Por que celebrar o natal?

Introdução

A celebração do natal tem sido tristemente transformada num truque de marketing para enriquecimento no mundo dos negócios. O verdadeiro sentido do natal e seu significado eterno tem sido esquecido.

Para muitos, Natal nada mais é que um feriado pagão, dedicado a satisfazer os apetites da carne, sem nenhum significado espiritual. Para o salvo, todavia, apesar do mau uso que se faz deste dia, o Natal significa Esperança. Para tanto, neste pequeno espaço gostaria de resgatar a verdadeira motivação para a celebração do Natal.

I. O Natal não pode ser entendido até que Jesus tenha um lugar prioritário em nossos corações (João 1:14).

Quando o mistério da vinda do Senhor Jesus se torna claro no coração humano, o homem compreende que o Natal não é apenas um feriado, mas sim um dia muito importante, para a revelação do amor maior de Deus. O nascimento de Cristo não foi um evento trivial da história. Foi a entrada triunfante de Deus em carne, osso e sangue na história e vivência da humanidade. É por causa desta vinda divina ao mundo que o relacionamento do homem com Deus é restaurado.

II. O Natal não pode ser plenamente entendido se não for à luz de uma cruz erguida no Calvário (João 3:14, 15).

Pense na alegria instantânea, imensurável e incontrolável dos discípulos quando perceberam que o túmulo estava vazio. Para os salvos o Natal traz grata celebração, traz vida e esperança (Números 21:4-9).

Que grande oportunidade temos para testemunhar de Cristo! Devemos aproveitar e falar do verdadeiro sentido do Natal. Fale do grande plano e amor de Deus. Fale e neste Natal não deixe de compartilhar a verdadeira razão da nossa celebração. (adaptado da revista Lar Cristão)

Pensamento Final: A encarnação é o padrão para evangelização. O que Jesus fez, fez uma vez; e assumiu, nunca abandonará.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião