofra as conseqüências!!

-Portanto, meu irmão e minha irmã: NÃO SEJA O APAGÃO ESPIRITUAL DE NOSSA IGREJA! Não seja pedra de tropeço que fará ou tem feito com toda a Igreja sofra as conseqüências espirituais! – E nunca se esqueça que TODO PECADO QUE VOCE COMETER IRÁ DEFINHÁ-LO, REVELÁ-LO E FAZE-LO PAGAR POR ELE. Foi exatamente isso que aconteceu com ACÃ!

-Um dos versículos que mais aprecio em toda a Bíblia é a declaração que DAVI faz no Salmos 51:17 – Ele diz assim: “O que realmente exiges do pecador é um espírito humilhado. TU não desprezarás a pessoa que tem o coração arrependido e muito triste por causa do pecado, ó Deus!”.

-Em outras palavras, aqui está o ponto fraco de Deus (Se é que Ele tem ponto fraco): Quando você chega diante DELE com um coração quebrantado, humilhado, arrependido… DEUS NÃO TEM COMO DESPREZAR VOCE!

-II Crônicas 6:25 diz: “Ouve então do céu, e perdoa os pecados do teu povo…” – E é exatamente isso que vamos fazer no encerramento deste culto: Confessarmos os nossos pecados (1 João 1:9)…

HINO 280/HCC – Se sofrimentos eu causei, Senhor…
perdão Senhor!!

www.ilustrar.com.br

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião