Deus sabe o melhor para as nossas vidas

Deus sabe o melhor para as nossas vidas, é o que o sermão vai desafiar você a crer.

 “…concluindo que Deus nos havia chamado para lhes anunciar o evangelho” (Atos 16.10).

Há mudanças que são inevitáveis na vida das nossas igrejas. Nosso desafio é o de sabermos quando elas vêm de Deus e a maneira como estas nos são comunicadas pelo Senhor. Vamos entender como essas mudanças são efetuadas.

Em primeiro lugar, as mudanças são efetuadas porque Deus age. Deus age em nós e por meio de nós quando estamos dispostos a colocar as mãos no arado. Deus age em nós e por meio de nós, quando colocamos nossos recursos à disposição do seu reino. Aprendemos assim que Deus não opera num vazio, mas sim por meio da instrumentalidade do seu próprio povo.

Em segundo lugar, vemos que Deus intervém quando os nossos planos não estão de acordo com os seus planos (ainda que aparentemente, nossos planos sejam bons). Ele intervém para o nosso benefício, porque ele tem algo melhor e maior para nos mostrar e não quer que gastemos nosso tempo com o que é de menor importância. Em Atos 16.6-10, vemos Paulo entendendo que o plano do Espírito Santo era melhor do que seu plano e conclui então, que fora chamado para pregar o evangelho naquele momento, não em Bitínia ou na Ásia, mas na Macedônia.

Em terceiro lugar, Deus intervém porque sabe que se fizermos as nossas vontades, nós erraremos e o fracasso será total. Deus intervém também, porque ele é o autor do plano da salvação da humanidade. Ele sabe, melhor do que qualquer um de nós, o que é que preciso ser feito para que seu plano seja concluído ou efetuado.

O desafio que fica para todos nós é o da importância de descobrir a vontade de Deus para as nossas vidas. Isso começará a acontecer quando você e eu colocarmos as mãos no arado.

Conclusão

Uma coisa é certa: Jesus sempre chamou pessoas ocupadas e as treinou para o ministério. Portanto, se Deus chamou você para orar, pregar, contribuir, aconselhar, governar, faça isso como servo(a) do Senhor e submeta o seu querer ao querer de Deus, como fez o Apóstolo Paulo, para que você também experimente vitórias em sua vida.

Orar: “Pai Amado, eu quero ser submisso à tua vontade porque ela é a melhor para minha vida e meu ministério”.

Pr. Antonio Carlos Barro

visite eJesus para estudos e ilustrações.

 

Comentários

comments

Contribua com sua opinião