O servo de Deus é a esperança do mundo

Ocasião – Natal ou evangelismo
Tema – Jesus é a esperança para o mundo desorientado
Propósito – Mostrar que Jesus é o único a oferecer esperança para o mundo perdido em seus delitos e pecados.

Introdução
Uma reportagem da Folha de Londrina de 7/12/2002 é reveladora da miséria e da desgraça da humanidade. O primeiro comércio a gerar riqueza no mundo é o tráfico de drogas; o segundo é o tráfico de armas e o terceiro é o tráfico de gente, gerando perto de 7 bilhões de dólares ao ano. Ficamos pasmados!
O que é que leva alguém chamado de “ser” humano a fazer tais coisas com o seu próximo?

Transição
Quando olhamos para este mundo, religioso e não-religioso que sentimentos nutrimos em nossos corações? Muitas vezes de desânimo e descrédito. Mesmo em meio a tantas incertezas e tantas situações insolúveis, que apresentar nesta oportunidade aquele que pode e tem condições de reverter o caos instalado no mundo.

1. Quem é o servo de Deus?
a. O significado de servo na passagem
i. O termo usado não é nem doulos e nem diakonos.
ii. O termo usado é “pais” que significa:
1. Uma criança, um infante
2. Um servo, um escravo – um atendente, especialmente designado para atender ao rei, ministrar a alguém
iii. Este termo é originário da palavra “paio” que significa ferroar, causar um ferimento com um ferrão; bater; dar uma pancada.
b. A descrição do servo na passagem
i. Escolhido por Deus
1. Este verbo aparece apenas esta vez no Novo Testamento
2. Escolher, pertencer
3. Sua raiz: tomar para si próprio, eleger
ii. Amado por Deus
1. Amado, estimado, querido, favorito e merecedor de ser amado – raiz: ágape
2. Favorável aos olhos de Deus – em Cristo está todo o deleite de Deus que se inclina favoravelmente a ele.
iii. Cheio do Espírito de Deus
1. Pneuma
2. O Espírito Santo, a Terceira Pessoa da Trindade, é oferecido para habitar em Cristo
iv. Mensageiro de Deus
1. Trará notícias de uma pessoa, trará palavras
2. Proclamar, tornar conhecido publicamente
v. Submisso ao querer de Deus
1. Não fará a sua própria vontade, pois como servo está submisso ao querer do seu Senhor
2. Veremos este tema com mais detalhes quando discutirmos a missão do servo

2. Qual a missão do servo de Deus?
a. Negativamente
i. Não discutirá, Não gritará, Não fará ouvir sua voz nas ruas, Não quebrará o caniço rachado (não esmagará a cana quebrada), Não apagará o pavio fumegante.
ii. Estes termos mostram que Cristo não veio para discutir religião com os Fariseus e de maneira mansa e humilde os silenciou por completo.
iii. O caniço rachado (a cana quebrada) e o pavio fumegante (a imperfeição da fibra do pavio fazia com que a chama se apagasse e isto irritava as pessoas). Pacientemente o Servo suportará os fracos.
b. Positivamente
i. Levar à vitória a justiça (até que faça triunfar o juízo).
1. Este tema já foi mencionado no verso 18 – anunciará justiça aos povos.
2. O termo hebraico mispat é um conceito importante no Antigo Testamento. É o processo pelo qual o veredicto é alcançado ou significa o próprio veredicto.
3. Deus é o Deus da justiça – faz parte da essência do Ser divino a prática da justiça tanto no presente como no futuro.
4. Todavia, este termo é muito mais associado ao futuro: “…do Senhor, porque ele vem, porque vem julgar a terra: julgará o mundo com justiça e os povos com a sua fidelidade (Salmo 96.13).
5. No Novo Testamento a dimensão do presente e futuro continuam, todavia, a justiça, o julgamento estão associados com Cristo e especialmente com a sua cruz.
6. Deus, em Cristo, julgará a todos com justiça e com fidelidade.
7. A justiça de Deus será conduzida ao triunfo, a vitória.
a. Vitória de Cristo sobre os seus adversários e contra todos os cínicos e céticos.
b. Vitória dos cristãos que mantiveram a fé mesmo em face da morte e do escárnio em meio a tentações e perseguições.
ii. Levar a esperança para os povos
1. O nome de Cristo é a base da esperança
a. O nome na cultura palestina designava o que a pessoa era ou fazia.
b. As deidades benevolentes revelam seus nomes para proteger ou ajudar os seres humanos; enquanto que a entidades malignas relutavam em revelar seus nomes.
c. É a revelação do nome de Cristo aos povos que constitui a base da esperança: o Messias, Ungido, Salvador, Senhor, Justo Juiz e tantos outros.
2. A esperança é para todos os povos
a. Metade das vezes em que a palavra “nações” aparece no Antigo Testamento é para depreciar os povos em relação a Israel.
b. Colocar a esperança significa esperar pela salvação com alegria e total confiança.

Conclusão
Neste natal deixe brilhar a sua luz, pois você é a luz do mundo.
Neste natal permita que o seu sal salgue aquilo que está sem sabor neste mundo, você é o sal da terra.
O nosso compromisso com este Cristo, Servo de Deus, é a esperança para este mundo. Pense neste momento numa situação específica e o que é que você poder fazer em o nome de Cristo.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião