Discipulado: cooperação com o Espírito Santo

A igreja segundo o coração de Deus é aquela que esta envolvida com o seu Espírito e entende a sua dinâmica, que é e como age. O Espírito de Deus age na vida da igreja (isto é, de cada cristão) e através dela (nós cristãos) no mundo.
A Palavra de Deus nos ensina algumas coisas sobre a ação do Espírito Santo de Deus na vida da igreja (de cada discípulo de Jesus), entre elas:
Somos batizados com o Espírito Santo – Jesus Cristo veio também para nos batizar com o Espírito e com Fogo, portanto o batismo do Espírito é uma dádiva de Cristo (Mt 3.11);
Somos guiados pelo Espírito Santo – Através do seu Espírito agindo em nossas vidas o Senhor nos guia pelos caminhos da vida e nos enche de alegria na sua presença. O Espírito nos leva (conduz) ao Pai e testemunha no nosso espírito que somos filhos de Deus. Nos guia a oração para clamarmos dizendo, Pai – Aba (Rm 8.14);
Somos instruídos pelo Espírito Santo – Deus nos ensina coisas novas e não nos deixa esquecer aquelas aprendidas anteriormente, pois o Espírito aviva a Palavra de Deus em nossa vida (Jo 14.26);
Somos capacitados pelo Espírito Santo – Deus nos fortalece com poder através do seu Espírito em nosso homem interior. Somos revestidos, portanto de poder e virtude para realização dos propósitos de Deus em nossa vida e para o cumprimento do ministério e missão da qual somos cooperadores juntamente com Cristo (At 1.8 e 4.31);
Somos auxiliados pelo Espírito Santo – Quando nos encontramos enfraquecidos ou fragilizados por algum motivo o Espírito nos assiste em nossa fraqueza. Ele intercede por nós… (Rm 8.26).
A ação do Espírito Santo na igreja (nossas vidas) pode ser por vezes dificultada ou facilitada, isso depende de cada um de nós, vejamos:

1) A Palavra de Deus nos ensina que podemos dificultar a ação do Espírito Santo na igreja (nossas vidas), entristecendo, resistindo e até extinguindo-o (Atos 7.44, 1Ts 5.19), mas como pode ser isto:

Rebelião: quando procedemos contra Deus com um espírito rebelde e obstinado (é uma vida independente de Deus). Seguindo pelos próprios caminhos e não seguindo a Cristo. Questionando e desobedecendo à vontade de Deus;
Descontentamento: é quando rejeitamos os propósitos (planos) que Deus tem para nós (é uma vida insatisfeita). Quem só vive a murmurar e a reclamar sendo incapaz de perceber o quanto Deus está fazendo. Que rejeita os dons (dádivas) espirituais e a graça de Deus;
Insubmissão: não está sujeito a Deus (é uma vida autoritária). Vive querendo ditar o que Deus tem de fazer. Ora e diz assim: “Seja feita a minha vontade e não a Tua, Senhor”. Faz de Deus o servo e não o Senhor.

2) A Palavra de Deus nos ensina como podemos facilitar a ação do Espírito Santo na igreja (nossas vidas), buscando, enchendo e transbordando dele:

Sinceridade: Ao sermos sinceros. Agindo com sinceridade consigo mesmo, com os outros e com Deus (é uma vida transparente). Que assume suas responsabilidades e suas atitudes perante o Senhor e os homens. Não se esconde atrás de capas, nem acoberta seus pecados, antes os confessa e é sarado – recebe perdão;
Aceitação: Recebe as verdades de Deus com alegria e ação de graças (é uma vida sensível). Que sente, que entende qual é à vontade de Deus em Cristo Jesus para a sua vida, vivendo-a. Se sujeita ao mandamento de Deus;
Persistência: É lutador, age com perseverança (é uma vida empenhada). Consciente das dificuldades e crises, mas muito mais consciente da grandeza e poder de Deus. Conhece a Deus e sabe que Ele é uma fonte inesgotável de poder fortalecedor e transformador.

Conclusão:

Assim cada um de nós pode tanto dificultar como facilitar a ação do Espírito Santo na igreja (nossas vidas). Está em nossas mãos a escolha. A escolha de uma vida avivada – abençoada. Quando nos envolvemos com o Espírito Santo permitindo-lhe fluir nas nossas vidas, vamos vencendo o pecado e não somos prezas das ciladas do diabo. Não é que estamos livres de pecar ou das investidas do diabo contra nós, mas é que nem ele e nem o pecado exercem mais domínio sobre nós. Aí é que vai se cumprindo a Palavra de Cristo. E a igreja (nós) vive uma vida avivada e abençoada.
Você quer esta vida? Quer o Espírito Santo e o agir dele? Você poderá cooperar para isso. Deixe de criar dificuldades para o Espírito Santo em sua vida. Escolha ser um facilitador. É realmente isto que você quer? Então vamos orar…

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião