Fé em momentos extremos na vida

INTRODUÇÃO
MOMENTOS EXTREMOS

Alegria e Tristeza – Copa do Mundo (Brasil X Inglaterra, Brasil X Alemanha)
No mesmo dia e nos mesmo instante, Ronaldinho estava celebrando sua recuperação e Oliver Khan sua derrota
Você já imaginou que os mesmos extremos de alegria e tristeza as vezes são experimentados não por pessoas diferentes em momentos diferentes, mas pela mesma pessoa ?
Saúde e doença – pessoa “sarada” e outra doente no hospital
Riqueza e escassez – pessoas pobres e ricas em São Paulo

A VIDA CRISTÃ TAMBÉM TEM MOMENTOS EXTREMOS

Momentos de grandes respostas de oração e momentos de decepção até com Deus que não nos respondeu com esperávamos.
Momentos de vitória normal na vida
Momentos de tristeza por morte ou algum desencanto
Alegria por uma cura ou tristeza por uma morte
Celebração por uma vitória espiritual ou tristeza por um pecado cometido
COMO UMA VIDA DE FÉ FUNCIONA NESTE MOMENTO ?

TRANSIÇÃO

Nossa série de mensagens em TIAGO – Fé em momentos reais
Tiago, um livro prático para o dia a dia da vida
No início do mês nós estudamos FÉ EM MOMENTOS DE PROVAÇÃO
No domingo 14 estudamos FÉ EM MOMENTOS DE TENTAÇÃO
No domingo passado nós vimos FÉ E O USO DA LÍNGUA
A passagem de hoje – A FÉ E MOMENTOS DE EXPERIENCIAS EXTREMAS

Trata de momentos extremos
Encoraja-nos a viver pela fé neste momentos
Encoraja-nos a encarar nossos momentos extremos com a mesma fé independente de qual seja o extremo da linha em que nos encontramos
Momentos extremos são aqueles momentos que passamos na vida sobre o qual não tínhamos controle sobre a causa a ou conseqüência de tais momentos (P.e., saúde, trabalho, casamento, conquistas profissionais, morte, desgastes, etc.) e que geram em nós situações de profunda êxtase ou desgaste seja ele emocional, físico ou espiritual
VAMOS ESTUDAR TIAGO 5:13-18

contexto de Tiago – Uma carta para crentes vindos do Judaismo que haviam sido dispersos (Tiago 1:1)
Na dispersão uma palavra comum era sofrimento e a outra perseguição
No contexto de sofrimento Tiago ensinou a olhar para a experiência na qual a pessoa de Deus seria conhecida a fundo.
Assim sendo, o foco do sofrimento trabalhado por Tiago não é tanto a doença física, mas a exaustão do sofrimento per si. É o desgaste espiritual ou a fraqueza espiritual que o crente enfrenta tanto como fruto de perseguição ou qualquer outro sofrimento inclusive o desgaste fruto da doença física.
No contexto de sofrimento a oração seria a principal arma de seus leitores. Ele encoraja a oração individual (5:13), a oração pelos presbíteros (5:14-15) e oração comunitária (5:16)
Tiago está falando de algo que era característica pessoal dele – ORAR como um estilo de vida. Alguns dos pais da Igreja o chamavam de TIAGO JOELHO DE CAMELO. Diz-se que por causa da contínua prática de orar de joelhos, os joelhos de Tiago criaram certos calos que lembravam o joelho de um camelo.
EM MOMENTOS EXTREMOS DA VIDA, PELA FÉ …

I – CELEBRE COM GRATIDÃO OS MOMENTOS DE SATISFAÇÃO

“Há alguém entre vós que se sente feliz? Que ele cante louvores”
Tiago 5:13(NVI)

A . O SER FELIZ OU ESTAR FELIZ TEM A VER COM UM ESTADO DE ALMA E NÃO ESTADO FÍSICO OU DE SAÚDE (euthumeo) –

O doente pode estar intimamente satisfeito por causa a experiência da presença de Deus
Por causa do encorajamento da presença de Deus, seja saúde ou na doença, na segurança ou perseguição o estado de estar satisfeito, alegre, tendo um bom espirito se torna uma realidade
Estar feliz tem a ver com estar encorajado, motivado – Paulo em Atos 27:22
B. O FRUTO DA ALEGRIA É UM CORAÇÃO QUE ADORA OU SE EXPRESSA COM LOUVOR

Deus é o foco do louvor tanto no meio da alegria como na dor
O louvor é o reconhecimento de que o que temos ou experimentamos é fruto da vontade Deus em nossas vidas. Por isso a ele toda glória.
A atitude de louvor é uma característica para ser desenvolvida continuamente (3ª p. sing pres ativo imperativo, psallo)
O significado literal da expressão cante louvores é “Toque a harpa …”
No Novo Testamento a mesma palavra aparece em I Co 14:15 e Efésios 4:19 – Cantar louvores a Deus em culto público.
Com ou sem instrumento musical o sentido é – CANTE LOUVORES OU EXPRESSE LOUVORES A DEUS QUANDO ESTIVER CONTENTE
LOUVOR E ORAÇÃO ANDAM JUNTOS EM TEMPO DE SOFRIMENTO OU EM TEMPO DE SEGURANÇA
ILUSTRAÇÃO

– Vocês lembram da cena da seleção brasileira logo após a conquista do penta ?
– Qual foi a mensagem
– DEUS É FOCO DA GRATIDÃO

APLICAÇÃO

Qual foi a última vez que você ofereceu uma palavra de gratidão a Deus por algo que Ele é ? Por algo que ele fez por você ? Por uma resposta recebida ?
Quais os memoriais de sua vida ? Memoriais de gratidão ?
No fim da mensagem vamos ter um momento especial pessoal de gratidão ao nosso Deus
EM MOMENTOS EXTREMOS DA VIDA, PELA FÉ …

Celebre com gratidão os momentos de satisfação
II – CONVERTA-SE À PRÁTICA DA ORAÇÃO EM MOMENTOS DE AFLIÇÃO

“Entre vós há alguém que está sofrendo ? Que ele ore.”
Tiago 5:13 (NVI)

A . O SOFRIMENTO MENCIONADA POR TIAGO É MAIS DO QUE FÍSICO

O Sentido da palavra KAKOPATHEI (sofrimento) – 3 p sing pres ativ indic KAKOPATEO
Não limitado a sofrimento físico
Também significa estar aflito, desgastado, estar em conflitos
Agüentar sofrimento infligido por outras pessoas ou situações extremas.
Ser maltratado.
Kakopathei aparece somente mais duas vezes no NT – II Tim 2:9 e 4:5, denotando também ali um sentido de “desgastes da vida”
A palavra foca muito mais no resultado do conflito ou da angústia do que o problema em si mesmo. “Não tanto a situação angustiante mas a carga ou o desgaste espiritual que a situação trás”
B . ORAR É A AÇÃO PARA LIDAR COM O DESGASTE DO SOFRIMENTO

A ação ensinada por Tiago é um forte imperativo (PROSEUCHESTHO) – 3 p sing present imperativo médio – COMEÇAR A PRATICAR A ORAÇÃO COMO UM ESTILO DE VIDA EM TEMPOS DE SOFRIMENTO.
A ação leva o que está sofrendo a dirigir-se para Deus em vez de dirigir-se a outras saídas.
A ação da oração é o oposto a uma atitude auto piedade ou reclamação. Éa prática de Tiago 1:4-6 – Orar por sabedoria para saber atravessar a provação.
A oração leva o que está sofrendo buscar em Deus o refúgio e a fôrça para enfrentar o sofrimento ou suportá-lo até Deus retirar o sofrimento
A forma verbal comunica o sentido que a atitude de orar e buscar a Deus, neste contexto é individual
O desgaste e a aflição levam o crente à oração.
Wilhel Michaelis, Theological Dictionary of the New Testament, 5:937

C. A ORAÇÃO É PARA SER PRATICADA – Tiago 4:2

O texto não proíbe pedir especificamente – “Que ele ore…”
Pelo motivo certo – “Se alguém tem falta de sabedoria, peça-a a Deus”
Com confiança que Deus vai responder – “Peça porém com fé, sem duvidar”
ILUSTRAÇÃO

Senhor Jesus no Getsemani – Verteu lágrimas em sua oração
Jonas no ventre do peixe – Quando eu estava aflito, lembrei do Senhor
Quando eu estava deprimido – “Senhor tem misericódia de mim …”
APLICAÇÃO

Qual o seu sofrimento hoje ?
que está lhe desgastando ?
Pelo que você ora quando está sofrendo ? Apenas pela solução ou também por sabedoria
Traga perante Deus a sua causa. Peça sabedoria
TRANSIÇÃO

Nestes 6 versículos que estamos estudando a palavra oração aparece 7 vezes
Dessas 7, cinco vezes a oração aparece como um ação que se deve tomar
A oração conecta a alegria e o sofrimento com a mesma pessoa – DEUS.
A alegria e o sofrimento cobrem todo o espectrum das experiencias emocionais da nossa vida
Ambas situações são usadas por Deus para trazer para si mesmos e para mais perto de si mesmo aqueles que o Senhor ama
Oração não devia ser meramente um choro de lamento daquele que está sofrendo. A oração é igualmente apropriada quando exuberantes sentimentos de satisfação estão prevalecendo. Cânticos de louvor são próprios não somente quando o coração está grato mas também quando aflições e testes estão nos envolvendo. Como Paulo e Silas fizeram na prisão quando estavam sangrando nas costas e com os pés acorrentados.
Hiebert, The epistle of James, pag. 319

III – CHAME OS PRESBÍTEROS PARA ORAR EM TEMPOS DE LUTAS E DESGASTE

” Entre vocês há alguém que está doente ? Que ele mande chamar os presbíteros ….”
Tiago 5:14

A . O SOFRIMENTO PROFUNDO GERA FRAQUEZA FÍSICA, EMOCIONAL E ESPIRITUAL

O significado de “DOENTE” – ASTHENEI (3ª p sing pres ind ativ astheneo)

Doença física (18 vezes no N.T – Mat 10:8;25:36, Mar 6:56
Fraqueza emocional e espiritual – Atos 20:35, Rom 4:19, p.ec
Significa tambem ESTAR SEM VIGOR seja ele físico, emocional ou espiritual
“A fraqueza neste versículo significa a fraqueza espiritual em um corpo doente sendo o segundo resultado do primeiro” (Hoste, em The Epistle of James, Hiebert, pag.318)

– É o resultado das batalhas físicas e espirituais em nossas vidas
– A diferença com “SOFRIMENTO” do vers. 13 está no resultado

A diferença entre Sofrimento e Doença ( v. 13,14)
– O desgaste contínuo do sofrimento (kakopatheo) resulta em uma fraqueza seja ela espiritual ou emocional (astheneo)

” Os que estão experimentando um certo graud de fraqueza ou desgate são aqueles que tem sido derrotados na batalhas espiritual, que perderam a habvilidade de suprotar o sofrimento. São aqueles guerreiros espirituais que estão exaustos, cansados, deprimidos e derrotados na vida cristã. Eles tem tentado usar o poder de Deus através da oração, mas perderam a motivação e talvez enha até caído em alguns pecados por causa disto. Tendo atingido o fundo do poço estão sem a capacidade de orar com suas próprias forças. Nestas condições aquele que está fraco precisa da ajuda de outros irmãos que estão espiritualmente mais fortes”

(John McArthur, comentario em James, pag. 277)

B . A AÇÃO EM TEMPOS DE DESGASTE E DE BATALHAS É ORAÇÃO JUNTO COM OUTROS IRMÃOS MAIS EXPERIMENTADOS

“Que ele mande chamar os presbíteros ….”

É do que está com fraqueza a iniciativa da chamar os presbíteros para orar com ele – (proskaleo – 3 p sing aor médio imperativo) – Chamar ao lado. Certos momentos de lutas exigem entrar na luta com a ajuda de outros.
A responsabilidade principal dos presbíteros é ORAR PELO QUE ESTÁ DOENTE
O doente chama os presbíteros da sua igreja
Dois conceitos importantes – O comunitário e o de liderança espiritual
C. OS PRESBÍTEROS ORAM COM O PROPÓSITO DE RESTAURAR O VIGOR DO DOENTE

O significado histórico de ungir com óleo

O ritual de unção com vistas a novas funções (CHRIO)
O ungir com óleo (massagear) (ALEIPHO)
Mateus 6:17 – no contexto de lavar o cabelo quando jejuar e orar
João 11:2;12:3 – A mulher ungindo os pés de Jesus com óleo, perfume

O ungir (massagear) com óleo pelos presbíteros – figura e teologia “

O sentido da prática deste texto tem a ver com o que se fazia na época. Usar óleos medicinais com vistas à cura física do doente
Os presbíteros poderiam cumprir o mesmo ritual mas agora com um aspecto simbólico
O óleo simboliza ação do Espírito Santo dentro da pessoa
A ação praticada pelos presbíteros carrega o sentido de ser a responsabilidade dos presbíteros estimular, encorajar, fortalecer e animar a alma do rebanho

A ação deve ser exercida pelos presbíteros não com se eles fossem curandeiros mas justamente para evitar o sensacionalismo. Eles são maduros tanto para conhecer o rebanho como para evitar trazer para si mesmos a glória da ação de Deus.

os presbíteros oram em nome de Jesus (o poder para restaurar e curar é do Senhor Jesus em não do presbítero)
D . O RESULTADO DA ORAÇÃO DOS PRESBÍTEROS (a teologia das respostas de oração por cura, perdão, etc.)

Tiago não exclui cura física, mas este como vimos não é o foco da passagem
Pode incluir cura física – Podemos orar por cura física e Deus pode responder como Ele quiser de acordo com a vontade dele.

A ORAÇÃO DA FÉ – Note bem – O fraco está sem vigor para orar por isso ele pede ajuda. Aqui é a fé dos presbíteros
SALVARÁ O ENFERMO

O verbo SOZO – várias vezes usado no sentido de restaurar, resgatar de perigos naturais e aflições (Bauer, pág. 798)
ENFERMO – (kammno) – cansado, fatigado, doente (Heb 12:3, sem nenhuma conotação de doença física)

O sentido é que a oração dos presbíteros livrará aquele que está fatigado de suas dores e trará para ele de volta o vigor (o restaurará) de uma vida espiritual rivogorada

O SENHOR O LEVANTARÁ – Deus trará de volta o vigor para que ele está de desgastado – O sentido é de despertar aquele que estava fatigado.

AS DUAS EXPRESSÕES (“salvará o enfermo” e “”o Senhor o levantará” não estão falando de coisas distintas mas apontando para o resultado da oração dos presbíteros – A RESTAURAÇÃO DO VIGOR EMOCIONAL E ESPIRITUAL DAQUELE QUE ESTÁ DOENTE, FATIGADO, DESGASTADO.

PERDÃO DE PECADOS –

Tiago não está necessariamente associando a fatiga ou doença à pecados embora que isto acontece muitas vezes na vida do crente cf. o contexto de I Co 11

No processo de desgaste da doença o enfermo pode também ter cometido pecados ou estar cometendo pecados (ansiedade, questionamentos errôneos, busca de solução fora dos padrões de Deus, etc.)

O texto afirma que os pecados serão perdoados. Deus não reterá o perdão de pecados – NOTE-SE O ASPECTO DO CUIDADO PASTORAL E DA INTERVENÇÃO DE DEUS
ILUSTRAÇÃO

Testemunho de uma certa pessoa da igreja após um momento de unção
APLICAÇÃO

Você está carregando sua fatiga sozinho ?
Com quem você está buscando ajuda ?
Curandeiros, profetas, ou a intervenção da liderança espiritual da sua igreja ?

IV – CONFESSE SEUS PECADOS EM TEMPOS DE LUTAS EXTREMAS

“Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros
e orem uns pelos outros para serem curados”
Tiago 5:16

A . A CONFISSÃO MÚTUA NÃO É INDEPENDENTE DA ORAÇÃO MÚTUA

Os dois verbos estão no imperativo presente (uma prática que deveria ser constante na vida dos seguidores de Cristo)
Exomologeisthe (2p plur pres imper médio) EXOMOLOGEO (confessar, concordar com, prefixo EX denota idéia de completa, franca honesta aceitação e reconhecimento de culpa e erro)
Proseuxeste (2 p plur pres imper médio) PROSEUXOMAI (orar, interceder)

O contexto da confissão não é um contexto amplamente publico mas um contexto privado entre pessoas que se confiam ou entre as pessoas onde as ofensas ocorreram

A confissão não pode ser um fim em si mesma. A oração precisa acompanhar a oração
B. A CONFISSÃO E ORAÇÃO MÚTUAS PROTEGEM DE DESGASTES E DE PERPETUAÇÃO DE PRÁTICAS PECAMINOSAS

os artigos definidos comunicam idéia de especificação
A confissão e a oração resultam em cura para os problemas físicos e espirituais
O significado de IATHETE (CURADO – 2 p plural aoristo passivo subjuntivo de IAOMAI – Cura física e emocional
A cura é a liberdade do domínio do pecado específico
C . A PROMESSA DE RESTAURAÇÃO É FRUTO DE FÉ

Muito pode por sua eficácia a oração do justo

A causa não é a pessoa do justo mas em quem o justo crê
A oração do justo produz ENERGIA (energeo)
Quando o justo ora Deus produz resultados
D. O EXEMPLO DE ENCORAJAMENTO – Elias

Não importa o tamanho do pedido, mas a quem se faz o pedido
Não importa o tamanho do problema mas a coragem de se fazer
O pedido para o problema ser resolvido
A resposta a Elias ilustras o desejo de Deus de derramar bênçãos sobre seu povo visando a restauração do vigor deles.
APLICAÇÃO FINAL

Esta manhã aprendemos que EM TEMPOS DE EXPERIÊNCIAS EXTREMAS, NÓS..

Devemos celebrar perante Deus aquilo que nos satisfaz
Devemos convertermo-nos à prática da oração

Devemos chamar os presbíteros para orar conosco em tempos de lutas e desgastes

Orar uns pelos outros e confessarmos nossos pecados uns aos outros em tempos de lutas e desgastes pessoais.
Como então relacionar isto com nosso dia a dia ?

Nós vamos ter agora um momento de oração

Se você está sofrendo, desgastando-se, e quer orar com alguém ainda neste culto saída do seu lugar e convide alguém para orar com você

Se você gostaria que alguém viesse orar com você, por favor levante sua mão para que alguém se aproxime e venha orar com você

Se você se sentiu sondado por Deus e quer confessar um pecado, faça-o no momento de oração que vamos ter daqui a pouco

Se você gostaria de louvar a Deus, faça em sua oração pessoal mas também aproveite para cantar com todo entusiasmo o próximo hino que formos cantar

Se você gostaria que os presbíteros orassem com você, não se sinta constrangido em contatar qualquer um de nossos presbíteros. Este mesmo presbítero entrará em contato com outros de forma que como igreja possamos orar com você como aprendemos nesta manhã

Aproveite das sugestões que estamos oferecendo no encarte do boletim.
MOMENTO DE ORAÇÃO SILENCIOSA

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO E GRATIDÃO

MOMENTO DE LOUVOR – CÂNTICO CONGREGACIONAL

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião