Não Sei, Mas sei

João 9:25 – E ele retrucou: Se é pecador não sei; uma coisa sei: Eu era cego e agora vejo.

A Bíblia mostra que há um saber que ensoberbece. 1Co 8:1-2.

Há muita gente que se encontra inchada de conhecimento, mas de um conhecimento que não tem significado permanente. Muitos conhecem coisas que são interessantes, porém não indispensáveis. Outros conhecem coisas importantes, mas não prioritárias e ainda outros conhecem coisas maravilhosas, porém não urgentes. Mas há um conhecimento que é interessante, indispensável, importante e prioritário, maravilhoso e urgente.

Paulo falava de algumas coisas que ele não sabia. Podia ser até interessante saber isto, mas ele não sabia.

Por exemplo: Ele não sabia qual o nível da experiência que ele teve no arrebatamento ao terceiro céu. 2Co 12:2-4.

Outro Exemplo: ele não sabia qual era a decisão que deveria tomar com relação ao seu ministério, se partir para o céu, ou se ficar na terra. Fl. 1:21-24.

Esse tipo de conhecimento pode ser interessante, mas não essencial.

O cego não sabia teologia, mas sabia aquilo que era experimental.

Paulo não sabia algumas coisas que podiam ser curiosas, mas sabia aquilo que era conveniente saber. Há coisas que até podemos saber, mas há coisas indispensáveis.

Vamos ver algumas coisas que Paulo sabia e que nós precisamos saber:

1. Prioritário: Eu sei em quem tenho crido – 2Tm 1:12

2. Urgente: Eu sei que em mim não habita bem nenhum – Rm 7:18

3. Indispensável: Eu sei ser humilhado e sei ser exaltado – Fl 4:12

4. Importante: Eu sei que nenhuma coisa é de si mesma impura – Rm 14:14. (1Co 6:12; 10:23 e Tt 1:15)

5. Maravilhoso: Eu estou bem certo que nada poderá nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus nosso Senhor. – Rm 8:38-39

CONCLUSÃO
Há muita coisa interessante para se conhecer, mas precisamos verificar muito de perto aquilo que é imprescindível. Ser portador de grande cultura e desconhecer aquilo que tem valor eterno é uma tragédia de proporções imutáveis e de conseqüências absolutas. Se moro no deserto do Saara não é necessário saber nadar, mas se moro na região amazônica e tenho que viajar constantemente de barco é prudente saber nadar. O saber não ocupa espaço, mas toma tempo. Podemos saber tudo aquilo que é interessante e útil, mas não podemos nos esquecer daquilo que é fundamental, necessário e obrigatório. É essencial saber a ênfase de Os 6:3.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião