Fazendo diferença

Estou preparando o meu Trabalho de Conclusão de Curso no MBA (pós-graduação em Gestão de Pessoas). Meu tema é sobre o trabalho voluntário no contexto de uma igreja batista. Vou ler para você o primeiro parágrafo destre trabalho.

Uma revolução silenciosa está em curso. Trata-se de um movimento que vem crescendo exponencialmente nos últimos anos e hoje já envolve milhares de pessoas em múltiplas áreas. Esta revolução já chegou às empresas, escolas, igrejas, hospitais, ONGs, etc. Este movimento é particularmente forte no Terceiro Setor. Uma revolução saudável que tem o potencial de mudar muitas vidas e organizações. Nas palavras do escritor Bill Hybells, trata-se da “Revolução do Voluntariado”

EM JESUS A IGREJA É A ESPERANÇA DO MUNDO.

• Mas isso somente acontece porque ela conta com pessoas especiais. Pessoas que dedicam tempo, talento e tesouros nos diversos ministérios da igreja.

• São pessoas que descobriram o imenso prazer em servir. Aquela alegria que a pessoa sente quando coloca em prática a sua paixão, o seu sonho ministerial.

• São pessoas que estão fazendo diferença na igreja, em sua comunidade e no mundo.

• Pessoas que descobriram que servir não é uma obrigação, embora envolva responsabilidade e compromisso. Pessoas que descobriram que servir pode ser algo feliz e satisfatório, algo que complete a vida e dê um sentido de significado e significância.

• A Bíblia nos aponta uma grande verdade espiritual: Jesus não começou o seu ministério com profissionais. Ele começou com voluntários. Pessoas comuns que Ele capacitou e que a partir disso e do poder de Deus revolucionaram o mundo.

• As pessoas que servem em algum ministério na igreja são as pessoas mais felizes que eu conheço. Creio de tomo o meu coração que a verdadeira felicidade somente é possível para as pessoas que têm um coração inclinado para servir.

• O serviço voluntário na igreja acontece dentro dos ministérios.

• Para ajudar as pessoas a descobrirem e desenvolverem seus ministérios, nossa igreja possui a Gestão de Ministérios.

FAZENDO DIFERENÇA NA GESTÃO DE MINISTÉRIOS

Gestão de Ministérios é o conjunto de atividades desenvolvidas para cumprir o propósito do SERVIÇO na igreja local. As igrejas necessitam criar uma GESTÃO DE MINISTÉRIOS que coordene o processo de nascimento, desenvolvimento e até mesmo o término dos ministérios. Através da Gestão de Ministérios os líderes da igreja podem cumprir o que a Bíblia ensina em Efésios 4.11-13:

E ele (o Espírito Santo) designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, como o fim (finalidade) de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado, até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade atingindo a medida da plenitude de Cristo. (Ef. 4.11-13 – NVI – destaques acrescentados)

ALGUMAS PERGUNTAS CHAVES PARA A GESTÃO DE MINISTÉRIOS

1. O MINISTRO TEM UMA VISÃO CLARA?

As pessoas devem servir a partir de uma visão clara, tanto pessoal quanto institucional. Em outras palavras, a pessoa deve conhecer bem sua chamada vocacional e a igreja precisar fornecer uma clara visão de seu papel no mundo.

2. NOSSO RECRUTAMENTO TEM SIDO EFICAZ?

Desenvolvemos bem a nossa capacidade de despertar as pessoas e levá-las e um compromisso ministerial?

3. NOSSOS MINISTROS ESTÃO SENDO TREINADOS?

Temos fornecido ferramentas através de treinamento e desenvolvimento? Precisamos intensificar cursos como Compromissos com mo Ministério, Molde do Ministro, Capacitação de Liderança, etc.

4. NOSSOS MINISTROS ESTÃO CRESCENDO ESPIRITUALMENTE?

Nosso maior compromisso deve ser com a qualidade de vida espiritual dos ministros. Eles estão em sintonia com o Espírito Santo? São pessoas mais dedicadas e consagradas? São pessoas mais felizes?

5. NOSSOS MINISTROS SE SENTEM PARTE DE UMA EQUIPE?

Nossa igreja é uma equipe? Nossos ministérios formam equipes coesas?

ASPECTOS ESSENCIAIS DO SERVIÇO VOLUNTÁRIO

1. VOCÊ TAMBÉM É UM MINISTRO

• Todos os que servem são ministros – DIAKONIA = SERVIÇO = MINISTÉRIO.
• Você pode servir. Não importa se você não tem muita experiência, muito estudo ou talentos. Você pode servir.

2. DEUS QUER USAR VOCÊ.

• Deus tem um ministério, um plano, um projeto que somente você pode fazer.

3. VOCÊ TEM TALENTOS (aptidões, habilidades e dons).

• Todos nós temos talentos ocultos, latentes, esperando serem descobertos e desenvolvidos. Você vai se surpreender ao descobrir os seus talentos.
• Deus dotou você de um MOLDE MINISTERIAL único.

4. SERVIR DEVE SER ALGO PRAZEROSO

• Nunca sirva com tristeza, murmurando, de má vontade ou como se fosse um peso.
• A vontade de Deus é que o ministério seja exercido com alegria.

5. SEU MINISTÉRIO PERMANECERÁ PARA SEMPRE

• Todas as construções humanas um dia desaparecerão. Mas o que fazemos na vida espiritual permanece para sempre.

CONCLUSÃO

Para fazer diferença no ministério:

• MANTENHA-SE NA DEPENDÊNCIA DE DEUS.

Nós somos cooperadores do Espírito Santo. Sem a direção de Deus fracassaremos.

• FAÇA TUDO PARA A GLÓRIA DE DEUS.

A honra e a glória pelo sucesso ministerial devem ser creditados ao Senhor pois é ele
quem capacita os seus ministros. Fuja da vaidade.

• TRABALHE POR AMOR A DEUS E ÀS PESSOAS.

A vida somente ganha sentido quando você usa o MOLDE MINISTERIAL que Deus deu para você em um ministério que glorifique a Deus e abençoa as pessoas.

FAÇA DIFERENÇA ATRAVÉS DO TEU MINISTÉRIO VOLUNTÁRIO.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião