Como um vaso nas mãos do oleiro

e 19:1, 10-11

Introdução:
Quem nunca foi fechado por um “barbeiro no trânsito”? Bom, eu fui, uma vez lá no Rio de Janeiro. Mas quando me aproximei daquele carro que havia me fechado havia um adesivo em que estava escrito : “Calma: Deus ainda está trabalhando comigo!”
É verdade! Deus ainda está trabalhando conosco. Ele ainda não desistiu de você. Apesar das suas falhas, imperfeições, o Senhor pode transformar a sua vida. Há um episódio bíblico em que vemos o Senhor dizendo isso para o rebelde povo de Israel. Isso se aplica a você hoje.

Jeremias tinha que levar um recado de Deus para o povo de Israel e dizer-lhes que o Senhor ainda queria transformar o povo em bênção. Então Deus manda que Jeremias vá até onde o oleiro está fabricando vasos e fique o observando o seu trabalho. Jeremias descobre que há duas fases na existência de um vaso. Primeiro existe o tempo em que ainda há esperanças para o vaso. Depois, o tempo em que não há mais esperanças para o vaso. Vamos falar sobre esse primeiro tempo.

1) Quando ainda há esperança para o vaso ( Jeremias 18.1-6)
Jeremias fica observando o homem trabalhar. Ele coloca o barro sobre a roda e começa o seu trabalho. Mas em um determinado momento o vaso parece não sair bem do jeito que o oleiro queria. Então ele desfaz o vaso e começa tudo de novo. Deus diz pra Jeremias usar essa comparação com o povo de Israel. A mensagem era clara “Enquanto vocês ainda estiverem se deixando moldar por mim, ainda há esperanças para vocês!”
O mais interessante é que o oleiro não joga fora o barro que estava em suas mãos e que não estava saindo direito. Ele pega aquele mesmo vaso e faz outro melhor. Por que? O processo de se fazer um vaso é longo, trabalhoso, cuidadoso. O oleiro tem que ir longe pra escolher a argila, peneirá-la, depois colocá-la de molho, peneirá-la de novo, batê-la para que saiam as bolhas de ar que podem enfraquecer o vaso na hora de passar pelo forno, na hora em que ele for utilizado como panela, por exemplo. Então o oleiro não quer jogar fora todo o trabalho que já teve. Deus também não nos joga fora. Ele não nos descarta. Ele tem planos melhores para você. Ele não desistirá de você! Haverá esperança enquanto você estiver deixando Deus moldar você.

Há, contudo, uma ocasião em que as coias mudam de figura: Vamos ver…

2) Quando não há mais esperança para o vaso. (Jeremias 19: 1, 10-11)
Um capítulo depois daquela promessa de renovação para o povo de Israel, há algo terrível. O povo que deveria ser chamado pelo nome Deus não ouviu o recado do Senhor, não deixou que o Senhor os moldasse, não se submeteu à vontade d'Ele. Novamente o Senhor manda que seja usado o produto do trabalho do oleiro: um vaso. Ele manda que Jeremias compre um vaso do oleiro, um vaso pronto. A ordem é levar os líderes do povo junto com ele para um lugar determinado e quebrar o vaso diante deles. A idéia da mensagem agora é: “Vocês saíram das minhas mãos, 'endureceram' e agora são como um vaso que se quebra. Pode ser restaurado? Não, porque já não se deixam mais moldar por minhas mãos”. Isso deve ser um recado de Deus para nós hoje. Aquele que se endurece, que não é mais maleável às mãos do Senhor, não tem mais esperança de ser usado, de ter utilidade, propósito nas mãos de Deus.

Conclusão:
Que a sua oração hoje ao Senhor seja algo como: “Eu quero ser, Senhor amado, como um vaso nas mãos do oleiro. Quebra a minha vida e faze-a de novo. Como Tu queres, Senhor amado, Tu és o Oleiro e eu o vaso. Eu quero ser um vaso novo! Amém!”

www.cristo.at

pregando a palavra, sermao, sermoes, pregacao

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião