Endireitando nossos caminhos – Atitudes Cristãs (1ª parte)

Introdução

Como estivemos estudando no mês de Janeiro, nosso tema é “Endireitado nossos caminhos”. Tema que se encontra baseado no Livro de Provérbios 3.6. Vimos no primeiro Domingo do mês, que devemos endireitar nossos caminhos através da Palavra de Deus. A bíblia nossa única e infalível regra de fé e prática nos revela a ação de Deus e também o próprio Deus que se fez carne e habitou entre nós (Jo 1.14). Ela é Lâmpada para nossos pés e Luz para nossos caminhos (Sl 119.105). No segundo Domingo estudamos endireitar nossos caminhos pela oração, onde pudemos perceber que, enquanto a Bíblia revela Deus, a oração revela a nós mesmos, através da oração então podemos conhecer e manifestar a vontade de Deus em nossas vidas (Mt 6.9-15). Depois pudemos ver que endireitar nossos caminhos pela adoração implica uma vida de contemplação, confissão e ação (Is 6.1-8). Adoração não se resume ao momento do culto, mas sim a uma vida diária na presença de Deus. Assim, com nossos caminhos refeitos pela presença do Altíssimo através do conhecimento da sua palavra, da oração e adoração devemos ter uma nova atitude em relação aos nossos irmãos. No texto que escolhemos para meditar encontram-se duas atitudes cristãs básicas que devem fazer parte necessariamente da nossa vida como crentes em Jesus Cristo. São elas:

I – Amor sincero: O apóstolo Paulo fala de um amor sincero entre os irmãos. A nova lei recém inaugurada por Jesus Cristo abria mão de todas as regras existentes no judaísmo. “um novo mandamento vos dou” (Jo 13.34). O apóstolo relembra esta regra básica do cristianismo que é o amor. Gálatas 5:14 Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Deste modo, amando-nos uns aos outros temos então a base de todo relacionamento Cristão. Todas as nossa atitudes então devem derivar deste amor. É um amor baseado no modelo do amor de Deus. Incondicional, imutável e infinito, revelado plenamente em Jesus Cristo e no seu sacrifício. “como eu vos amei” (Jo 13.34 e 15.12). Amar é a ação mais nobre do cristianismo. Quando conhecemos a palavra, temos uma vida de oração e adoração nossa atitude primeira em relação aos nossos irmãos deve ser amar.

II – Serviço constante: Servir ao Senhor é servir ao próximo. Não se pode amar sem servir 1 João 3:17 Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus? Jesus foi o exemplo de serviço. Ele lavou os pés dos discípulos. João 13:13-14 Vós me chamais o Mestre e o Senhor e dizeis bem; porque eu o sou. Ora, se eu, sendo o Senhor e o Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros. Ele se fez servo para nos servir e deu a sua vida em favor de nós. Servir significa ação prática em relação ao nosso próximo, é praticar a hospitalidade, compartilhar as necessidades uns dos outros. Nossa atitude básica como crentes em Jesus Cristo deve ser então de amar e servir.

Conclusão

Portanto, diante da palavra de Deus devemos ter atitudes que demonstram claramente nossa comunhão com Ele e com os irmãos. Mateus 5:16 Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus. Caminhos endireitados requerem atitudes coerentes com nossa fé. O apóstolo Paulo nos escreve em sua carta aos Efésios 4.1 que andemos de modo digno da vocação para a qual fomos chamados. Nossas atitudes em relação aos nossos irmãos devem ser coerentes com a fé que professamos. Devemos portanto reconhecer a Deus em todas as nossas atitudes.

www.ejesus.com.br

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião