Deus, somente Deus

Mostrar que Deus está agindo neste mundo em favor de seu povo e que este agir se dá através da igreja. As pessoas precisam ter consciência disso para que o nome de Deus seja glorificado.

Um hino escrito por uma pessoa que aprendeu que não existe outra fonte de fortalecimento exceto o misericordioso Deus. A autoria desses cinco salmos não é conhecida.

O primeiro dos cinco hinos que concluem os Salmos. Estes cinco salmos são chamados também Salmos Aleluia. Porque eles começam e terminam com a palavra hebraica Aleluia. Em hebraico: Halelujah
Halel significa louvor ou dizer que alguém é grande
U significa você
Jah é um dos nomes de Deus, geralmente traduzido por Senhor, significa que ele sempre viverá. O nome usado para fazer aliança com o povo – aqui Deus concorda em ajudar seu povo e seu povo concorda em amar e obedecer a Deus.

Comentários:

1-2
Começa com uma ordem, um mandamento que a pessoa impõe a si mesma: Louvai ao Senhor, louva ao Senhor minha alma.
Louvar alguém porque essa pessoa é grande.
Esse alguém é identificado pelo salmista: Deus
O tempo desse louvor também é delimitado: por toda a vida ou enquanto a pessoa viver.

3-4
Nesses versos o escritor oferece uma razão para louvar somente a Deus. Ele experimentou confiar em príncipes (autoridades com poder) ou mesmo pessoas comuns (filho do homem), e constata que as pessoas falham em suas promessas de ajuda.
Está também implícito que a ajuda humana, quando existe, é limitada somente a este mundo, enquanto que Deus faz uma aliança conosco que durará não somente nesta vida, mas por toda a eternidade.

5-6
Aqui o escritor identifica melhor quem é o Deus no qual ele coloca a sua esperança:
– Deus da História – Deus de Jacó. Ele se vê como parte desse povo que tem em Deus o seu condutor.
– Deus Criador – Este é um tema recorrente nos Salmos. Em contraste com os deuses ou com os líderes poderosos, Deus tem a capacidade de criar. Aqui aponta quatro coisas criadas por Deus: céus, terra, mar e todas as coisas quanto neles há. Recorda-nos as palavras do Salmo 121:1-2 Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.
– Deus Verdadeiro – Este é um dos atributos de Deus que nós mais precisamos. Precisamos saber se aquele em quem estamos depositando as nossas esperanças é confiável. A sua palavra pode ser obedecida? Pode ser seguida?
7-9
O escritor narra uma lista de ações produzidas por Deus. Mostra que Deus está atento aos detalhes deste mundo.
– Deus justo – faz justiça aos oprimidos
– Deus provedor – dá pão aos famintos
– Deus justo – solta os encarcerados
– Deus curador – abre os olhos aos cegos
– Deus encorajador – levanta os abatidos
– Deus amoroso – ama os justos
– Deus preservador – preserva os peregrinos (os imigrantes, refugiados)
– Deus amparador – ampara o órfão e a viúva
– Deus justo – transtorna o caminho dos ímpios

10
Deus será Rei para sempre – diferentemente dos reis desse mundo e dos poderosos dessa Terra, quando eles morrerem acabaram também seus impérios, suas opressões e falcatruas. O reino de Deus durará por toda a eternidade.

Algumas coisas que podemos aprender e fazer:

1. Confie em Deus em todos os momentos de sua vida. Vimos aqui uma lista (não exaustiva) daquilo que Deus prometeu fazer em favor de seu povo.
2. Cuidado para não transferir para Deus as decepções que você tem quando as pessoas falham com você.
3. Peça a Deus seu auxílio quando você estiver enfrentando todas as sortes de dificuldades. Deus está atento a todos os detalhes de nossas vidas.
4. Lembre-se de louvar a Deus quando receber ajuda, e louve a Deus também quando não estiver passando por dificuldades.

Finalmente uma palavra de esclarecimento:
– Deus faz todas essas coisas através de seu povo.
– Quando você realiza uma dessas ações precisa ter em mente três coisas:
você está fazendo porque ama a Deus
você está fazendo porque ama ao próximo
você está fazendo para que Deus seja louvado.
Brilhe a vossa luz diante dos homens de modo que, vendo as vossas boas obras, glorifiquem vosso Pai que está nos Céus (Mt 5, 16).

Antonio Carlos Barro

Faculdade Teológica Sul Americana

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião