Como ser próspero em tempos de vacas magras

Vemos neste texto a provisão de Deus sobre o povo através da vida de José, este foi para o Egito por meio de uma circunstância difícil, mas na verdade ele foi colocado estrategicamente por Deus para guardar e preservar a vida do povo. Naquele tempo houve fome mundial e todos iam ao Egito para comprar comida, sob a coordenação de José que sabiamente tomou atitudes para manter os alimentos. Quando todo o povo estava sem dinheiro o povo de Deus fora guardado e experimentaram da prosperidade de Deus, num tempo de crise. Esse é um exemplo do livramento poderoso de Deus e de como a sua provisão estará sobre o seu povo durante a futura crise mundial. Deus o está avisando agora, para que você se prepare! Ele quer que você se posicione agora, a fim de sair vitorioso da crise. Vejamos três atitudes para a vitória financeira:

1. CREIA QUE DEUS É SUA FONTE DE PROVISÃO (Dt. 8.28): Deus não espera que nos apoiemos em recursos meramente humanos. Pelo contrário Ele deseja que dependamos totalmente Dele, tendo-O como nossa fonte de suprimento. O tomar posse da provisão de Deus é pela fé e no momento em que nos lembramos que Deus é nossa fonte de poder para conquistar riquezas, somos fortalecidos, pois estamos ligados a uma aliança que jamais se quebrará.

2. CUMPRA A SUA PARTE NA ALIANÇA:

a – A Benção da Obediência (Dt. 28.1-14): A prosperidade e a força dos israelitas dependiam da sua aliança com Deus. Ele prometeu abençoá-los e fazê-los prósperos acima de todos os povos da terra. Enquanto os israelitas cumpriam a sua parte na aliança e eram fiéis nos dízimos e ofertas, guardando os mandamentos, Deus ORDENAVA as bênçãos sobre as famílias, os rebanhos, as colheitas e sobre tudo que os israelitas faziam. Eles não precisavam lutar para obter as bênçãos de Deus. Bastava que fossem obedientes a Deus e fiéis na contribuição: “Todas estas bênçãos virão sobre vocês e os acompanharão, se vocês obedecerem ao Senhor, o seu Deus” (Dt. 28.2). Os israelitas não ficavam procurando as bênçãos de Deus, elas corriam atrás deles! A única maneira de você sair vitorioso da crise mundial é mantendo um relacionamento pessoal e íntimo com Deus, em que você se coloque na total dependência dele e o veja como a sua Fonte de suprimento.

b – A Maldição da Desobediência (Dt. 28.15-35): No entanto, a partir do verso 15 Moisés os advertiu de que, se desobedecessem, em vez das bênçãos de Deus, seriam alvo de maldições! Em vez de receberem a promessa de Deus de que as janelas dos céus se abririam, teriam os céus fechados sobre eles. Nestas horas críticas na vida financeira, é onde Satanás constantemente acha lugar em nossas vidas. Ele sabe que se quebrarmos a Aliança que temos com Deus, baseado em sua palavra, O Senhor não poderá nos abençoar porque Ele terá que cumprir sua Palavra e o que é pior, em lugar das bênçãos de Deus a desobediência nos trará uma série de maldições.

Fazendo o Teste:
1. Estou agindo com fé nas promessas de Deus ou estou aprisionado pela dívida e pelo medo?
2. Estou focando nas minhas carências e necessidades ou em Deus que é minha fonte de suprimento?
3. Estou cumprindo minha parte na aliança ou estou retendo o dízimo e as ofertas?
4. Estou contribuindo com pureza de propósito ou fiz do altar de Deus a “roleta da fortuna”?
5. Quando trago minha oferta no altar estou em paz ou preciso me reconciliar com algum irmão?
6. Entrego meu dízimo e ofertas na Casa que me alimento ou tenho me prostituído espiritualmente entregando em outra Casa?
7. Cumpro todos os meus votos ou deixei de cumprir algum?

3. ENFRENTE SEUS PROBLEMAS FINANCEIROS SEM MEDO E COM GRANDE FÉ: Um dos maiores obstáculos que o inimigo colocará em seu caminho para impedi-lo de experimentar a libertação e a vitória financeira é o medo: – Medo de renda insuficiente. – Medo de perder a casa e os bens terrenos. – Medo de perder o emprego. – Medo da pobreza. – Medo de não conseguir sustentar a família.
Satanás tentará imobilizá-lo pelo medo até que você não olhe mais para Deus e retenha os seus dízimos e as suas ofertas. Ele tentará usar o medo para impedi-lo de contribuir e assim interromper o fluxo de bênçãos sobre a sua vida.
Para sobreviver à crise , você deve expulsar de sua mente os espíritos do medo, da preocupação e da incredulidade. O medo é um espírito atormentador que imobiliza, impedindo-nos de agir com fé nas promessas de Deus.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião