O diabo. O inimigo de vocês, anda ao redor como leão que ruge

Amados irmãos no Senhor Jesus Cristo,

Vocês viram aquela propaganda na TV contra as drogas? Naquela propaganda são mostradas imagens de uma pessoa jovem e bonita, tomando drogas. Assim, usando drogas, aquela pessoa tão jovem e bonita, está feliz e pensa que está no paraíso. A experiência é maravilhosa. No entanto, alguns dias ou semanas ou meses mais tarde, aquela mesma jovem está irreconhecível, feia, abandonada e desesperada. Ela está presa em grilhões de arame, gritando de desespero. Então vem a conclusão da propaganda: “Drogas nem morto”! Quer você esteja vivo, quer você esteja morto, jamais tome drogas! Irmãos, essa propaganda é interessante. Ela é interessante pois ela nos mostra que existem forças e poderes perigosos que são capazes de acabar com a vida de qualquer um. Um exemplo dessas forças e poderes são as drogas. Essas drogas prometem o céu. Aquele que começa a usá-las, sente uma sensação extraordinária, uma sensação como se estivesse subindo uma escada ao céu. Mas, depois da altura, vem a loucura. A pessoa jovem e bonita, que foi enganada pelas drogas, cai no chão e fica deitada na sujeira do esgoto, e não tem mais como se levantar. De repente a vida se tornou um pesadelo e não há mais nada se não desespero. Irmãos, é bom entendermos que assim há muitos poderes, que são capazes de destruir a vida de qualquer um que se descuidar. Além das drogas, existem ainda muitas outras forças perigosas, forças devastadoras, que deixam o homem que foi criado por Deus, caído e destruído, no fundo do poço, sem esperança, e longe, muito longe do paraíso de Deus.

Irmãos, jovens, estamos falando de um assunto muito importante para cada um de nós. Não estamos falando sobre perigos que apenas ameaçam aqueles que usam craque ou maconha. Estamos falando de perigos que ameaçam qualquer ovelha que faz parte do rebanho de Cristo. Estamos falando de perigos que ameaçam até os líderes da Igreja, os pastores, os presbíteros e os diáconos, os quais servem e devem servir como exemplos para o rebanho. Vejam só! O próprio Senhor Jesus Cristo, que é o Supremo Pastor de todas as ovelhas que ouvem a sua voz, ele avisou aos seus discípulos que se prevenissem contra aquelas forças e poderes destruidores, que são capazes de acabar com a vida de qualquer um. O próprio Senhor deu um alerta aos líderes da Igreja. Ele disse a Pedro e aos demais discípulos: “Tenham cuidado”! Cuidado com o quê? O Senhor estava pensando em quê? Será que o Senhor tinha talvez medo que Pedro, João e Tiago fossem experimentar drogas? Será que o Senhor tinha medo que os líderes da Igreja, os apóstolos, fossem fumar maconha? Irmãos, é o seguinte: O Senhor tinha medo que o seus amigos fiéis, seus seguidores de sempre, se tornassem vítimas de determinados poderes diabólicos, cuja ação é tão devastadora como as drogas. O Senhor deixou isto bem claro: “Tenham cuidado para que os seus corações não fiquem carregados de libertinagem, bebedeira e ansiedades da vida” (Lucas 21:34). É isto, irmãos! Aquele, cujo coração só pensa em libertinagem, farra, bebidas, festas mundanas, sensualidade e sexo, ele está sendo ameaçado por um dos maiores perigos do mundo. Tal pessoa acha que a vida é uma sensação, tal pessoa acha que a vida é um espetáculo. Mas a vida dela corre o risco de naufragar do mesmo jeito que o Titanic naufragou. Assim correm também um risco enorme aqueles que vivem carregados de ansiedades da vida. As pessoas que somente vivem pensando em aumentar as economias e em conseguir mais dinheiro, elas também vivem expostas às forças e poderes terríveis que fazem com que as pessoas se desliguem de Deus e do rebanho de Cristo.

Por isso o apóstolo Pedro, seguindo os ensinamentos do Supremo Pastor Jesus Cristo, disse, também a cada um de nós: “Sejam sóbrios e vigiem”! Quer dizer: Tomem cuidado! Fiquem em estado de alerta! Não deixem se dominar pelo desejo de sentir prazer, ou pelo amor ao dinheiro. Pois esses dois, que muitas vezes andam de mãos dadas, o desejo de sentir prazer carnal e o amor ao dinheiro, são drogas fatais. Esses dois têm poder para destruir a vida de qualquer um. Sendo levado por desejos carnais, ou cobiçando o dinheiro, o homem perde a capacidade de agradar a Deus. Assim o homem se desvia da fé e da piedade. Assim, seguindo os desejos carnais do seu coração ou querendo tornar-se rico, o homem exclui Deus da sua vida. Assim o homem começa a viver como uma pessoa drogada, uma pessoa que somente pensa naquele único desejo que ele tem. Satisfazer aquele desejo, o desejo de beber, o desejo de sentir agitação, o desejo de ganhar dinheiro, satisfazer aquele desejo se torna uma obsessão. O homem é assim, alimentando cada vez mais seu desejo errado, está perdido. No coração dele não sobra mais espaço para Deus. Irmãos, para que isto jamais aconteça conosco, temos que tomar cuidado. Temos que estar em estado de alerta. Temos que analisar os nossos pensamentos. Temos que colocar a nossa cabeça no seu lugar. E temos que fazer certas perguntas bem sérias. São as seguintes: Como está a nossa vida? Quais são os nossos objetivos? Para que nós vivemos? Será que os nossos corações são santuários de Deus? Ou devemos reconhecer, que os nossos corações estão carregados de desejos carnais, valorizando a bebida, o sexo, o jogo, ou o dinheiro, e ficando sem espaço para Deus?

Irmãos, este assunto é importantíssimo para cada um de vocês – e também para mim! O assunto é também um assunto muito sério. Sabem por que o assunto é tão sério? É o seguinte: “O diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão que ruge, procurando a quem possa devorar” (1 Pedro 5:8). Quer dizer: Atrás de todos os desejos errados em nossos corações, estão as garras do diabo. E não pensem que o diabo é um anãozinho divertido, com traços de um bode. O diabo é uma fera cruel e feroz. Ele é um leão, um leão que ruge, quer dizer, um leão que está pronto para o ataque, pronto para pegar qualquer ovelha que se afastasse do rebanho. Assim as pessoas, cujos corações estão carregados de desejos carnais e pensamentos em dinheiro, estão na mira do nosso grande adversário e inimigo. É bom nós sabermos isto. Assim podemos entender que os desejos carnais e o amor ao dinheiro, não são sentimentos indiferentes ou inocentes. Os nossos desejos errados são tentações diabólicas. Os desejos carnais e o amor ao dinheiro, eles são caminhos para morte. Quem anda nesses caminhos, querendo agradar a seu coração, cai mais cedo ou mais tarde nas garras do diabo e vai ser devorado. O diabo não deixa escapar a ninguém. Ele sempre está de prontidão. Ele não está drogado. Pelo contrário, o diabo está afiado. Ele está afiado como leão que ruge. Assim, rugindo, ele já deu o sinal para o ataque. Temos que saber isto, irmãos, para que não enchamos os nossos corações com nojeira e cobiça, e para que tomemos muito cuidado.

O que então devemos fazer? O que devemos fazer, se somos jovens ou adultos, que têm esses desejos muito fortes em seus corações? O que devemos fazer, o que podemos fazer, se o nosso coração está pedindo bebida, ou se o nosso coração está transbordando de desejos sensuais? O que devemos fazer, se o nosso grande ideal é ficar rico e ter uma vida melhor? O que fazer quando muitos que vivem sem Deus nos fazem inveja? O que fazer quando vemos pessoas incrédulas que levam uma boa vida, enquanto você filho de Deus tem uma vida dura? Irmãos, antes de mais nada temos que ter consciência de que o diabo está atrás de todos esses desejos ardentes do nosso coração. É isto que temos que perceber! Atrás desses desejos está uma fera que procura a quem possa devorar. Por isso jamais temos que ter inveja dos incrédulos. A única coisa que temos que fazer é tomar muito cuidado. O diabo está envolvido. Por isso a nossa resposta deve ser uma resposta firme. Por isso a posição que tomamos, tem que ser uma posição radical. O diabo está mexendo com os nossos sentimentos e desejos. Então temos que reagir com firmeza. Temos que “resistir ao diabo, permanecendo firmes na fé” (1 Pedro 5:9). Esta é a ordem de Cristo. Outras pessoas, pessoas que não conhecem Cristo, podem fazer o que quiserem. Outras pessoas podem beber quanto quiserem, podem praticar sexo livre e prostituição, podem enganar seus próximos, podem ganhar dinheiro do jeito que quiserem. Mas nós que somos filhos de Deus, temos que dizer ‘não’! Por difícil que seja, temos que resistir, tomando uma posição firme, cortando os nossos desejos errados pela raiz. Temos que ter fé em Deus. Temos que permanecer firmes na fé, esperando em Deus, que jamais deixará que o justo seja abalado. Temos que permanecer firmes na fé, sempre esperando tudo de Cristo. Irmãos, jovens, pais, solteiros, casados, congregados, membros, e oficiais, vamos resistir ao diabo, permanecendo firmes na fé, trabalhando na Igreja em sujeição ao nosso Supremo Pastor Jesus Cristo.

Isto não é fácil. O fácil é não resistir a nada. O fácil é seguir os maus desejos do seu coração. O fácil é fazer o que a maioria faz. Nós, porém, temos que fazer o que Cristo nos ordenou, por difícil e doloroso que seja. Cristo exige que crucifiquemos a nossa própria carne e que neguemos os desejos mais íntimos do nosso coração corrompido. Isto não é nada fácil. O jovem que serve a Cristo, ele não tem os mesmos desejos que todos os outros jovens? Muitos jovens só pensam em dançar, beber, paquerar, namorar, ficar e transar e etc. Por este motivo muitos jovens participam dos bailes e das festas mundanas. Porém, o jovem crente, por mais que seu sangue esteja fervendo, vai ter que afastar-se destas coisas. O jovem cristão, ele toma uma atitude totalmente diferente do que a dos seus companheiros. Ao invés de alimentar seus desejos carnais, o jovem cristão sacrifica os, guardando-se incontaminado do mundo. Isto não é nada fácil. Mas tem que ser assim. Também não é nada fácil ser membro efetivo da Igreja, trabalhando muito, sem ganhar nada. Muitos só trabalham para ganhar. Assim há muitos que trabalham dia e noite, sete dias por semana, somente pensando em ganhar dinheiro. Mas o homem que é servo de Deus, não faz isto. O homem de Deus não tem essa atitude. Pelo contrário, o homem que é servo de Deus, ele trabalha para sustentar a sua família, e além disto, trabalha na casa do Senhor, por amor e sem ganhar nada, e ainda contribui com suas ofertas. Isto, muitas vezes, não é fácil, principalmente quando as economias estão apertadas. Mas tem que ser assim. Somos filhos de Deus, não para agradar aos nossos desejos, nem para lucrar, mas para agradar ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Irmãos, jamais devemos ficar tristes quando pensamos nestas coisas. Aquele que está sofrendo na Igreja, por ter cortado os seus desejos errados, por ter perdido amigos errados, ou por ter trabalhado muito na Igreja sem receber dinheiro, ele pode estar pensando que a sua situação está lamentável. Ele pode até pensar que a sua situação está mais lamentável e miserável do que a situação de todos os outros. Assim podemos ficar tristes e desanimados. Assim podemos sentir-nos sós. Assim podemos até sentir invejas dos incrédulos, que vivem sem Deus, sem ter preocupações. Mas vejam bem! Nós não somos as únicas pessoas sofridas. Que ninguém pense que a vida dele está pior do que a vida dos outros. Que ninguém pense que é o único mártir. “Os irmãos que nós temos em todo o mundo, e principalmente os irmãos nossos que nós temos no nordeste do Brasil, estão passando pelos mesmos sofrimentos” (1 Pedro 5:9). Os sofrimentos pelos quais nós passamos, fazem simplesmente parte da vida cristã. Todos esses sofrimentos, todos esses sacrifícios que nós jovens e nós adultos fazemos, são uma coisa normal na vida dos filhos de Deus. Então, vamos suportá-los! E, vamos perseverar! Vamos sofrer como cristãos. Isto é muito melhor do que o divertimento vazio do mundo. Vamos sofrer fazendo o bem. Isto é muito melhor do que andar no caminho da morte e cair nas garras do diabo. É muito melhor sofrermos por um pouco de tempo, do que ficarmos alegres por um pouco de tempo para depois sofrer o castigo de Deus. Irmãos, não fiquem tristes, quando sofrem como cristãos. Também não tenham inveja de ninguém. Não se entreguem à bebida para assim vencer a tristeza ou buscar a alegria. Não usem drogas! Resistam ao diabo, permanecendo firmes na fé. Deus não os chamou para viver como pessoas drogadas. Deus não os chamou para viver sem saber o que vocês estão fazendo. Deus não os chamou para serem tontos e malucos. Deus não os chamou para sentir muita adrenalina e vibração, e para depois cair na sujeira do esgoto. Deus não os chamou para voar até o céu, e para depois serem lançados no inferno. O Deus de toda a graça os chamou para a sua glória eterna em Cristo. Por isso vocês têm que permanecer firmes na fé! Fujam do diabo e de todos os desejos sensuais e gananciosos. Suportem os sofrimentos que lhes sobrevêm. Assim a sua vida jamais acabará em droga. Assim vocês alcançarão a glória de Cristo. Assim, depois de terem sofrido por um pouco de tempo, Deus os restaurará, confirmará, fortalecerá e alicerçará. A ele seja o poder para todo o sempre. Amém.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião