O Sermão de Páscoa

(Arcebispo de Constantinopla).

Há alguém que é amante devoto de Deus?
Deixa-os desfrutar esta festa resplandecente!
Há alguém que é um servo grato?
Deixa-os se deleitarem e entrarem na alegria de seu Criador!
Há alguém aborrecido com o jejum?
Deixa-os receber agora suas remunerações!
Se alguém trabalhou na primeira hora, deixa-os receberem suas gratificações!
Se alguém chegou após a terceira hora, deixa-o juntar-se à Festa com gratidão!
E ele, que chegou após a Sexta hora, não o deixa duvidar; ou ele também sustentará a perda.
E se alguém se atrasou até a nona hora, não o deixa hesitar; mas deixa-o vir também.
E ele, que chegou sòmente na décima-primeira hora, não o deixa Ter medo por sua demora.
Pois Deus é Bondoso e recebe o último igual ao primeiro.
Ele dá paz a aquele que chega na décima-primeira hora, tanto quanto se ele tivesse trabalhando desde a primeira hora.
A estes Ele dá e junto aos outros Ele concede.
Ele aceita o trabalho tanto quanto acolhe o esforço.
A proeza, Ele honra, e a intenção, Ele aprova.
Vamos todos entrar na alegria de Deus!
Primeiro e último, igualmente recebem sua recompensa; rico e pobre, se alegram juntos!
Sensato e preguiçoso, celebram o dia!
Você que guardou o jejum, e você que não jejuou,
alegrem-se hoje, pois Mesa esta farta com opulência!
Festeja regiamente, o novilho é cevado.
Não deixe ninguém ir com fome. Participem todos da taça da fé!
Desfrutem todas riquezas de Sua bondade!
Não permita que ninguém se aflija em sua miséria,
Pois o reino universal foi revelado.
Não deixa ninguém lamentar-se porque caiu de novo e novamente;
pois o perdão ergueu-se do túmulo.
Não deixa ninguém temer a morte, pois a Morte do nosso Salvador nos libertou.
Ele a destruiu por tê-la suportado.
Ele destruiu o Inferno quando desceu até ele.
Ele o colocou num túmulo mesmo que ele tinha o gosto de Sua carne.
Isaíais profetizou isto quando disse,
“Você, oh inferno, se perturbou quando O defrontou”
O inferno estava em tumulto porque foi liquidado.
Ele estava em tumulto porque está escarnecido.
Estava em tumulto pois está destruído.
Está em tumulto, pois está aniquilado.
Está em tumulto, pois agora está prisioneiro.
O inferno pegou o corpo, e descobriu Deus.
Tomou a terra e encontrou o Céu.
Tomou o que viu, e vencido pelo que não viu.
Oh, morte, onde está sua tormenta?
Oh, inferno, onde está sua vitória?
Cristo está ressuscitado, e você, oh morte, está aniquilada!
Cristo está ressuscitado, e os perversos estão derrubados!
Cristo está ressuscitado, e os Anjos se alegram!
Cristo está ressuscitado, e a vida está libertada!
Cristo está ressuscitado, e o túmulo está vazio da morte; pois Cristo se ergueu da morte,
Estão vindo os primeiros-frutos daqueles que adormeceram.
A Ele a Glória e o Poder para todo o sempre. Amém!

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião