O verdadeiro cristão.

1. No século III com a decadência da igreja e com a adesão do Imperador Constantino ao Cristianismo, se tornar cristão era muito fácil. Por uma questão de conveniência, a fim de pertencer a religião do Imperador, as pessoas se diziam cristãs.
Hoje, parece não ser muito diferente; boa parte das pessoas que se dizem cristãs, não tem a mínima idéia do que isto significa.
O Brasil, segundo o IBGE, é um país onde a maioria dos seus habitantes se dizem cristãos, fato que não condiz com a realidade; pois se assim o fosse, o nosso país seria outro!
Mesmo dentro das igrejas tidas como cristãs, muitos não tem a noção do que de fato isto significa. Segundo a Bíblia, só pode ser considerado cristão aquela pessoa que passou por uma experiência real de conversão a Cristo; que, uma vez arrependido, abandonou os seus pecados e creu no sacrifício de Jesus em seu favor. I Tessalonicenses 1:9.

2. Em segundo lugar, somente é considerado cristão, aquela pessoa cuja natureza foi mudada. Todo ser humano nasce com a natureza adâmica; mas ao aceitar a Cristo como seu Salvador, o Espírito Santo realiza uma transformação chamada regeneração, que consiste em uma mudança interior, onde é implantando nele uma nova natureza, a de Cristo! João 3:1 a 8.

3. Em terceiro lugar cristão é aquela pessoa que vive e pratica o que Cristo ensinou. Lucas 6:46; II Corintos 5:17, tendo um novo estilo de vida, e este, de acordo com os princípios estabelecidos por Jesus.
Conclusão: Os Cristãos dos primeiros séculos, apesar de serem em menor número, conseguiram impactar o mundo de sua época, e nós, hoje, temos impactado nossa geração?
Que Deus nos abençoe e tenha misericórdia de nós!

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião