És tu realmente salvo?

Querido amigo,
Por favor, ouve ao Senhor enquanto ele adverte a ti e a mim concernente à possibilidade de estarmos enganados quanto à nossa salvação. Estas advertências [de Deus] são dirigidas àqueles que somente “professam” [alegam publicamente, com os lábios,] fé em Cristo, mas que nunca foram genuinamente convertidos. Nunca verdadeiramente nasceram de novo.

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. (Mateus 7:21)

Nota: nem todo aquele que invoca o Senhor, nem todo aquele que ora “a oração do pecador” [repetindo as palavras de um evangelista], nem todo aquele que pede o perdão de Deus, tem realmente nascido de novo. Nota também que o verdadeiro fruto da salvação é fazer a vontade de Deus. Tu não fazes a vontade de Deus para que sejas salvo mas farás a vontade de Deus se és verdadeiramente salvo. O apóstolo Paulo disse: “Senhor, que queres que eu faça?” (Atos 9:6), indicando sua vontade de fazer a vontade de Deus. Obediência a Deus é uma evidência da salvação.

Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis. (2 Pedro 1:10)

Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados. (2 Coríntios 13:5)

Tu dizes: “Mas eu creio no Senhor, eu creio em Cristo!” Mas as escrituras dizem: “Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem.” (Tiago2:19). [Observa uma multidão “crendo” em Cristo em João 8:30: “Dizendo ele estas coisas, muitos creram nele”. Agora, vai um pouco mais abaixo do capítulo e encontrarás o Senhor dizendo a esta mesma multidão: “Vós tendes por pai ao Diabo…” (João 8:44)]. Não é apenas crer, é crer para a salvação da alma. [isto é, é crer o verdadeiro tipo de crença, aquele tipo de crença que é para a salvação da alma] “… mas daqueles que crêem para a conservação da alma.” (Hebreus 10:39).

Além disso, Jesus mostrou que a pessoa não pode crer verdadeiramente até que se arrependa. “… nem depois vos arrependestes para o crer.” (Mateus 21:32). Jesus disse aos fariseus, concernente à pregação de João o Batista, que eles não se arrependeriam e, conseqüentemente, não creriam em Sua palavra. Talvez tu estejas tentando crer sem te arrependeres!

Há 3 coisas que são absolutamente necessárias antes que alguém possa ser salvo:

1. Primeiramente, cada pecador tem que estar sob a convicção do Espírito Santo.

Isto quer dizer que ele tem que ser convencido e convicto de sua pecaminosidade diante de Deus. “E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.” (João 16:8). Tens tu experimentado a [real] convicção do Espírito Santo, Deus te convencendo e te dando convicção do teu pecado, do teu orgulho e rebelião? Se não, então tu não és salvo!!!

2. Em segundo lugar, a pessoa tem que ter um coração arrependido para que possa ser salva.

“… se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.” (Lucas 13:5). Arrependimento é confessares tua pecaminosidade [vendo-a como totalmente terrível, indesculpável, e te fazendo merecedor do inferno], é sentires [inexcedível] remorso e dor por reconheceres teu pecado, é deixares de andar para longe de Deus e em direção ao pecado e passares a andar para longe do pecado e em direção a Deus. Quando Adão pecou no jardim, tudo que ele fez foi comer um pedaço de fruta. Pensa nisto… indo para o inferno por comer um pedaço de fruta! Mas isto foi pecado, desobediência e rebelião! O que foi este terrível pecado? Foi vontade própria… Adão fazendo o que queria fazer em vez do que Deus o ordenou fazer. Arrependimento é deixares de viver na direção de fazeres o que desejas [em teu coração] e passares a viver na direção de fazeres o desejo de Deus. Lembras-te de nosso primeiro versículo sobre fazer a “vontade de Deus” como um fruto da salvação? [Mat 7:21] Estás ferventemente procurando fazer a vontade de Deus em todas as coisas… tais como batismo, fidelidade à igreja, dízimo, [constância no] testemunho + oração + leitura da Bíblia? Que tal é a tua conversação, os programas de televisão que assistes, o trajar indecente, mulher com aparência de homem (cabelo curto, calças compridas, etc.), homens vestindo como mulher (cabelo longo, brincos, etc.)? Tudo isto é condenado pela palavra de Deus! Novamente, digo: não fazes estas coisas para seres salvo, mas tudo isto deve ser a conseqüência natural do verdadeiro arrependimento e fé.

3. Em terceiro lugar, a pessoa tem que ter fé absoluta em Cristo, e somente em Cristo.

Sim, um homem é salvo pela graça através da fé! Mas ele não é salvo pela fé morta, ou pela fé que o leve a se desculpar por sua contínua desobediência a Deus. Ele é salvo pela fé obediente, pela fé que transforma e muda a vida, fé vitoriosa… fé em Cristo! A verdadeira fé é a fé no trabalho que Cristo terminou no Calvário [e na Sua Ressurreição] … é crer que Ele morreu por ti e que somente o Seu sangue é capaz de prover o perdão dos [teus] pecados. Não é fé mais obras, fé mais uma vida de bondade, fé mais a lei, fé mais a igreja. É fé em Cristo e fé somente em Cristo! Mas este tipo de fé somente pode vir como conseqüência da convicção do Espírito Santo e do arrependimento abandonando o pecado. Juntamente com o apóstolo Paulo, suplico-te: “Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé…” (2 Coríntios 13:5). A verdadeira fé te levará a amar e a obedecer a Palavra de Deus.

Milhares, sim, talvez milhões que são religiosos, que são membros de igrejas, que têm invocado ao Senhor, que têm “crido”, ficarão chocados quando despertarem no Inferno!

Pr. Doug Sehorne, Victory Baptist Church

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião