Há muitas moradas na casa do Pai, mas muitas dessas moradas ficarão vazias

INTRODUÇÃO: Jesus disse em João 14:1 “Na casa de meu Pai há muitas moradas…”.
– Uma das maiores necessidades do homem é ter onde morar. Muitos moram debaixo dos viadutos, nas ruas, praças, etc…
– Jesus disse que na casa do Pai Celestial há muitas moradas.
– A casa do Pai é um lugar de descanso, conforto, proteção, alegria e paz..
– A casa do Pai é um lugar de glória, de honra e de festa contínua na presença de Deus.
– A casa do Pai é um lugar de comunhão, de vida e de unção.

I – FICARÃO VAZIAS POR CAUSA DA DUREZA DO CORAÇÃO DO HOMEM. (3:7-11)
– Aqueles que recebem a Palavra de Deus mas não abrem o coração para ela.
– Aqueles que na verdade não crêem na Palavra de Deus. (3:12, 19)
– Aqueles que não levam a sério a Palavra de Deus. Eles desafiaram a Deus e perderam. (3:9)

II – FICARÃO VAZIAS POR CAUSA DA VULGAR PRÁTICA DO PECADO DO HOMEM (3:13,16-17)
– Aqueles que não renunciam o pecado de suas vidas.
– Aqueles que permitem que o pecado reine em suas vidas.
– Aqueles que não tem temor de Deus. (Quando Moisés se ausentou para o Monte de Deus, o povo se assentou para comer, beber e se divertir na prostituição)

III – FICARÃO VAZIAS POR CAUSA DA DESOBEDIÊNCIA DO HOMEM. (3:18, 4:6, 11)
– Aqueles que não encaram com seriedade a Palavra de Deus.
– Aqueles que acham que não precisam dar satisfação de suas práticas a ninguém.
– Aqueles que se rebelam contra os líderes que Deus levantou. (Datã, Abirão e Coré)

IV – FICARÃO VAZIAS POR CAUSA DA FALTA DE FÉ DO HOMEM. (4:2)
– Aqueles que não crêem nas Promessas de Deus para suas vidas.
– Aqueles que não se apropriam da palavra de Deus.
– Aqueles que não confiam no Senhor.
– O povo de Israel, no deserto, não confiou que realmente Deus iria cumprir o que prometeu.

V – AINDA RESTA UMA ESPERANÇA PARA OS QUE ESTÃO FORA DA CASA DO PAI:
1 – Conservar firme a confissão de que Jesus Cristo é o seu Senhor. (4:14-15)
2 – Nos achegar com plena confiança ao Trono da graça de Deus. (4:16)

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião