Levando Deus a Sério

Introdução: Contexto histórico:

Livro de Isaías – Julgamento e livramento da parte de Deus
Intensamente profético – Profecias imediatas e remotas
Intensamente Messiânico – Profecias sobre Jesus Cristo
Escrito 700 anos de Cristo. Intensidade de detalhes faz com que críticos não aceitem a escrita antes dos eventos profetizados (idéia pré concebida de que profecias não existem – descobertas de Qumram – 200 a.c/400 d.c.)
Escrito após a derrocada de Israel (nação do Norte – 722 a.c.) e antes da invasão da Babilônia (586 a.c.)
capítulo 46 está inserido no meio das profecias de vingança e livramento de Israel.
capítulo 45 Fala de Ciro, o Rei Persa, mencionando por nome o que haveria de nascer 150 após, e arrasaria o império Babilônico, permitindo o retorno do povo de de Deus à terra.
capítulo 46 caracteriza os dois lados – o povo opressor e rebelde e o povo de Deus, quebrantado e escravizado.
capítulo 47 descreve o julgamento sobre a Babilônia.
No capítulo 46 está o versículo 8, que é o nosso tema – Levando Deus à Sério: “Lembrai-vos disto, e tende ânimo; tomai-o a sério, ó prevaricadores”· . “Lembrai-vos” – de tudo que está sendo descrito sobre Deus e suas ações – alerta tanto para o Povo de Deus, como para os que procedem mau, prevaricam. Tomai-o a sério! É o chamado.

1. Quem são os que não levam Deus a sério? Três pontos a destacar:

(1) São os que se entregam à falsa religiosidade:

(a) À idolatria: 1 e 2; 6 e 7; 45:16; 44:9-20

(b) Ao hedonismo – busca dos prazeres: 47:8

(c) À feitiçaria e ao Misticismo: 47: 9 e 11

(d) À astrologia: 47:13.

(2) São os que executam a injustiça: 47:6.

(3) São os que se esquecem do fim, das advertências, de que a vida é rápida e passageira: 47:7 e 8

2. Quem são os que levam Deus a sério? Três pontos a destacar:

(1) São os que confiam no cuidado e amor de Deus: 3 e 4

(2) São os que constatam a sua soberania sobre tudo e todos: 5; 9 a 11; 44:24; 45:12

(3) São os que compreendem a salvação que há em Deus, no messias, em Cristo Jesus: 13; 45:17; 45:22 a 25 e Filip. 2:9 a 11
Conclusão:

Que possamos levar Deus a sério

Que possamos confiar no seu amor, constatar sua soberania, compreender sua salvação

Que tenhamos em Cristo essa plena salvação, que se nos oferece

Que possamos exclamar como o fez Isaías, em 50:4 e 5

SENHOR Deus me deu língua de eruditos, para que eu saiba dizer boa palavra ao cansado.

Ele me desperta todas as manhãs,

Desperta-me o ouvido, para que eu ouça como os eruditos

SENHOR Deus me abriu os ouvidos, e eu não fui rebelde, não me retraí

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião