Jonas: buscando uma identidade

Neste sermão vamos aprender sobre Jonas: buscando uma identidade. Importante que tenhamos e mantenhamos a nossa identidade cristã.

Texto: Jonas 1:1-9

Introdução:

Quando Deus chama um servo para fazer um projeto alguns passos farão parte :

  • É PRECISO TER DISPOSIÇÃO

A Primeira palavra que Deus mencionou a Jonas foi: “ Dispõe-te” – coloque-se à disposição. A palavra de Deus diz que todos são chamados, mas poucos são escolhidos. Precisamos entender que disposição nem todos tem, apenas os fortes, os que são decididos, os que tem visão (visionários) conseguem entender a voz do chamado de Deus

O Espírito de ousadia – 2 tm 1:7 Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.

Rm 8:15-Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.

  • É PRECISO PROJETAR

Especificamente, Deus, formatou um projeto para Jonas. Deus tinha um povo, uma cidade, um sonho na vida de Jonas e o fez conhecer. Mas Deus também formatou um para você? Qual o projeto que Deus tem para você? Muitas vezes o nosso projeto, o nosso sonho é grande, enorme, mas nossas limitações são tantas que desistimos.

Precisamos ter a dimensão do que Deus tem projetado para aqueles que o amam, pensar como Ele e ai vamos deslanchar. 

  • BUSCAR O SUCESSO

 O sucesso do projeto não estão no próprio Deus, mas sim em que ele designou para que a sua glória seja manifesta. Deus está no projeto, mas você é o protagonista, Ele quer lhe usar.

PRECISAMOS TER PERCEPÇÃO, ESTAR ATENTOS, MUITAS VEZES FICAMOS DE FORA POR ALGUNS MOTIVOS QUE PASSAM DESPERCEBIDOS

  • É PRECISO OBEDECER

Começou em Adão e nos levou para fora dos projetos de Deus no Éden, todas as gerações são vinculadas ao pecado. Romanos 8:15 Logo, assim como por meio da desobediência de um só homem muitos foram feitos pecadores, assim também, por meio da obediência de um único homem muitos serão feitos justos

Isaías 24:4-6 A terra pranteia e se murcha; o mundo enfraquece e se murcha; enfraquecem os mais altos do povo da terra.
Na verdade a terra está contaminada por causa dos seus moradores; porquanto têm transgredido as leis, mudado os estatutos, e quebrado a aliança eterna. Por isso a maldição tem consumido a terra; e os que habitam nela são desolados; por isso são queimados os moradores da terra, e poucos homens restam.

  • NÃO SE AUSENTAR DE DEUS

 O nosso dia-a-dia nos leva ao ativismo natural e nos tira da presença de Deus. Sempre exite “o amanhã”, procrastinar, e esse é o modelo de apresentar a Deus nossas desculpas, amanha eu faço e Deus vai entender.  Nem Deus, nem satanás entende esse seu ponto de vista, a sua postura vai separar das bençãos que estão reservadas para você.

  • BUSCAR OS NOSSOS INTERESSES

Os nossos interesses podem ser iguais aos interesses de Deus, mas podem ser diferentes.

 Vamos exemplificar um homem que manteve os seus interesses: Saul. Em 1 Samuel 15 Saul recebe ordens de Deus para matar/punir os Amalecitas, ninguém nem nada poderia ficar fora da ordem de Deus, homens, mulheres, crianças, recém nascidos, bois, ovelhas, camelos, jumentos… Mas Saul poupa Agague e tudo que havia de melhor do gado, ovelhas…

Porque Saul estava focado nos seus interesses, não nos projetos de Deus. As suas dificuldades, constituídas dentro do padrão da sua criação e do seu ponta de vista o fez tomar as suas atitudes. Ele matou criancinhas, mas não quis jogar fora a carne dos animais e não se sentiu bem em matar o Rei Agague. Haviam leis em Levítico cobrindo as ações de Saul (Lv 27:28-29 e Lv 20:16-18).

 Deus não estava apenas sendo deliberado em acabar com um povo, mas o povo que estava destruindo o seu povo, estava destruindo Israel, estava destruindo o seu sonho. Mandou aniquilar os que são culpados.

 Quando desobedecemos o chamado de Deus, podemos ser:

 CORRIGIDOS POR:

– Uma grande tempestade

– Uma grande tribulação

– Uma grande catástrofe

– uma perda

– uma doença…

Algo que nos faça parar de fazermos, de darmos continuidade no processo que estávamos e levar atençao ao “FATO NOVO” e buscarmos ao Deus que resolve todas as coisas

  •  SENTENCIADOS POR OUTROS (V7)

A sorte foi lançada e caiu sobre Jonas. Ele estava dormindo – sono da falta de espiritualidade, da comunhão, da vivência com Espirito de Deus

Quando Deus começa a enxergar o ostracismo, o marasmo, o fracasso do seu projeto no homem Jonas, Ele decide chamá-lo para perto e as pessoas descobrem o “hebreu” que existia em Jonas

– fracassado

– descuidado

– desajuizado

– fraco

– preocupado com os seus interesses

E lança um novo recurso. Deus está colocando recursos novos em nossas vidad para nos tirar da miséria, da falta de sucesso. Jogou Jonas no mar e o fez chegar dentro de um grande peixe. Aí está o sucesso de Deus naqueles que o ouvem e o busca, há sempre um tempo de estarmos com Deus, não importa se na caverna, se na barriga de um peixe, se no quarto da nossa casa… Deus escolherá um lugar para lhe levar e ter uma conversa contigo.

 No Capitulo 2 Jonas tem um encontro com Deus e lhe revela a dor, a importância de Deus, a validação de um clamor –

“DEUS NÃO NOS DESAMPARA”

“NELE ESTÁ A NOSSA ESPERANÇA”

“ OS QUE CONFIAM NO SENHOR NÃO ESMURECEM”

 Precisamos acreditar no que Deus acredita. Precisamos honrar o projeto de Deus, fazendo como Ele nos manda. Precisamos vivenciar a obediência e dar testemunho. Jonas era um homem que qualquer pessoa tinha desistido dele:

– desobediente

– determinado em seus conceitos

– cabeça dura

 Mas o Senhor estava determinado em fazer com ele um grande projeto. Mais uma vez ele com a sua cabeça dura questiona a Deus muito desgostoso porque na sua visão não havia nenhuma solução, apenas perda de tempo… E como um menino emburrado fica embaixo de uma árvore esperando ver o que acontecia.

Faz o que é necessário – primeiro “dá vida” a uma planta, deixando – confortável, que o alegrou, no dia seguinte mudou a situação, fez a árvore morrer e novamente o desconforto fez Jonas pedir a morte para si (4:8) 

Mas o Senhor lhe disse: “Você tem pena dessa planta, embora não a tenha podado nem a tenha feito crescer. Ela nasceu numa noite e numa noite morreu. Contudo, Nínive tem mais de cento e vinte mil pessoas que não sabem nem distinguir a mão direita da esquerda, além de muitos rebanhos.

Não deveria eu ter pena dessa grande cidade? ” Nesse diálogo entre Deus e Jonas entendemos o quanto somos importantes e que os projetos de Deus não são pequenos, nós não conseguimos atingir a grande dimensão.

 CONCLUSÃO

Evite questionar as decisões de Deus. Deixe Deus dirigir o seu caminho. Melhor deixá-lo nos levar, do que ir ao precipício sem Ele. Assim estudamos sobre Jonas, buscando uma identidade.

Autora: Pra. Angela Lubambo

Visite: http://www.ejesus.com.br

Leia ainda: Missão Possível

Comentários

comments

There is one comment

  1. Cintia

    Muito bom mesmo Pastora Angela, vai ser ótimo para mim.

Contribua com sua opinião